Por que o gado nelore é o mais produzido no Brasil?

O gado nelore é a raça mais produzida no Brasil. Será que existe uma justificativa? Nesta dica, a Boi Saúde irá te indicar todas as informações necessárias para que sua criação seja focada na mais alta produtividade.

A raça é de origem indiana e chegou ao Brasil por Salvador, na Bahia, ainda em 1868. Apenas em nosso país, temos 100 milhões de cabeças de gado nelore. É um rebanho e tanto, não é mesmo?

Esse número corresponde a 80% da criação brasileira de bovinos. Por essa grandeza, é considerado um patrimônio nacional, com carne exportada para mais de 140 países.

Por esses dados serem surpreendentes, sendo que temos outras raças já disponíveis e bem consolidadas no país, por que será que é a dominante? É o que vamos descobrir nas próximas linhas.

Aqui no Brasil, a produção principal é com foco na carne. Em outros países como a Índia, por exemplo, é utilizado também para carga e produção de leite.

E desde já, se quiser fazer um comparativo com as outras raças para estudar qual a melhor para  seu negócio, acesse: A melhor raça de gado para corte para você. 

 

Características da criação do gado nelore no Brasil 

 

Características físicas 

O gado nelore tem como característica marcante a pelagem branca que é inconfundível. Pode apresentar também a variação cinza clara.

Os chifres são curtos, grossos e pretos. Existe também a variação do nelore mocho, que caracteriza o nascimento sem os chifres.

A musculatura é bem desenvolvida. Tem tórax grande, assim como as costelas, pescoço e tronco.

 

gado nelore 1024x767 - Por que o gado nelore é o mais produzido no Brasil?
Gado nelore é a raça mais produzida no Brasil. – Foto: Nelore Grendene

Adaptação ao solo e clima do Brasil 

 

Por ser da Índia, um país com clima quente, o gado nelore se adapta muito bem nas terras brasileiras, sendo resistente ao calor, tanto que apresenta bom desempenho na região centro-oeste.

Pela estrutura física, gera menos calor que as outras raças.

Entre as características de ser o gado mais produzido do Brasil está a resistência a parasitas.

Os pelos dificultam a penetração de pequenos insetos que podem causar danos à saúde do animal e também prejuízos na produtividade. A pele é preta e oleosa, que faz com que os insetos que sugam o sangue tenham dificuldade de afetar o bovino.

E isso é um fator super positivo! Quando os parasitas invadem uma propriedade e acometem os animais e o pasto, o trabalho para recuperação pode ser árduo, dependendo do tamanho do problema.

Não deixe que esse problema afete sua produção. Saiba como resolver e também prevenir:

 

Produção de carne 

 

O mercado de agro é exigente. E realmente precisa ser.

O abastecimento de carne de milhões de lares e estabelecimentos gastronômicos deve seguir regras para manter o padrão de qualidade e o produto em condições sanitárias de consumo.

A carne produzida pelo gado nelore tem distribuição de camada de gordura.

Sem contar que a carcaça é a mais valorizada do setor. O sabor é valorizado em diversas culinárias. 

Potencialize seus resultados:

 

Reprodução 

 

Na reprodução, touros e vacas de cria considerados de alta genética provocam uma melhora considerável no rebanho. Uma das vantagens é a longevidade reprodutiva, ou seja, tem uma longa vida sexual e pode render muitos bezerros para serem inseridos no seu plantel.

Leilões de reprodutores que são referência de genética são realizados com frequência, assim como a venda de sêmen para a inseminação artificial, conhecida como IATF. Os considerados PO, que significa Pura Origem, são os mais procurados.

No momento de aquisição do gado nelore com foco na estação de monta, analise as seguintes características:

Vacas

Não deixe de conferir o úbere, fonte de alimentação dos bezerros nas primeiras horas de vida. Deve ter volume pequeno para que dê condições para a amamentação.

Sobre a vulva, aparelho genital da fêmea, precisa estar em condições normais.

A raça tem boa facilidade de parto, habilidade materna e boa abertura pélvica.

Essa última condição reduz as chances de um problema frequente na pecuária: a distocia bovina: Distocia bovina: dificuldade de expulsar o feto durante o parto.

Macho 

Os machos nelore têm instinto de proteção com as vacas de cria.

A bolsa escrotal deve ser fina e com boa pigmentação. Os testículos precisam estar bem desenvolvidos e o prepúcio estar recolhido.

Analise os músculos que precisam apresentar bom desenvolvimento.

Para saber mais sobre reprodução, confira:

 

O gado nelore é o melhor para a sua produção? 

 

Mais que escolher a raça ideal, é preciso oferecer um manejo adequado que a pecuária de corte exige.

Adote um sistema que seja viável e rentável, ofereça ração de qualidade e também pasto sempre verde.

Mantenha vigilância para evitar doenças e foque na qualidade da água oferecida.

Plante árvores no pasto e também no confinamento, caso seja essa sua escolha. A sombra protege do calor, promove bem-estar animal e evita o estresse térmico.

E por último e não menos importante: os suplementos. Com eles no cocho, é possível alcançar as arrobas desejadas e manter um padrão de produtividade sempre em alta.

Clique na dica: Suplementos usados na alimentação do gado de corte. 

E não deixe de conferir nossas dicas em vídeo. Toda semana, novidades para você ampliar seus conhecimentos e ter cada vez mais sucesso na sua propriedade. Acompanhe: Boi Saúde no YouTube.

 

Referência:

Associação dos Criadores de Nelore do Brasil – ACNB

 
Raça de Gado Nelore - Por que o gado nelore é o mais produzido no Brasil?Raça de Gado Nelore mobile - Por que o gado nelore é o mais produzido no Brasil?
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*