Evite a rejeição no consumo de sal mineral bovino

Gostou? Compartilhe!

Que bom ver você aqui no blog, amigo produtor. Vamos para mais uma dica? A partir de agora você vai entender como evitar a rejeição do consumo de sal mineral bovino e ração pelos bovinos e mudanças na alimentação.

Ao consumir esse suplemento tão importante, o gado pode ter um desempenho adequado. Portanto, se programe para oferecer esse tipo de sal o ano todo. E não apenas na seca. Os resultados são satisfatórios.

Então, vamos começar?
 

 

Alguns produtores têm dificuldade em nutrir os animais quando há rejeição de sal ou até mesmo ração.

Em muitas propriedades do Brasil, o produtor serve duas alimentações diferenciadas: uma no período da seca e outra no período das águas.

Em primeiro lugar, quando há a transição dessas alimentações, que consistem em sal mineral, sal proteinado e ração, os animais tendem a rejeitá-las no início.

Porém, é preciso fazer adaptações para que o plantel se acostume aos poucos. E ainda, não perca peso e tenha o desenvolvimento esperado.

E por citar sal proteinado, você sabe como preparar o seu? A Boi Saúde te ensina! Clique aqui e aprenda: Como fazer sal proteinado para o gado: a receita
 

Consumo sal mineral bovino e ração: como evitar a rejeição
Saber como evitar a rejeição do consumo do sal mineral bovino e ração melhora o desempenho. Foto: Boi Saúde – Pecuária Inteligente

Em segundo lugar, diversas propriedades não conseguem fazer essa mudança devido a rejeição da nova alimentação que é composta por nutrientes escassos no pasto, de acordo com o período.

Geralmente, o animal consome esses produtos pelo olfato. Por isso, é importante que o produtor fique atento a essa mudança no momento da adaptação.

Um dos sucessos da pecuária está na observação do gado. Afinal, o produtor que conhece bem seus animais, os observa diariamente. Assim quando há mudança no comportamento, é possível saber que existe algo errado com eles.

 

Evite a rejeição do consumo de sal mineral bovino e ração

 

1- Se na propriedade estiver um animal já adaptado e consumindo essa nova alimentação, traga somente ele para o cocho. Dessa forma, os outros animais do lote ao vê-lo consumindo, irão segui-lo também. A segurança de ver um semelhante consumindo a alimentação será suficiente. Os demais ao saberem que não há problemas naquele cocho, também farão uso dele.

2- Faça mistura de um melaço de cana e fubá que farão os animais terem um consumo imediato da alimentação oferecida no cocho. Esse procedimento pode ser feito apenas nos primeiros dias, até o rebanho se acostumar com os novos suplementos.

Caso ofereça cana, fique de olho para evitar as abelhas. Pois por ser um alimento doce, é comum esses insetos se apropriarem do cocho, inibindo a presença do gado. E bovino que não come, não engorda, concorda?

O problema pode sim ser evitado. Você pode saber como aqui:Como evitar o acúmulo de abelhas no cocho de animais?

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Saiba mais: Acesse as dicas sobre sal mineral

E já que nesta dica vamos abordar ração, confira: página de receitas para gado.

Por fim, não pare seus conhecimentos por aqui. Acesse nosso canal de vídeos: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*