fbpx

Retenção de placenta em vacas: o que fazer e como prevenir

 
banner banner
 

A retenção de placenta em vacas pode acontecer até mesmo em animais sadios, sem problemas apresentados durante toda a gestação. O agravante precisa ser identificado rapidamente, pois pode causar infecções, levando a matriz à óbito. E você saberá neste conteúdo o que fazer quando se deparar com essa situação na propriedade.

Em partos sem problemas, a placenta da vaca é expelida naturalmente pelo útero da vaca até 12 horas após o nascimento do bezerro. É importante que, assim que o produtor identificar o trabalho de parto, deixe a vaca num local reservado, uma espécie de pasto-maternidade. Nesse lugar, a matriz receberá os cuidados necessários, com água e alimentação, além de ser constantemente observada.

A estrutura do pasto-maternidade não demanda investimentos extras. Você poderá usar cercas que já tenha na propriedade, assim como cochos e bebedouros.

Para saber mais, acesse: Pasto maternidade: conheça as instalações.

 

Retenção de placenta em vacas
A retenção de placenta em vacas pode ser evitada com uma boa nutrição e ração no cocho. – Foto: Safari Nelore

O que fazer quando há retenção de placenta em vacas

 

Caso a placenta não seja expelida naturalmente pelo organismo da vaca, há duas alternativas: retirada manual ou a partir do uso de antibióticos.

O profissional que poderá avaliar a melhor alternativa é o veterinário ou o zooctenista. Caso a manual seja a opção mais indicada, após a avaliação do animal, há necessidade de uso de material esterilizado. Use luvas e avental para o procedimento.

Sobre o uso de antibióticos, precisa ser seguido à risca para que o resultado seja positivo. O tempo indicado para a retirada manual é de até 36 horas após o parto, assim como o início do tratamento de antibióticos. Caso o uso de medicamentos seja a escolha, a placenta pode ser expelida até nove dias, após o nascimento.

Esse prazo de 36 horas é muito importante, pois quando é ultrapassado, a retirada pode ser difícil. Em consequência, a placenta pode se decompor no útero. Quando isso acontece o risco de infecção generalizada é muito alto.

 

 

Como evitar a retenção de placenta em vacas de cria 

 

Para evitar o problema, basta oferecer à matriz, desde antes da temporada de monta, uma alimentação balanceada. Ao selecionar as vacas para a estação de monta, insira no planejamento apenas aquelas que estejam com o escore corporal indicado para gerar uma nova vida.

Aprenda como fazer essa avaliação: Seleção de matrizes bovinas: escore corporal. 

Feito esse importante passo, estruture um bom plano nutricional e alimentar. Uma das formas mais fáceis de evitar a retenção de placenta em vacas é direto no cocho. Escolher uma ração própria para as matrizes, mais que fortalecer o organismo, promove um desenvolvimento dos bezerros acima da média.

 
banner banner
 

Os suplementos fazem total diferença na nutrição, consumo e absorção dos minerais, proteínas e vitaminas necessárias para uma taxa de prenhez que dê condições para a produção de um bezerro por ano.

Esse número parece distante da sua realidade? Porém, amigo produtor, é possível. Estruture bem a sua reprodução, fique atento aos detalhes e monitore todos os dias o comportamento do seu gado.

Para mais dicas e conteúdo sobre pecuária, inscreva-se gratuitamente no canal de vídeos: Boi Saúde no YouTube.

12 pensou em “Retenção de placenta em vacas: o que fazer e como prevenir”

  1. A minha vaca teve filhote na sexta feira.
    E eu estou vendo um cordão pendurado nela, acredito q a placenta n saiu.
    Aplicamos nela placentina e ainda não saiu o q devo fazer?

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Viviane, obrigado pelo seu comentário, sinto muito por estar nessa situação, sugiro que procure um veterinário de sua confiança o mais rápido possível!

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Ana, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

  2. Carlos fabiano de Andrade disse:

    Gostei muito do seu artigo

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Carlos, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando!

  3. Cursos Online disse:

    Olá aqui é a Nayara Rodrigues, eu gostei muito do seu artigo seu conteúdo vem me ajudando bastante, muito obrigada.

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Nayara, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando!

  4. Já vem um dia que minha vaca criou e ainda não jogou a placenta.quanto tempo é normal esperar?

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Anelise, em partos sem problemas, a placenta é expelida naturalmente pelo útero da vaca até 12 horas após o nascimento do bezerro. Caso a placenta não seja expelida naturalmente pelo organismo da vaca, há duas alternativas: retirada manual ou por uso de antibióticos. O profissional que poderá avaliar a melhor alternativa é o veterinário. O tempo indicado para a retirada manual é de até 36 horas após o parto, assim como o início do tratamento de antibióticos. Caso o uso de medicamentos seja a escolha, a placenta pode ser expelida até nove dias, após o nascimento.

  5. Boa tarde minha vaca está com plancenta dentro ainda um que faço porfavor mim ajudar

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Michele, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

×