Ração para bezerros: aprenda aqui como fazer

Gostou? Compartilhe!

Manter o aumento de peso desde os primeiros meses de vida é o ideal para que a propriedade tenha o retorno financeiro esperado. Se você está com dificuldade de engordar os bovinos, aprenda aqui uma receita de ração para bezerros.

 
banner banner
 

 

Neste conteúdo, você terá acesso aos temas:

 

 

Ter um animal bem nutrido é sinônimo de crescimento saudável e engorda eficaz. Desde o nascimento, passando pela puberdade, até o abate, o foco na nutrição deve ser prioridade. E como potencializar a alimentação de novos bovinos? Nós, da Boi Saúde, preparamos uma receita de ração para bezerros para que você tenha ótimos resultados com seu gado.

A alimentação para bezerros pode ser oferecida a partir da sétima semana de vida. Inclusive, é nessa fase que o processo de desmama começa, quando realizada precocemente. Algumas propriedades fazem a desmama a partir dos sete meses de idade.

Por não receber mais os nutrientes do leite, principalmente do colostro, que é produzido nos primeiros dias após o parto, a alimentação oferecida precisa ser muito nutritiva.

 

Receita de ração para bezerros
Receita de ração para bezerros potencializa a pecuária da propriedade. – Foto: Rubens Ferreira/@fotodeboi

Receita de ração para bezerros

 
A melhor receita de ração para bezerros é aquela que é barata e que promove a engorda. Vamos aprender como fazer?

Comece selecionado ingredientes de qualidade. Depois foque na proporção adequada. Fique tanto à quantidade. Todos os bezerros precisam ter alimento suficiente para não passar fome e ainda, consumir a dosagem por dia.

Para aprender a fazer sua própria ração, clique aqui: receita de ração para bezerros grátis.

Uma maneira de saber se está dando certo, é acompanhar o desenvolvimento dos bezerros. E não deixe de avaliar o consumo também. Observe se os animais estão consumindo o oferecido no cocho.

Entretanto, conscientize todas as pessoas envolvidas na lida. A receita de ração para bezerros é apenas um dos caminhos da lucratividade na pecuária.

Bem-estar animal, estrutura adequada, nutrição no cocho, manejo e higiene aplicados diariamente, monitoramento do comportamento do gado, vacinas, controle de doenças, fazem parte de toda a estratégia de um negócio de sucesso.

 

Como oferecer a ração para bezerros

 

Se você tem bovinos de outras idades na propriedade, pode estar se perguntando como fará para que apenas os bezerros consumam a ração própria para essa fase?

Uma dica é ter um espaço exclusivo para os bezerros. Sim, um espaço, pois um cocho não basta. Os outros animais terão acesso, afinal, impossível eles entenderem que aquela ração é apenas para bovinos jovens.

Mas, como resolver essa questão? O nome da solução é creep-feeding. Um espaço restrito apenas a animais de pequeno porte.

Um cercado simples e baixo é o suficiente. A propriedade não precisa investir muito dinheiro na construção. Inclusive, existe a possibilidade de construi-lo com pneus usados e madeiras descartadas: Curral ecológico e econômico é construído com pneus usados. 

 

ração para bezerros creep feeding
O creep feeding favorece o consumo da ração para bezerros. – Foto: reprodução/CPT

Além da ração para bezerros, não descuide da desmama

 

Esse é um processo de extrema importância na pecuária. Por ser uma das fases que mais estressam os animais, exige cuidado extra no planejamento.

Existem alguns métodos que amenizam esse estresse não apenas para os bezerros, mas para as matrizes também. Mais que o método de desmama escolhido, aplique-o apenas quando o animal atingir 90 quilos. Ainda, a idade, como já reforçamos no início do texto, é a partir dos sete meses.

Alguns pecuaristas adotam o desmame precoce. Quando apartam a matriz do bezerro antes dos sete meses. Antes de colocar essa prática no seu rebanho, analise se sua pastagem está adequada e em boas condições nutricionais para atender as necessidades de saúde e engorda.

Sempre reforçamos que o bem-estar animal é um aliado da alta produtividade. Rebanho bem tratado é sinônimo de produção de qualidade.

 

Quando começar a introduzir alimentos sólidos aos bezerros?

 

Os alimentos volumosos, de acordo com a Embrapa, podem ser consumidos por bezerros, a partir da segunda semana de vida. Por exemplo, feno verde ou capim picado são boas sugestões.

Além dessa introdução para alimentos sólidos, um dos objetivos é trabalhar o rúmen desde a fase inicial de vida. Mais à frente, reforçaremos a importância da qualidade da pastagem. Entretanto, quando se trata de jovens animais, que estão iniciando a fase alimentar, a qualidade é fundamental. Uma das espécies indicadas, está o capim aries.

Não que seja proibido, porém, evita dar silagem para os bezerros até completarem três meses de idade. A justificativa é que esse formato de alimentação não desenvolve o rúmen como esperado.

Aproveite que você está aqui e tire outras dúvidas:

 

Água é fonte de vida para os humanos e bovinos também

 

É muito comum na nossa pecuária, o oferecimento de água em baldes para os bezerros. Tem até uma justificativa: fácil acesso.

Se você é um dos adeptos, troque a água todos os dias. Em primeiro lugar, a água precisa sempre estar limpa e fresca. Em segundo lugar, deixe os baldes em locais que facilitem e incentivem o consumo.

Ofereça a água logo na primeira semana de vida do bovino. O bezerro que bebe água tende a consumir mais concentrado.

No desenvolver da idade, o bebedouro já pode ser utilizado. Entretanto, os cuidados com a qualidade da água são essenciais.

 

 

Comece a ter animais mais produtivos antes do nascimento

 

Amigo produtor, vamos ser bem sinceros com você! Você pode oferecer a melhor receita de ração para bezerros. Mas, o trabalho precisa ser feito de forma completa.

A nutrição realmente adequada deve começar até mesmo antes da monta. Preparar o organismo da matriz, fortalecendo-o com cálcio e fósforo, garante a formação de um bezerro sadio desde o útero.

E assim como os bezerros, as vacas de cria também merecem uma ração específica para atingir o desempenho, preservarem a saúde em dia e, ainda, gerar animais fortes. Saiba mais: Ração para vaca de cria. 

Isso significa que suplementar o animal é algo para a vida toda. Se você ainda não sabe o que oferecer, pode começar com a dica: Virginiamicina em matrizes: pré e pós-parto.

Outro benefício é a prevenção de outros problemas que acontecem com as matrizes:

 

Como produzir bezerros maiores?

 

Seguindo a dica acima, se o foco da sua propriedade é produzir bezerros maiores a cada temporada de reprodução, chegou o momento de você saber como bater mais essa meta.

Além da ração, a pastagem nutritiva, de espécie adequada para seu clima e região favorecem esse tipo de produção. Os parasitas e verminoses presentes no pasto passam a ser inimigos da criação de bezerros maiores. Então, lide muito bem com esse problema. A prevenção é sempre muito mais barata e fácil, quando temos que lidar com esses desafios de frente.

O cuidados com os jovens animais logo que nascem é outro ponto muito importante. O colostro é considerado como uma vacina. Logo nos primeiros momentos de vida, esse líquido precioso garante uma dose de imunidade, evitando infecções e doenças graves. Entre elas, a diarreia.

Então, para revisão, além da ração e suplementação para as vacas de cria antes mesmo da estação de monta, prepare bem a pastagem. Durante a seca, quando as forrageiras perdem a qualidade e ficam sem vida, ofereça silagens. O pastejo rotacionado e a irrigação auxiliam a reduzir esses danos.

Como são muitas tarefas, divida-as muito bem entre seus funcionários. Todas as pessoas da equipe, quando estão alinhadas, sabem. que fazer naquele dia e nada passa batido.

Já pensou em fazer reuniões semanais? Em meia hora, você distribui as atividades. Faça uma tabela, se necessário. O importante é se organizar e manter todas as atividades do manejo produtivas.

 

ração para bezerros maiores
A produção com alto desempenho vai além da ração para bezerros. Começa antes da estação de monta. – Foto: Auly Trindade

Bezerro com diarreia? Trate o problema o mais rápido possível

 

Nascer com a imunidade baixa é muito comum. Com isso, é muito importante o colostro logo nos primeiros dias. Mesmo com esse consumo, a diarreia é comum.

O ponto principal a ser observado é como estão as fezes do bezerro. Quando se deparar com dejetos esbranquiçados, com sangue e também odor incomum, consulte seu veterinário.

Quando o animal fica muito tempo nessa situação, tem possibilidade de entrar em quadro de desidratação. Infelizmente, é um perigo para a saúde que, em casos graves, pode levar à óbito.

Assim que se deparar com algum bezerro com diarreia, ou até mesmo animal adulto, tome algumas medidas para que o problema não se intensifique na propriedade e se alastre para outros bovinos. A principal delas é isolá-lo dos demais. E não é largado em qualquer canto não. O espaço tem que ser confortável, com alimentação e água. Siga as instruções que o profissional de confiança irá te passar.

Sobre as outras ações, não se preocupe. As dicas são bem simples, quando comparados às chances de perder um animal.

Uma delas é fazer o controle de moscas e demais insetos na propriedade. Entendemos que é impossível controlar a presença de todos os voadores no local. Porém, reduzir a proliferação, e acima de tudo, evitar a atração, garante uma prevenção extra de doenças.

Entre as atitudes a serem tomadas está evitar o acúmulo de lixo e fezes em excesso. Lama é outro atrativo que também favorece a contaminação. Como já alertamos, é muito comum esses elementos na pecuária. Mas em grande quantidade, prejudica o desempenho dos animais.

 

Soro para bezerros

Caso o soro seja a solução indicada, o preparo é bem simples e com ingredientes de baixo custo. Geralmente, nem precisa sair para comprar, já que são itens utilizados no dia a dia, até mesmo para consumo humano.

A mistura é composta por:

  • 1 litro de água;
  • 4 colheres de sopa de açúcar;
  • meia colher de sopa de sal de cozinha;
  • 1 colher de café de bicarbonato de sódio.

Ofereça em baldes, entre quatro e sete litros por dia. Se o animal estiver muito debilitado, a ponto de não conseguir ir até o balde, ofereça você mesmo, diretamente na boca. No entanto, faça o processo com cuidado, da maneira mais gentil possível.

 

 

Além do pasto, coloque sal no cocho

 

E quanto aos tipos de sal, mantenha o oferecimento com uma frequência diária. Ou seja, não apenas no período sem chuvas. Seguindo a estratégia, confira a sugestão:

Sal proteinado durante a seca. Devido a falta de chuvas, a necessidade de proteína é maior, já que não está disponível no pasto. O produtor consegue repor essa substância diretamente no cocho.

Evita a perda de peso e mantém o organismo bem nutrido, a ponto de evitar doenças, quando bem manejado. E assim como a ração, o sal proteinado também pode ser feito na propriedade. O passo a passo, você encontra aqui: aprenda a receita de sal proteinado para gado.

Já o sal mineral ofereça nas águas. Mesmo com as chuvas, o índice de minerais é menor. E a melhor forma de fazer essa reposição é no cocho. Entenda mais a importância: Sal mineral: por que, como e quando oferecer ao gado?  

 

Melhore seus resultados! 

Essa dica foi produtiva para você, amigo produtor? A Boi Saúde espera que esse conteúdo te ajude a aumentar seu desempenho e, consequentemente, seu lucro.

Além do nosso blog, temos um canal de vídeos com dicas rápidas e fáceis com foco em resolver os problemas que mais atrasam a produtividade. Acesse agora: Boi Saúde no YouTube.

 

Referência 

Sistema de Produção de Leite (Zona da Mata Atlântica). Embrapa Gado de Leite. Sistemas de Produção, 1 ISSN 1678-314X Versão eletrônica. Jan./2003

 
banner banner
 

2 pensou em “Ração para bezerros: aprenda aqui como fazer”

  1. Chico Amaral disse:

    Meu bezerro de 3 meses deita e não consegue levantar sozinho !

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Chico, obrigado por nos acompanhar! Essa dica pode lhe ajudar bastante, para saber mais acesse o link a seguir: https://dicas.boisaude.com.br/bezerro-nao-consegue-se-levantar/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*