Parasitas em bovinos: como controlar piolhos

O piolho é um ectoparasita muito conhecido da população. Mas, não são apenas os humanos que sofrem com a coceira que esse minúsculo inseto causa. Nesta dica com foco em parasitas em bovinos, vamos orientar como eliminar e prevenir esse problema que, em casos mais graves, pode causar anemia nos animais.

Não é qualquer tipo de piolho que causa danos sérios aos bovinos. A Embrapa Pecuária Sul, em estudo, indica que existem dois são mais perigosos:

  • O piolho mastigador (Damalinia bovis) – que atinge preferencialmente o pescoço e a base da cauda. É possível ser visto a olho nu, devido a movimentação característica do inseto;
  •  Existe também o piolho sugador (Linognathus vituli) que é encontrado nas regiões da pele como parte lateral do pescoço, focinho, peito, dorso, cabeça e entre os membros.

Quando não tratados assim que identificados, os piolhos, quando encontrados em quantidade em um único animal, pode não só deixar o animal irritado pela coceira, causando desconforto, mas também anemia.

A anemia em bovinos impacta diretamente na produtividade, pois causa fraqueza e perda de peso.  A proliferação é mais comum durante o inverno, sendo de menor incidência, a partir da primavera.

Para eliminar esses parasitas em bovinos, o banho com carrapaticida para controle dos demais insetos que atingem o gado é uma forma adequada, já que os produtos a base de Amitraz tem ação contra os dois tipos de piolho citados.

 

Parasitas em bovinos: impacto no lucro 

 

Como vivem em ambientes abertos, os bovinos estão sujeitos a serem atacados por parasitas de todos os tipos. Piolhos, carrapatos, moscas (do estábulo e do chifre), sem contar com os que atacam a pastagem como cupins e cigarrinhas.

Mais que dor e desconforto, o animal quando entra em estado de sofrimento, não come, não se movimento de forma adequada, o que impacta diretamente no desempenho da engorda.

Algumas medidas simples podem evitar a infestação de parasitas. Uma é cuidar diariamente do pasto. Sim, amigo produtor, não é apenas o gado que precisa de manejo todos os dias. O pasto também precisa de cuidados. Para evitar problemas, indicamos a seguinte leitura: Manejo correto da pastagem. 

 

parasitas em bovinos 1024x741 - Parasitas em bovinos: como controlar piolhos
Eliminar e prevenir parasitas em bovinos faz parte de uma boa pecuária. – Foto: Pixabay

Carrapaticidas 

 

Como o produto é muito utilizado, não apenas no tratamento para carrapatos, mas também para combater os piolhos, conforme vimos nessa dica, a escolha deve ser bem feita.

O que alguns produtores desconhecem é que o uso frequente do mesmo carrapaticida podem se tornar ineficazes com o tempo. Os próprios parasitas, sejam eles carrapatos, sejam piolhos ou qualquer outro, podem adquirir resistência.

Esse  problema pode ser evitado ao seguir corretamente a dose indicada na embalagem do produto. A resistência acontece em propriedade que utilizam o produto em excesso, não apenas na aplicação, mas também na frequência.

Durante a escolha e compra do produto, se atente aos danos que o carrapaticida pode causar ao meio ambiente, aos animais e humanos, não só no momento da aplicação.

Existem algumas alternativas de produtos feitos à base de fórmula natural. Ou seja, livre de química, e com custo baixo.

A Boi Saúde disponibiliza o passo a passo. Clique para receber o material gratuito: Receita de produtos caseiros para parasitas em bovinos. 

 
Referência:
O Controle dos Piolhos dos Bovinos (Damalinia bovis e Linognathus vituli). Comunicado Técnico 41. Embrapa Pecuária Sul, 2001.

 
Controle dos Parasitas - Parasitas em bovinos: como controlar piolhosControle dos Parasitas mobile - Parasitas em bovinos: como controlar piolhos
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*