fbpx

Consumo de sal mineral bovino: como evitar a rejeição

O consumo do sal mineral bovino tende a ser rejeitado no começo do oferecimento ou até mesmo quando o produtor faz a troca da formulação. Ao não consumir, o gado tende a perder peso por não ter acesso aos principais nutrientes que compõem esse suplemento. Como esse é um problema muito recorrente na nossa pecuária, criamos um conteúdo para você tirá-lo da sua lista de preocupações.

 

Por que o gado rejeita o sal mineral? 

Alguns produtores têm dificuldade em nutrir os animais quando há rejeição de sal ou até mesmo ração. Em muitas propriedades do Brasil, o produtor serve duas alimentações diferenciadas: uma no período da seca e outra no período das águas. No momento dessa transição, o gado sente a troca e passa a não consumir a quantidade ideal indicada.

Em primeiro lugar, quando há a transição dessas alimentações, que consistem em sal mineral, sal proteinado e ração, os animais tendem a rejeitá-las no início.

Porém, é preciso fazer adaptações para que o plantel se acostume aos poucos. E ainda, não perca peso e tenha o desenvolvimento esperado.

 


banner banner
 

Em segundo lugar, diversas propriedades não conseguem fazer essa mudança devido à rejeição da nova alimentação que é composta por nutrientes escassos no pasto, de acordo com o período.

Geralmente, o animal consome esses produtos ao sentir pelo olfato, decidindo se é agradável ou não. Por isso, é importante que o produtor fique atento a essa mudança no momento da adaptação.

Um dos sucessos da pecuária está na observação do gado. Afinal, o produtor que conhece bem seus animais, os observa diariamente. Assim, quando há mudança no comportamento, é possível saber que existe algo errado com eles.

Avaliar o consumo permite entender se está acontecendo a rejeição ou não e ainda, te assegura se o suplemento está em condições ideais de consumo.  Quando o sal fica empedrado, por exemplo, o gado realmente não o consome.

consumo de sal mineral bovino
O consumo de sal mineral bovino na dosagem adequada mantém o desempenho do gado em dia. Foto: Camp[o Fácil

Dicas para evitar a rejeição do consumo de sal mineral bovino e ração

 

1- Se na propriedade estiver um animal já adaptado e consumindo essa nova alimentação, traga somente ele para o cocho. Dessa forma, os outros animais do lote ao vê-lo consumindo, irão segui-lo também. A segurança de ver um semelhante consumindo a alimentação será suficiente. Os demais ao saberem que não há problemas naquele cocho, também farão uso dele.

2- Faça mistura de um melaço de cana e fubá que farão os animais terem um consumo imediato da alimentação oferecida no cocho. Esse procedimento pode ser feito apenas nos primeiros dias, até o rebanho se acostumar com os novos suplementos.

Caso ofereça cana, fique de olho para evitar as abelhas. Pois, por ser um alimento doce, é comum esses insetos se apropriarem do cocho, inibindo a presença do gado. E bovino que não come, não engorda, concorda?

O problema pode sim ser evitado. Você pode saber como aqui: Como evitar o acúmulo de abelhas no cocho de animais?

 
banner banner
 

4 pensou em “Consumo de sal mineral bovino: como evitar a rejeição”

  1. Leandro Artur disse:

    Ola !fiz a ração para gado de leite , coloquei 60 kg-Xerém de milho, 25 kg-torta de algodão ,9kg de soja , 3 kg se sal mineral, 1,5 de fosfato bicalcio,500 g de uréia e 200 g de monensina sodica, mas quando fui servir a novilhas elas não querem comer o que posso fazer para estimular mas o consumo da ração.

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Leandro, muito interessante sua pergunta, poderia me enviar por e-mail por favor? O e-mail é: josecarlos@boisaude.com.br

        1. José Carlos Ribeiro disse:

          Olá Leandro, muito obrigado. Conte conosco para as melhores dicas do mundo da pecuária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

×