Fertilizante para pastagem: quando aplicar?

Já que o pasto é a principal fonte de alimentação, nutrição e engorda do gado, os cuidados dispensados no manejo também devem incluí-lo. E a aplicação de fertilizante para pastagem faz parte da rotina da lida. E nesta dica, a Boi Saúde te explica quando fazer o procedimento e a importância dele.

Primeiro, você precisa estudar quais são as necessidades do seu solo. Cada região, com o devido clima, pode demandar de um tipo de fertilizante diferente: Análise de solo: por que fazer na sua propriedade.

É muito importante saber escolher bem o fertilizante que será inserido no seu pasto. Quando feito de forma errada, pode causar alguns danos como desperdício de investimento do produto, degradação ambiental e até baixa produtividade da pastagem.

Saber corrigir a acidez do solo é a ação que deve ser feita antes de tudo. No Brasil, muitas regiões têm o solo com alto índice de acidez e baixo índice de fósforo, que é essencial para a nutrição do bovino.

Entre os componentes de fertilizante mais utilizados no Brasil estão o fósforo, nitrogênio e potássio. Para saber a quantidade exata, de acordo com a sua extensão de terra é também por meio da análise do solo.

 

Fertilizante para pastagem: como aplicar

 

Esse manejo é feito em duas etapas. Após ter escolhido o produto que atendas as necessidades da sua propriedade, suprindo as deficiências do pasto, siga os passos:

1 – Existe a adubação para a formação ou estabelecer os nutrientes que serão utilizados na formação daquela pastagem. O foco aqui é corrigir o solo, oferecendo o necessário para se manter saudável.

2 – A manutenção que precisa ser feita para repor o que é perdido durante o pastejo e também no período da seca. A melhor época para fazer essa atividade é quando o produtor se depara com com baixo potencial produtivo da pastagem e quando sente que é a hora de reduzir a taxa de lotação. Isso acontece porque os bovinos andam mais para buscar locais onde há quantidade maior de pasto para alimentação.

A manutenção deve realmente ser feita quando preciso. O custo para recuperação de pasto é elevado e por impactar o seu fluxo de caixa.

A Embrapa indica que recuperar um pasto gira em custa mais que o dobro em processos mais simples, quando comparado com a manutenção. Já com o uso de calcário, esse valor pode ser maior ainda.

Para saber mais sobre fertilizantes, acesse:

 

fertilizante no pasto 1024x693 - Fertilizante para pastagem: quando aplicar?
Manutenção com fertilizante no pasto é saída mais econômica para o produtor. – Foto: Rubens Ferreira/@fotodeboi

 

Só o fertilizante para pastagem não preserva o pasto

 

Fique atento ao número de animais por hectare

Você tem ideia qual é a lotação máxima de um pasto, amigo produtor? Mais que preservar a pastagem, respeitar o limite, de acordo com a espécie da forrageira, garante que todos os animais inseridos no mesmo pasto terão quantidade suficiente para se alimentar.

Os animais, quando famintos, buscam comida em lugares impróprios. Lixo, plástico, madeira, que além de fazerem mal para o organismo, podem estar contaminados com bactérias que podem levar o bovino até a óbito.

Para evitar o problema e ter uma taxa de lotação adequada, confira a dica: Qual a lotação máxima em pastejo contínuo?.

Outro ponto importante é ter a espécie mais adequada para seu solo e clima. Não é só a raça que precisa ter esse cuidado no momento da escolha, o pasto também: Tipos de capim: qual o melhor para a sua propriedade.

 

Faça ronda para evitar cupins

Querendo ou não, os cupins danificam e muito a qualidade da pastagem. É muito comum os cupinzeiros serem vistos de longas distâncias em locais de pasto. Porém, é possível eliminar esse foco, sem prejudicar o solo e a forrageira. Para aprender uma técnica simples e de baixo custo, clique: Como eliminar cupins no pasto com dicas simples.

 

As cigarrinhas e demais insetos precisam ficar longe

Considerada uma praga, as cigarrinhas impedem o crescimento adequado das pastagens. Em casos mais graves, fazem com que o pasto fique seco e sem vida. Como eliminá-las é um trabalho demorado e exige muita dedicação, o mais adequado é evitar a proliferação na sua propriedade. Quando indicamos que o pasto também deve ter o manejo adequado diariamente, a prevenção das cigarrinhas é um exemplo.

Para evitar, o controle biológico por meio de fungos na pastagem é uma boa opção. Escolher espécies que sejam mais resistentes também já garante uma dor de cabeça a menos.

Se você está se perguntando sobre o uso de inseticidas, é preciso tomar muito cuidado. Nem todos têm o efeito esperado na eliminação desse inseto. E o mais grave é o uso indevido e causar contaminação do seu solo e da água que abastece a sua propriedade.

Previna outros parasitas:

Para o pasto estar sempre verde e abundante, foque nas orientações:

Quer mais dicas e sugestões para alavancar sua produtividade? Confira nosso canal de vídeos: Boi Saúde no YouTube.

Referência:
Manejo de pastagens e utilização de fertilizantes e de corretivos por um grupo de pecuaristas e de profissionais da extensão rural. Embrapa. Comunicado Técnico 78. ISSN 1981-206X São Carlos, SP Técnico Dezembro, 2007.

 
Controle dos Parasitas - Fertilizante para pastagem: quando aplicar?Controle dos Parasitas mobile - Fertilizante para pastagem: quando aplicar?
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*