Concentrado para bovinos de corte com Virginiamicina

Na pecuária, existem diversos tipos de dieta para bovinos. Entre as mais oferecidas, principalmente para bovinos confinados é o concentrado para bovinos de corte. Os ingredientes devem ser oferecidos puros ou é necessária a complementação com virginiamicina?

Para começar, vamos explicar o que é dieta concentrada. Essa alimentação é baseada em ingredientes com teor de fibras abaixo de 20% e alto índice de energia. Como já citamos, é uma dieta muito utilizada no confinamento, devido ao conteúdo energético. É uma dieta com muitos grãos. Entre eles, estão o milho, o sorgo, a soja e até o caroço de algodão.

Até aí, tudo tranquilo, não é mesmo? Você oferece uma ração que dará uma boa projeção de engorda e o gado, por meio de monitoramento, irá ganhar o peso esperado. Mas, isso só acontecerá realmente, se a virginiamicina estiver no cocho. Vamos explicar o por quê.

 

Dieta de concentrado para bovinos de corte

 

O alto consumo de grãos tem bons resultados, mas é preciso atuar com muito cuidado, quando se escolhe esse tipo de dieta. A alta concentração de energia pode ocasionar algumas doenças que, se não diagnosticadas e tratadas a tempo, podem levar o bovino à morte. Entre os problemas graves de saúde estão: timpanismo e acidose ruminal.

O timpanismo acontece quando o gado tem dificuldade na eliminação dos gases e gera uma acúmulo no organismo. A dificuldade de respiração é apenas um dos sintomas, além da falta de apetite e salivação excessiva. Para saber mais sobre, acesse a dica: Como evitar o timpanismo no gado. 

Outro problema é a acidose ruminal. O alto índice de PH ruminal e ácido láctico causam grande desconforto ao bovino, impedindo que a energia oferecida tenha bons resultados. Pelo contrário. Caso tenha casos na sua propriedade, te indicamos a leitura da orientação: Acidose ruminal é evitada com simples ações na nutrição.

 

concentrado para bovinos de corte
Dieta para bovinos baseada em alto teor de energia necessita de virginiamicina para evitar problemas na saúde do gado. – Foto: Foto de boi/Rubens Ferreira

O papel da virginiamicina em dietas baseada em grãos 

 

A dieta para bovinos deve ser criteriosamente selecionada de acordo com a expectativa da engorda e do modelo de negócio da pecuária. Antes de programar o oferecimento da dieta, é importante saber os riscos, além dos resultados.

E quando se fala em dieta concentrada, não tem como citar o uso da virginiamicina. É um aditivo que auxilia na engorda ao facilitar a absorção dos nutrientes consumidos nos grãos e nos sal mineral e proteinado. E mais que isso, pela tecnologia, facilita a ruminação e impede que problemas como a acidose ruminal atinja o gado. Quando for preparar um plano nutricional estratégico, não deixe de incluir a virginiamicina.

O manejo é fácil e prático. Basta adiciona-la no cocho junto a ração. E não esqueça de oferecer água e sombra para o bem-estar.

Amigo produtor, a Boi Saúde acredita que a alta produtividade é guiada por uma informação de qualidade. E para que sua pecuária seja sempre lucrativa, orientamos a leitura e estudo frequentes sobre processos que possam potencializar a engorda. Para complementar essa dica, confira o tema: Como aditivos funcionam na digestão dos ruminantes?. 

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Black Week