Inoculante para silagem: o uso é necessário?

Gostou? Compartilhe!

Você utiliza inoculante para silagem, amigo produtor? Será que é realmente necessário? Não se preocupe, você saberá se está no caminho certo com esta dica! Afinal, o grande objetivo da Boi Saúde você já sabe: proporcionar mais resultados aí dentro da sua propriedade.

Então, vamos começar!

 

Neste conteúdo, você terá acesso aos temas:

 

Em primeiro lugar, a silagem é uma forma de alimentação que muitas vezes salva o produtor durante a seca. Além disso, é possível utilizar desde milho, que é o mais comum, até sorgo.

Em segundo lugar, é possível prepará-la durante as águas e fazer o oferecimento na seca, quando a falta de pasto acontece e os bovinos ficam sem essa opção de alimentação, por exemplo.

Acima de tudo, se preparar para ter ração adequada para oferecer aos animais no período mais crítico do ano é essencial.

Existem alternativas que podem fazer com que o gado não sofra o impacto na balança e também no desempenho da produtividade.

 

inoculante para silagem trator
Inoculante para silagem é um aditivo que preserva o material que será oferecido aos bovinos. – Foto: reprodução/ Brutos do Campo 07

Para que serve o inoculante para silagem?

 

A fermentação é a base do sucesso de toda silagem, não importa a matéria-prima. E o inoculante é um componente com bactérias homofermentativas, responsáveis pela fermentação. Sendo assim, o PH diminui e o oxigênio no silo é reduzido.

O ácido lático que o inoculante proporciona para a silagem é a vantagem do uso. Auxilia também a evitar a deterioração do material que será oferecido aos animais.

 

É obrigatório o uso de inoculante para silagem?

 

Não é obrigatório. No entanto, em casos de necessidade rápida da silagem, o produtor pode utilizar para acelerar o processo de fermentação.

Sem o inoculante, todo o processo dura até 30 dias para que a silagem atinja o ponto ideal de fermentação para proporcionar boa nutrição ao gado. Com o inoculante, é possível acelerar esse processo para até 72 horas.

Só fique atento para sempre adquirir produtos de qualidade e de boa procedência. Isso é fundamental para a saúde e bem-estar do animal.

Outro fator que temos que te relatar: todo o processo de produção de silagem precisa ter qualidade e atenção desde o momento da colheita até a abertura da saca para abastecer o cocho.

Não queria colocar toda a responsabilidade de uma silagem de alto nível em cima apenas do inoculante. Esse aditivo é apenas uma parte de todo o processo.

Independentemente da matéria prima, tenha cuidado na escolha no momento da compra e caso cultive na propriedade, no ponto mais adequado da colheita.

 

inoculante para silagem
O uso de inoculante para silagem potencializa e preserva os nutrientes. – Foto: reprodução/@agro_hitech

Qual o melhor inoculante para silagem?

 

Com a tecnologia cada vez mais avançada e investimentos no agronegócio, hoje temos diversos tipos de inoculantes para silagem disponíveis no mercado.

Inclusive, alguns até próprios a partir dos ingredientes. Por exemplo, inoculante para silagem de capim, inoculante para silagem de milho, outro próprio para cana. E por aí vai.

Uma informação muito importante é sempre seguir as orientações de embalagem e sempre vedar muito bem o silo. Se precisar de ajuda ou uma orientação mais aprofundada, consulte um zootecnista.

A venda do produto está disponível em casas pecuárias, agrícolas e também na internet. Uma rápida pesquisa em sites de busca, você já se depara com muitas opções, fabricantes e até preços.

Toda compra precisa ser inserida na planilha de controle de gastos da propriedade. Não esqueça disso. Assim como o gado precisa de manejo diário, o seu fluxo de caixa também.

Antes mesmo de qualquer compra, analise como está a saúde financeira da sua propriedade. Uma planilha, aquelas de excel mesmo, ajuda bastante.

E não precisar montar uma do zero. A Boi Saúde já fez isso para você. Afinal, facilitar a vida do produtor é um dos nossos princípios. Então, ganhe agora mesmo o seu modelo de planilha de controle de contas feito exclusivamente para propriedades rurais. Clique AQUI.

 

Além do inoculante para silagem, preste atenção no silo

 

Já que te chamamos a atenção sobre a importância de todos os processos, o silo é outro fundamental. São vários modelos e tipos. O que importa é escolher um que atenda as necessidades da sua produção, no seu bolso e proporcione o melhor resultado final.

O local onde o material descansa, ainda sem estar nas sacas, tem algumas características. Local, vedação, material para vedação, profundidade são elementos a serem levados em conta.

Você pode comprá-lo pronto, ou se preferir, fazer um na propriedade:

 

Por que utilizar a silagem na pecuária?

 

Já te demos uma prévia sobre os benefícios do uso da silagem lá no começo do texto.

Mas essa alimentação faz tanto sentido na nossa pecuária que não seria justo dar mais detalhes sobre ela. Ou até mesmo, te indicar a começar a oferecê-la para seus animais na próxima seca.

A facilidade na programação alimentar é uma das vantagens. Quanto mais você está preparado, mais foco em outros demandas terá. Já pensou ter que parar a lida porque você descobriu que naquele dia não tem alimentação para o gado? O que fazer? Pasto seco, sem chances…

Então, com esse exemplo, vamos te dar condições de promover uma boa pecuária com muito planejamento, além do uso de inoculante para silagem.

Por fim, se você ficou interessado em oferecer esse tipo de alimentação, preparamos uma dica só sobre a silagem de milho: Silagem de milho para gado.

 

inoculante para silagem silo
O silo é outro fator importante no processo, além do uso de inoculante de silagem. – Foto: Rodrigo Paniago

Como preparar silagem?

 

Cada matéria prima demanda um preparo diferente. Isso porque o ponto de colheita de cada cultura precisa seguir o ápice nutricional.

O milho, por exemplo, tem duas formas de produção de silagem: em matéria e grão úmido. Cada uma delas, demanda um tempo de colheita.

Quer saber mais são as mais comuns? Continue com a gente nas próximas linhas.

 

Silagem de capim

Capim é a principal alimentação do gado no Brasil. Até mesmo os bovinos que são criados em sistemas de confinamento têm condições de fazer o uso em formato de silagem.

Já que temos disponíveis diversas espécies de forrageiras, sempre se atente a oferecer aquela que proporciona uma melhor nutrição para o seu gado. Ou que até mesmo, potencialize e dê uma melhor qualidade na produção de carne e leite.

 

Silagem de milho

O uso do milho na pecuária é muito comum. Em grãos, moído, na ração, como fubá ou como silagem, está sempre presente na alimentação do gado.

Esse alimento só não é mais utilizado devido ao preço que sempre enfrenta altos e baixos.

Quando estiver com um bom valor de mercado, produzir a silagem é um meio de preservar os nutrientes e garantir um estoque. Aquela dúvida sobre o que oferecer para o gado fica para trás, quando se tem sacas preparadas para a oferta aos animais.

Por ser tão utilizada, você concorda que a silagem de milho merece um conteúdo próprio, com todos os detalhes possíveis? Sua resposta foi sim? Então, clique aqui: Silagem de milho para gado: aprenda tudo sobre.

 

Silagem de cana

Com um grande potencial de produção de massa e energia por unidade e área, a cana tem grande vantagem em relação aos demais tipos de silagem. Produz muito mais material no mesmo espaço, quando comparado com o milho e sorgo.

Ainda, o uso da cana é frequente a partir das sobras que ficam no fim da safra.

No caso da silagem de cana, o uso de aditivos vai além da conservação. Mas também do controle da produção de etanol.

O uso de inoculante neste caso é uma ótima alternativa. Principalmente, aquele com a bactéria Lactobacillus buchneri promove a redução de até 50% do etanol. Esse dado comprova que o inoculante para silagem é muito mais que um conservante.

 

Quanto de silagem devo produzir?

O suficiente para que você enfrente o período da seca e garanta que seus animais não irão passar fome. Ainda, migo pecuarista, esse alimento precisa ter qualidade. Por isso, a importância do uso do inoculante para silagem. Preservar ao máximo as características nutricionais do ingrediente em questão, até proporciona uma certa economia não só de dinheiro, mas de tempo.

Já pensou todas as horas da produção mais o custo dos materiais irem por água abaixo porque a silagem mofou?

A dica é calcular sempre a quantidade de silagem que você vai precisar por um determinado período mais o quanto de inoculante.

Então, calcule muito bem o consumo diário, a partir da quantidade de cabeças. Cada fase exige uma porcentagem diferente. Com isso, planeje de acordo com o número de bovinos por idade e também por produção:

    • Vacas Leiteiras: até 20Kg/cabeça ao dia ou cerca de 3% do peso vivo;
    • Vacas Secas: 9 a 15Kg, por cabeça ao dia;
    • Touros: 1,5% do peso vivo;
    • Bezerros e novilhas: 5 a 6 Kg ao dia;
    • Gado em engorda: em torno de 3% do peso vivo.

 

 

Talvez você também se interesse por essas dicas:

 

Além da silagem…

 

Não é só o inoculante, como aditivo, que promove bons resultados na pecuária.

Temos, por exemplo, a virginiamicina, que é um aditivo que atua direto na fermentação ruminal, alterando os padrões e proporcionando um melhor desempenho do gado.

O resultado é sentido direto na balança. Todas as fases de criação, assim como todos os sistemas, apresentam ganho do peso, a partir do uso que é muito simples.

Diferentemente do inoculante da silagem, que precisa ser misturado no momento de preparo, a virginiamicina já vem pronta direto para o cocho.

Para potencializar o aumento da arroba, o pecuarista pode fazer até mistura com sal mineral. Já pensou esses dois aliados juntos, trabalhando de forma muito prática no aumento da sua produtividade? Pois é isso que acontece.

Se você ainda não consegue esse suplemento, te apresentamos mais informações: Concentrado para bovinos de corte com Virginiamicina.

Agora, se preferir, podemos te explicar e esclarecer todas as dúvidas, de acordo com as informações pessoais da sua produção. Só solicitar uma consultoria que entraremos em contato: agende aqui sem nenhum custo.

 

Outros suplementos

Como a silagem é muito oferecida na seca, uma fase muito difícil para uma grande parcela de produtores, aliá-la a outros suplementos é muito comum.

A ureia é um deles. Considerada pela Embrapa uma fonte de nitrogênio de baixo custo, evita a perda de peso sem inflar os custos de produção.

A única atenção é no contato com a água, fazer a adaptação nas primeiras semanas e ainda, não ultrapassar a dosagem diária.

Parece um desafio prestar atenção em todos esses detalhes, mas o uso da ureia continua muito necessário? Não se preocupe mais.

Uma nova tecnologia está disponível e que evita a intoxicação dos animais, mesmo quando molhada no cocho. É o Total Ureia Premium.

Como essa ureia, o produtor dorme sossegado, sem ter receio de perda de animais por intoxicação. E pelo saber mais agradável, tem uma aceitação maior pelos bovinos.

 

Cuidados extras

 

Não podemos encerrar esse conteúdo sem indicar que o uso do inoculante para silagem é apenas parte de um processo para melhoria da produtividade.

Cada atividade do manejo tem seu valor e quando realizadas à risca tem condições de aumentar o peso e render um melhor produto a cada safra.

Então, tenha uma rotina bem organizada, priorize a higiene, o bem-estar animal, siga o calendário de vacinas e conte sempre com as nossas dicas para que o sucesso esteja cada maior dentro da sua porteira!

 

Conteúdo em vídeo…

 

Amigo produtor, conta pra gente: essa dica trouxe mais conhecimento para a sua pecuária? Então, por favor, compartilhe com a gente seu aprendizado! Sabe como? Deixando a sua opinião aqui nos nossos comentários!

Caso tenha alguma dúvida, também fique à vontade para nos escrever! Ficaremos felizes em te responder!

Você sabia que a Boi Saúde tem um canal no YouTube com mais informações e diversos materiais em formato de vídeos? Pois é! Todo o conteúdo disponibilizado por lá é totalmente gratuito e atualizado a cada nova semana!

Você terá dicas e orientações do nosso consultor, José Carlos Ribeiro. Então, acesse agora e aproveite: Boi Saúde no YouTube.

Agradecemos sua companhia até aqui. Até a próxima!

 

Referência

Hora certa de colher, compactação, inoculante: como fazer silagem de capim? Giro do Boi.
PEDROSO, André de Faria . Aditivos na ensilagem de cana-de-açúcar. Circular Técnica 35. Embrapa Pecuária Sudeste.
Pecuária eficiente. Virginiamicina. Phibro Animal Health Corporation.

 
banner banner
 

Como funciona o inoculante?

O inoculante é um componente com bactérias homofermentativas, responsáveis pela fermentação. Sendo assim, o PH diminui e o oxigênio no silo é reduzido.

O que é silagem?

A silagem é uma forma de alimentação que muitas vezes salva o produtor durante a seca. Além disso, é possível utilizar desde milho, que é o mais comum, até sorgo.

Quando é possível preparar a silagem?

Uma boa alternativa é prepará-la durante as águas e fazer o oferecimento na seca, quando a falta de pasto acontece e os bovinos ficam sem essa opção de alimentação.

É obrigatório o uso de inoculante para silagem?

Não é obrigatório. No entanto, em casos de necessidade rápida da silagem, o produtor pode utilizar para acelerar o processo de fermentação.

2 pensou em “Inoculante para silagem: o uso é necessário?”

  1. HAMILTON ANDRADE disse:

    Sempre muito boas as dicas (informações): úteis e ministradas como seta que vai direto ao centro do alvo! Parabéns, mais uma vez!!!

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Hamilton, muito obrigado pelo carinho! Mensagens como a sua nos motivam a trabalhar cada vez mais e melhor! Vamos juntos construir um agro cada vez mais forte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*