Virginiamicina a pasto tem resultados rápidos na engorda


Entenda os benefícios da virginiamicina à pasto.

Neste texto, vamos abordar a virginiamicina, princípio ativo que está há vários anos no mercado. Considerada um melhorador de desempenho, é muito utilizada em regime de confinamento.  E há cinco anos, por meio de estudos, tem se mostrado benéfica em uso a pasto. É preciso lembrar que a maior produção de leite e carne no país é feita neste regime. 

Para pequenos e médios produtores, o custo-benefício do uso do suplemento a pasto é vantajoso. Quanto menor o produtor, maior a busca de eficiência, devido a necessidade de produtividade dentro de uma área que tem mais cabeças por hectare

O composto é uma tecnologia que permite ao animal uma performance melhor dentro das condições oferecidas pelo produtor e com entrega de um bom resultado. 

Boi 777 sem virginiamicina: não tem resultado 

O Boi 777 tem como atalho a virginiamicina para o resultado esperado pelo produtor. Das 21 arrobas do Boi 777, garante mais de duas. Já existem muitos trabalhos que mostram que 1/2 arroba na fase de cria é garantida via esse suplemento. Na fase de recria 1.2 arrobas e na fase de terminação, mais 1.4 arrobas. Somando 2.1 arrobas, ou seja, 10% a mais de resultado garantido. 

Alguns estudos indicam que o uso do composto utilizado o ano todo garante aumento de 15% de peso por mês.

Virginiamicina aumenta produtividade em regime de pasto foto: @fotodeboi - Rubens Ferreira
Virginiamicina aumenta produtividade em regime de pasto foto: @fotodeboi – Rubens Ferreira

O que é a virginiamicina

  • Composto antimicrobiano foi descoberto na Bélgica na década de 50;
  • Está presente em 65% do gado confinado no Brasil;
  • É baseado na fermentação de cepas de bactérias Streptomyces virginae;
  • Reduz doenças metabólicas e abscessos hepáticos;
  • Promove crescimento quando utilizado em baixas doses;
  • Melhora a eficiência alimentar;

Referência:

MACIEL. Virginiamicina na alimentação de ruminantes. Revisões publicadas no VIII Encontro de Zootecnistas da UFMG,2015

 

 

 

 

topo
Bitnami