Preço do boi: qual o melhor momento para negociação

Gostou? Compartilhe!
 
banner banner
 

O pecuarista que não se preocupa ou até mesmo acompanha o preço do boi diariamente está perdendo dinheiro. Como não acompanhar números tão importantes que impactam o lucro final da propriedade?

É por esses e outros motivos que hoje, a dica da Boi Saúde será toda baseada no preço do boi.

Nas linhas abaixo, você entenderá todas as informações necessárias sobre o mercado bovino. O objetivo é criar uma cultura para que você organize seu negócio, calcule melhor o preço no momento da compra e da venda e, claro, atinja os objetivos econômicos mais rápido que o esperado.

 

Neste conteúdo, você terá acesso aos temas:

 

Por que preciso acompanhar a cotação do preço do boi?

 

A economia de todos os países é afetada diariamente por fatores internos e externos, por aspectos positivos e negativos. O Brasil tem diversos históricos econômicos e como tem o agronegócio como uma das bases principais do Produto Interno Bruto, a mudança nos números são frequentes.

Por isso, sempre na fase pré-negociação, consulte sempre o preço do boi.

Existem diversas entidades que divulgam diariamente a arroba atualizada como a Scot Consultoria e o Cepea.

 

 

Qual melhor momento para negociação do gado?

 

Quando há mais procura e menos oferta. Nessas situações, o preço do boi realmente fica nas alturas ou cai drasticamente. Essas situações acontecem em alguns nos casos, conforme exemplos abaixo:

 

Entressafra do boi

A entressafra do boi acontece no período de transição entre a seca e as águas. Nesse momento, as propriedades que atuam no regime a pasto estão recuperando o peso.

Mesmo com o crescimento do confinamento, a nossa criação de gado a pasto gira em torno de 95%, segundo a Embrapa. A vantagem do confinamento é ter gado para comercializar o ano todo.

Entretanto, mesmo os criadores que adotam o sistema a pasto têm condições de sair da seca com o gado pronto para terminação e comércio.

Chegar à entressafra com o gado pronto para o abate é um desafio para os produtores que ainda não adotaram uma estratégia nutricional adequada. Entrar na seca com o organismo preparado e protegido para essa fase em pasto é um dos pontos.

Durante os meses sem chuvas, reforçar o sal proteinado aliado à ureia, evita a perda de peso. Quando complementado com uma boa ração, silagem e uso de aditivos como a virginiamicina, mais que bater a meta de arrobas, o seu rendimento de carcaça chega a um patamar nunca alcançado antes.

Como resultado, você terá condições de comercializar e lucrar mais.

 

Falta de produto no mercado

Em algumas épocas, o consumo de carne aumenta. Festas de fim de ano, como natal e ano novo e até mesmo eventos como Copa do Mundo, incentiva comemorações e o consumo de carne.

Independentemente do formato churrasco, carne assada, cozida, a compra é maior. Então, programe-se para manter o seu gado no ponto próximo a essas épocas.

 

Embargos

Nos momentos de embargos de países que são parceiros e bons compradores de carne brasileira, há também um impacto no preço.

Geralmente, esses embargos acontecem quando existe suspeita ou confirmação de produto potencialmente contaminado.

A doença da vaca louca está muito bem controlada no Brasil e quando acontece possíveis focos, o embargo acontece, afetando o preço do boi em todo o território nacional.

 

preço do boi confinamento
Atuar com confinamento garante ter condições para comerciar quando o preço do boi está disparado. – Foto: RC Agropecuária

Como iniciar uma negociação de venda de gado?

 

Venda de gado

Em primeiro lugar, analise bem como está a cotação no dia do fechamento do negócio. Em segundo lugar, busque compradores e frigoríficos de confiança.

Mantenha-se sempre conectado em uma rede de indicação de compradores. Faça parte de grupos locais. E, dê preferência para negociação com compradores próximos à sua propriedade. Dessa forma, o gado comercializado não sofrerá com grande distâncias sobre o deslocamento.

 

Compra de gado

Pesquise sempre a genética do gado e histórico do proprietário.

Analise bem as condições corporais, principalmente quando parasitas e outras doenças que podem ser transmitidas a todo o rebanho.

Caso participe ou tenha envolvimento com associações de criadores de raças, aproveite para trocar informações e pedir indicação dos melhores vendedores.

O gado que você insere na sua propriedade será reflexo do seu produto final. E ainda, se você atua com reprodução animal, o cruzamento com gado de pura origem faz toda a diferença.

Além da compra direta com compradores, existem os leilões que exigem algumas regras para comprador e vendedor.

Se você está nessa fase de ampliar seu rebanho, leia todas as nossas dicas sobre o tema:

 

Como manter o boi gordo para a entressafra

 

Já demos abertura acima, mas aqui iremos abordar os detalhes.

Você já se perguntou porque seu gado não engorda o suficiente para comercializá-lo na época de alta da arroba?

Algo errado está acontecendo, principalmente no que você serve no cocho.

Então, te indicamos a começar pelo básico. Você está servindo algum tipo de sal? Se sim, seria apenas na seca ou o ano todo?

Te questionamos a respeito disso, pois até a própria Embrapa recomenda que o sal seja oferecido todos os meses do ano. Impossível oferecer todos os nutrientes necessários para a engorda no pasto e na ração. Com isso, o sal cumpre muito bem o papel de evitar que o gado perca peso. Ou até mesmo, deixe de engordar no tempo esperado.

Existem três tipos de sal bem utilizados na criação de gado e que proporcionam bom resultado. Cada um tem uma função diferente. E o melhor é que podem ser produzidos na propriedade.

Então, aprenda os ingredientes, a receita e o modo de fazer passo a passo de cada um deles. E o material é grátis. Aproveite a oportunidade de melhorar seu lucro e ter condições de comercializar na época que o preço do boi gordo está nas alturas.

 

Receita de sal para gado

 

 

preço do boi
Ter suplementos no cocho garante ter produto para negociar quando o preço do boi está em alta. – Foto: Campo Fácil

Complemente os suplementos com ração de qualidade

 

Já que seca não tem pasto, o gado não pode ficar com fome de jeito nenhum.

A saída é oferecer direto no cocho a ração que o alimente e também dê condições para a engorda.

Se você atua com diversas fases na propriedade, fique bem atento porque cada uma delas exige uma ração diferente. Dessa forma, o animal crescerá forte,  saudável e com o desempenho e desenvolvimento esperados.

Não sabe por onde começar? Então, pare de se preocupar agora mesmo.

 

Você fechou a venda com um bom preço de boi. E agora, como transportar?

 

Você fez tudo como manda a boa pecuária. Atuou com bem-estar animal, ofereceu alimentação e suplementação adequada, controlou doenças e parasitas. O gado engordou e correu tudo bem até então. Por isso, não vai ser no momento do transporte que todo o seu esforço será em vão.

Comece pelo princípio de não transportar o gado de qualquer jeito e em qualquer caminhão. Contrate motoristas de confiança e, se puder, peça recomendações.

Acima de tudo, faça uma vistoria antes de inserir os animais. Depois disso, descarte todos os objetivos que possam causar algum feriado no embarque, desembarque e durante o trajeto.

Em conclusão, todo esse cuidado não é a toa. O gado pode perder peso entre a propriedade e o frigorífico ou comprador, devido ao estresse do transporte. Com isso, perder rendimento de carcaça, deixar a carne escura, causando prejuízos ao comprador.

 

 

Confira dicas rápidas sobre o transporte:

 

  • Em trajetos longos, faça paradas para o gado se alimentar e tomar água;
  • Faça vistoria nos lotes que serão embarcados. Os que apresentarem comportamento ou sintomas de qualquer tipo de doença não devem ser transportados;
  • Bovinos sem chifres têm menos riscos de acidentes e lesões graves;

Para se aprofundar mais, indicamos a leitura:

 

Aumento do seu lucro com o preço do boi

 

Essa foi apenas mais uma dica das milhares que a Boi Saúde tem disponível nos diversos canais e redes.

Acompanhe as nossas orientações em vídeo no YouTube, clicando aqui. Aproveite o acesso, inscreva-se no canal e ative as notificações.

E não deixe essa página sem escrever seu comentário no campo abaixo. Qual seu tipo de pecuária e cidade onde atua?

Por fim, te desejamos muito sucesso e prosperidade nos negócios.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

×