Por que não usar apenas sal mineral para bovinos na seca?

Gostou? Compartilhe!

O sal mineral para bovinos é item essencial na boa pecuária. Muitos produtores o utilizam na época da seca. Mas será que apenas esse tipo de sal é suficiente para manter a engorda e evitar a perda de peso devido à falta de pasto no período?

Para que você adquira os conhecimentos por completo, vamos começar explicando o que é o sal mineral e porque o uso é importante na seca.

 

 

O sal mineral precisa fazer parte do dia a dia da pecuária. É um elemento complementar na alimentação, já que supre as necessidades nutricionais não encontradas na ração e na pastagem. A composição é feita a partir da mistura de diversos ingredientes. Para saber qual o ideal para sua propriedade, é preciso conhecer as deficiências do solo.

Dessa forma, poderá garantir uma suplementação balanceada e equilibrada para seu gado.

Por exemplo, se o fósforo e o cálcio não tiverem quantidade adequada no seu pasto, o sal mineral escolhido precisa ter grande concentração desses elementos. Inclusive, esses dois citados, são fundamentais para garantir uma boa reprodução às matrizes.

 

Por que não usar apenas sal mineral para bovinos na seca?
Por que não usar apenas sal mineral para bovinos na seca? – Foto: Pixabay

Sal mineral para bovinos e outros suplementos na seca 

 

Na seca, para potencializar os resultados, você pode usar junto ao sal mineral, os seguintes suplementos:

  • Virginiamicina: É um bom suplemento que pode ser oferecido em diversas fases do bovino: desde bezerros, passando pela recria, até a terminação. Pode e deve ser utilizada não só na seca, mas no período das águas para potencializar os efeitos da engorda, aliada ao ápice nutricional da pastagem. O gado de leite, assim como o de corte, podem consumi-las. É misturada na alimentação, ao adicionar 0,5 kg do produto em 25 kg de sal mineral e oferecer o produto final após a mistura à vontade aos animais;
  • Sal proteinado: a mistura dos dois (sal mineral + sal proteinado) pode, inclusive, potencializar a engorda no período da seca. O indicado do sal mineral é ser usado o ano todo e, ao oferecer os dois no cocho, durante a seca, além de proteger o organismo do bovino contra doenças, a perda de peso é controlada. Os nutrientes estarão reforçados já que a falta de pasto inibe a ingestão das vitaminas e minerais necessários para manter uma engorda contínua;
  • Ureia: é um composto que mantém o peso com baixo custo e resultados bem interessantes. O uso da ureia para bovinos pode ser realizado em todas as épocas do ano, mas principalmente na seca, período que o solo fica pobre em nutrientes e o pasto não fornece as substâncias nutricionais necessárias para manter a saúde do animal, e consequentemente, continuar a engorda. Para servir com sal mineral, a mistura correta é: 30% de ureia para bovinos; 3% de sulfato de amônia; 67% de sal mineral.

 

Planejamento de alimentação na seca 

 

Para que sua propriedade sofra o mínimo possível com as faltas de chuvas, ter um planejamento é essencial. O ideal é começar no período das águas anterior à seca. Existem diversas alternativas de fácil manejo que podem te auxiliar com a alimentação. Dessa forma, a economia com insumos é maior e também com ingredientes para ração e até silagem.

Para conferir como se preparar, clique na dica: Planejamento da alimentação para bovinos na seca.

 

Orientações sobre o oferecimento de sal mineral para bovinos 

 

  • O consumo diário por animal deve ser entre 80 gramas a 100 gramas. Essa quantidade é a indicada para bovinos saudáveis que estão com bom desempenho de engorda;
  • Cocho precisa ser espaço suficiente para que todos os bovinos se alimentem ao mesmo tempo;
  • Adquira produtos de empresas confiáveis e de qualidade;
  • Acompanhe o consumo diário para checar se há rejeição, principalmente quando há troca de produto (marca) ou início de oferecimento para um novo lote;
  • É possível evitar que o sal empedre no cocho. Basta seguir alguns cuidados para evitar prejuízos. Te orientamos na dica: Como evitar que o sal empedre no cocho.
 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*