Impacto da genética na carne macia

Quem não gosta de degustar uma carne macia e saborosa depois de um dia de trabalho ou em uma reunião com a família e amigos? Com os consumidores cada vez mais exigentes, nós, produtoras e produtores rurais precisamos nos adaptar a nova realidade do mercado e as novas formas de consumo da nossa matéria prima.

E como fazer para atender essa demanda de fornecedores que atendem a exigência de carne macia? O resultado final começa desde a escolha da qualidade genética dos animais que fazem parte do seu rebanho. Claro que não é só esse fator. É um conjunto, como sempre explicamos aqui no nosso blog e demais canais.

Quando você compra animais, se preocupa com a genética e questiona o fornecedor sobre o registro genealógico do gado? Se essas palavras te soam estranhas, te damos uma luz aqui nesta dica: Registro genealógico de gado.

Saber a qualidade genética dos bovinos que serão introduzidos no seu rebanho, principalmente como reprodutores e matrizes. Afinal, a partir deles que um novo plantel será composto.

A genética é assunto tão sério na pecuária que diversas instituições e fazendas renomadas têm centros próprios para estudos, cruzamentos e IATF (inseminação artificial em tempo fixo).

As carnes consideradas premium do mercado são produzidas por raças e animais classificados como alta genética. Você pode começar a aprimorar o gado por meio de compra de sêmen de boi, por exemplo. Se não sabe como proceder, se atente nas orientações: Sêmen de boi: como comprar.

 

Mais que genética para a carne macia… 

 

Sim, amigo produtor, a genética conta muito no resultado final da sua produção. Porém, não basta ter bois e matrizes selecionados a dedo, se o manejo tem falhas que impactam a produtividade. Cada detalhe da lida tem uma importância e que, quando unidos, te proporcionam não só uma engorda de acordo com a expectativa, mas com bom rendimento de carcaça.

 

O que é oferecido no cocho? 

 

A sua alimentação é equilibrada, com ingredientes bons, oferecida em horários adequados para consumo e com a suplementação indicada para cada fase do gado? Parece muita coisa dentro de um único tema, mas é a real preocupação para que todo o investimento não só em insumos, mas em funcionários não sejam em vão.

 

carne macia 1024x706 - Impacto da genética na carne macia
Impacto da genética na carne macia – Foto: Boy Fotógrafo/@boyfotografo.

Pasto 

 

A forrageira e o solo devem receber manejo também. Adubos, fertilizantes e até irrigação, em casos em que há condições financeiras e também estruturais. Ainda, é muito importante manter parasitas, insetos e demais fatores que podem acometer o gado e proporcionar algum problema de saúde. Siga algumas de nossas dicas: Tratamento de parasitas a pasto.

 

Calendário de vacinas está ok? 

 

Essa é uma ação do manejo que não deve ser ignorada de forma alguma. Seguir as regras dos órgãos reguladores é uma forma de proteção não só do seu negócio, mas também de saúde pública. As vacinas previnem doenças e problemas que causam impacto na produtividade e que dependendo do caso, podem ser transmitidas aos humanos. Para se programar melhor e não perder nenhum prazo, confira o calendário: Calendário sanitário para bovinos: como planejar.

 

Redução de estresse fornece carne macia

 

Você sabia que a liberação do cortisol, hormônio do estresse, causa grandes prejuízos, desde a perda de peso até na qualidade da carne. Por isso, indique a todos que estão no trato dos animais a não maltratar e não utilizar ferramentas como porretes e choques. O bovino é um animal com memória, quando tratado de forma que o machuque e cause dor, fica mais resistente às ações do dia a dia.

Além disso, no transporte até o abate, devido a más condições, os animais pode ter a carne escurecida, dependendo do nível de estresse que passam entre a propriedade e o frigorífico. Os cuidados a serem tomados estão disponíveis na dica: Cuidados no transporte de gado de corte. 

 
Sal Proteinado - Impacto da genética na carne maciaSal Proteinado mobile - Impacto da genética na carne macia
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*