fbpx

Bezerros mais pesados: como produzir?

Ter lucro cada vez maior é a meta da maioria dos produtores rurais que atuam na pecuária. Você pode conquistar sua independência financeira produzindo bezerros mais pesados com uma estrutura melhor que a média e se tornando destaque na sua região. 

Basta implementar alguns detalhes durante a lida para você sentir os primeiros efeitos. Neste material, você terá acesso aos principais cuidados desde a seleção de matrizes até a fase de introdução alimentar para que seus bezerros sejam motivo de orgulho e aumentem o retorno do investimento aplicado na produção. 

 
banner banner
 

Ao seguir essas dicas mais os protocolos da boa pecuária como controle de doenças, bem-estar animal, calendário sanitário e outros, é possível que um bezerro alcance 210 quilos e siga para a fase da recria já com sete arrobas. Lembre-se sempre que a pecuária lucrativa é resultado de fatores isolados, que juntos, agregam valor e qualidade na produção e ganho de arrobas. 

 

 

Confira os passos para produzir bezerros mais pesados

Selecione as matrizes e recupere as que estão com condição corporal fraca 

A primeira etapa começa aqui. Sabemos que o assunto deste material é a produção de bezerros mais pesados, mas todo o processo começa ainda no planejamento da estação de monta. As vacas de cria precisam estar muito bem nutridas, já que elas geram os nossos futuros animais

A classificação ideal de escore corporal é a 7 (ECC = 7 – Boa), quando a vaca tem aparência gorda e claramente carrega grande quantidade de gordura. Sobre as costelas é possível sentir uma cobertura esponjosa evidente e também ao redor da inserção da cauda. Começam a aparecer “cintos” e “bolas” de gordura. Nota-se alguma gordura ao redor da vulva e na virilha. 

Aprenda mais sobre escore de matrizes bovinas: Seleção de matrizes bovinas: escore corporal.

Caso no rebanho você tenha vacas magras, sem essa aparência física, é possível fazer uma recuperação direto no cocho com uma ração própria para matrizes. 

 


banner banner
 

Além da ração, muitas propriedades reservam o melhor pasto para as vacas. Como precisam consumir boas doses de cálcio e fósforo para bovinos e outros nutrientes, a engorda é garantida, assim como a formação do novo animal. 

Não esqueça da água sempre fresca e de boa qualidade para manter a hidratação e desempenho do peso do gado no dia a dia. 

Planejamento da estação de monta 

Comece o planejamento ainda na seca. Analise quais animais estão adequados para receber nutrição e entrar na estação de monta. Cada touro cobre em torno de 25 vacas. Então, a saúde desse reprodutor também precisa estar em dia.

No caso da vaca e do touro, o uso da suplementação Total Corte Premium favorece não só a nutrição, mas também a fertilidade. A estação acontece nas águas devido a quantidade e qualidade do pasto ser maior, favorecendo a alimentação das matrizes. 

Se você tem problemas com a taxa de prenhez na sua propriedade, a virginiamicina também auxilia a melhorar o desempenho. A prenhez gira em torno de 70 dias de estação de monta, de acordo com a Phibro Animal Health Corporation, que elaborou pesquisas a respeito. 

Outro ponto importante é a prevenção e redução de problemas reprodutivos que a virginiamicina também proporciona, como retenção de placenta, quando o órgão não é expelido naturalmente 12 horas após o parto e também distocia bovina, quando a vaca entra em trabalho de parto e não consegue expulsar o feto. 

 

A produção de bezerros mais pesados depende de uma série de fatores da lida, além de uma ração própria para a fase. Foto: Fazenda Santa Cecília

A produção de bezerros mais pesados depende de uma série de fatores da lida, além de uma ração própria para a fase. Foto: Fazenda Santa Cecília

Pasto-maternidade 

Agora, monte um pasto-maternidade, local onde apenas vacas próximas ao parto ficam. Outros animais não devem ter acesso no cercado. Instale um cocho e um bebedouro para que as vacas não precisem se deslocar. Saiba como montar: Pasto maternidade: conheça as instalações.

Caso seja um galpão, forre com feno ou forragem para maior conforto e acolhimento da matriz e também do bezerrinho logo após o nascimento. 

O objetivo é proporcionar um local onde as vacas se sintam seguras e tenham bem estar, evitando ao máximo o estresse. 

Aos primeiros sinais de trabalho de parto, acompanhe, mas sem intervenção, a não ser que problemas com a matriz e bezerro aconteçam e precisem de apoio humano.

Nascimento 

Nas primeiras horas de vida, monitore o consumo de colostro bovino, o primeiro leite liberado pela vaca e que garante uma imunidade especial ao bezerro. O líquido considerado a primeira vacina do bovino evita doenças graves como diarreia que, quando intensa, pode levar o bovino a óbito. 

Introdução alimentar para produzir bezerros mais pesados 

Se você quer bezerros mais pesados, precisa focar em uma alimentação especial desde a introdução. E isso se deve desde o pasto oferecido até a ração no cocho que deve ser exclusiva para bezerros. 

Atente-se sempre na qualidade do que é oferecido, principalmente nos ingredientes da ração. Se você não sabe ainda o que oferecer, receba GRÁTIS a receita de ração que a Boi Saúde preparou: 

 


banner banner
 

Quando o produtor segue esses processos, é possível seguir para a fase da recria, com o bezerro pesando em torno de 210 quilos aos oito meses. Essas indicações são proveitosas para as propriedades que desejam produzir mais, melhorar a qualidade do produto e aumentar o desempenho, acrescentando poucas demandas a mais na lida. 

Para mais conteúdo sobre pecuária, inscreva-se gratuitamente no nosso canal de vídeos: Boi Saúde no YouTube.

Foto da capa: Nelore Goes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

×