Virginiamicina: saiba tudo sobre o composto

A virginiamicina é um composto cada vez mais utilizado na pecuária brasileira. Reunimos as principais dúvidas dos produtores sobre o uso e resultado para orientá-los corretamente a respeito deste princípio ativo que auxilia na engorda e prevenção de doenças dos bovinos.

Ainda tem dúvidas sobre o uso? Vários estudos e pesquisas nacionais e internacionais comprovam a segurança e a eficácia na nutrição animal. Então, aprecie nosso conteúdo e comprove os benefícios do produto.

Vamos começar? Continue com a gente! Assim seus conhecimentos serão aprimorados. Hoje em dia, produtor informado tem como consequência bons resultados nos negócios.

 

Entenda o que é a virginiamicina

 

O que é? A virginiamicina é um composto antimicrobiano. Foi descoberto na Bélgica na década de 50. É um princípio ativo que melhora a produtividade e desempenho do gado. Estudos indicam aumento de 15% do peso vivo ao mês. O composto é uma tecnologia que permite ao animal uma melhor performance dentro das condições oferecidas pelo produtor e com entrega de um bom resultado. Ainda, melhora a imunidade. Isso significa que proporciona proteção contra parasitas. 

Para que serve? Promove crescimento quando utilizado em baixas doses. Além de melhorar a eficiência alimentar.

 

Uso e benefícios

 

Posso usar a virginiamicina na recria? Sim! Inclusive, esse principio é um grande aliado no ganho de peso no sistema de recria. Com duração de 12 meses, a recria tem início no desmame e vai até quase a fase de acabamento e terminação desses animais. Geralmente, a última fase acontece quando os animais estão com o peso vivo de 350 quilos.

Como a virginiamicina age no aparelho digestivo do animal?  Melhora na absorção de nutrientes, a digestão e na conversão alimentar. É baseado na fermentação de cepas de bactérias Streptomyces virginae. Ainda, reduz doenças metabólicas e abscessos hepáticos. Contudo, para os produtores adeptos da dieta de alto-grão gera um alto benefício contra a acidose.

Evita a acidose ruminal? Sim, virginiamicina e monensina sódica combatem a bactéria que provoca o ácido lático. Então, o uso desses produtos auxilia na prevenção e também fazem a absorção dos nutrientes servidos na dieta dos animais.

 

Virginiamicina potencializa a engorda na pecuária brasileira
Virginiamicina potencializa a engorda na pecuária brasileira. – Foto: Reprodução Internet

Regime a pasto e no confinamento

 

Posso usar no pasto?  Há cinco anos, por meio de estudos, tem se mostrado benéfica em uso a pasto. Para pequenos e médios produtores, o custo-benefício do uso do suplemento a pasto é vantajoso. Quanto menor o produtor, maior a busca de eficiência, devido a necessidade de produtividade dentro de uma área que tem mais cabeças por hectare

Com o uso da virginiamicina com a monesina sódica, o ganho de peso no pasto pode ser de até 150 gramas ao dia, por cabeça.

E no confinamento? É muito utilizado no confinamento. Tanto que o uso contempla 65% do gado confinado no Brasil.

Posso usar no gado de leite? Sim! Gado de leite e de corte!

 

Dose e época para oferecimento

 

É aplicada por dose ou misturada na alimentação? É misturada na alimentação.

Quantas miligramas usar por animal/dia? Adicionar 0,5 kg do produto em 25 kg de sal mineral e oferecer o produto final após a mistura à vontade aos animais.

É melhor oferecer no período da seca ou das águas? Em ambos períodos, o resultado é efetivo. Importante lembrar que a suplementação deve ser feita o ano todo, não apenas no período da seca, que precisa ter uso contínuo para manutenção. No período das águas, o suplemento ativa o organismo do bovino e faz com que chegue à seca bem nutrido e saudável. Essa ação previne a perda rápida de peso. Além de doenças por falta de nutrientes.

Entretanto, há estudos que comprovam o aumento de peso da virginiamicina no período das águas, nos bovinos criados a pasto.

 

Diferença entre virginiamicina e monensina sódica

 

Antes, entenda o que é a monensina sódica. É um aditivo que tem como característica a modificação da fermentação do rúmen. Com isso, melhora a conversão alimentar. A monensina sódica tem uso muito frequente em gado de leite.

Posso usar os dois aditivos? Sim. A monensina sódica e a virginiamicina podem ser usadas de forma complementar para o gado de leite.No gado de corte também pode ser usado.

Uma observação: a monsensina sódica não pode ser consumida por cavalos.

 

Bezerros

 

A virginiamicina pode ser usada com segurança em bezerros. Inclusive, a Boi Saúde ensina receita que tem o aditivo como ingrediente para efetivar a engorda dos animais dessa idade.

Para conferir a receita, acesse a dica: Ração para bezerros engordarem mais rápido.

 

Por que usar a virginiamicina?

 

A suplementação é necessária. A maioria dos solos brasileiros destinados à pastagem são pobres em nutrientes importantes para a saúde do gado. Entretanto, muitos produtores encaram como um custo sem necessidade. Porém, esse processo evita a perda de peso, principalmente na seca. Mas o ideal é iniciar a suplementação já no período das águas, para quando chegar na época de falta de chuvas, o gado já estará nutrido com o peso ideal. Assim, não será preciso uma suplementação emergencial, apenas para manutenção.

Sobre a economia. É muito melhor usá-la como prevenção e garantir o ganho de peso, seja no pasto, seja no confinamento. Pois quando é preciso reverter a saúde do animal que está abaixo do peso adequado, o gasto é muito maior. Lembre-se daquele ditado, amigo produtor: “Prevenir é melhor que remediar”, e complementamos, “Prevenir é muito mais barato que tratar”.

Agora, com todas essas informações, é possível se decidir sobre o uso da sua propriedade.

 

Referência:
MACIEL. Virginiamicina na alimentação de ruminantes. Revisões publicadas no VIII Encontro de Zootecnistas da UFMG, 2015.

MOURA, Lennon Mesquita. Monensina sódica e virginiamicina para bovinos de corte: desempenho e simulação econômica. UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Goiás, 2013.

 
Boi Saúde Logo Preto - Virginiamicina: saiba tudo sobre o composto

Total Corte Premium:
Suplemento vitamínico e mineral com virginiamicina!


24 pensou em “Virginiamicina: saiba tudo sobre o composto”

  1. José Adriano Jodas disse:

    Este remédio é Homeopático?

    1. Olá José, obrigado por nos acompanhar, nossas tratamentos são nutracêuticos, pois garantem um resultado mais rápido e eficaz!

  2. Alexandre Hernandes disse:

    Qual a dose de monensina e virgimiamicina que posso fazer quando for misturar as duas em engorda de bovinos ??

  3. Devo usar a virginiamicida em todas as fases (cria, recria e acabamento) ?

  4. Olá.aqui na minha região não encontro tem como adquirir pela internet

  5. Daniel Felau disse:

    Estou usando o total corte , estou muito satisfeito com o resultado , obrigado pelas informações , forte abraço a equipe …

  6. Paulo César Gouveia disse:

    Misturado ao Sal, pode molhar?

  7. Rubem O. Andrade disse:

    Sou do estado do Amazonas, onde e como consigo esse produto (Virginiamicina).

  8. Ricardo Tavares Bello disse:

    Excelente matéria … Gostei muito, não conhecia esse produto com virginiamicina… Parece ser bom

  9. Antônio Mário Carneiro disse:

    Estou usando totalcorte e ureia com cana encilada numa bizerrada a 120 dias tive um ganho de peso de 40 kg no período,comcidero bom ou poderia ser melhor.rrceita boi saúde estou grato.

  10. José do Espírito Santo disse:

    Grato pela informação. Bem em tempo.

  11. excelentes informações…parabéns a boi saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

topo
Bitnami