Como prevenir as principais doenças em bovinos

Gostou? Compartilhe!

O gado está sujeito a diversos problemas de saúde. Alguns são tão graves que podem levar o animal à morte. Para evitar que esse prejuízo chegue na sua porteira, vamos abordar aqui como se prevenir das doenças em bovinos que são mais comuns.

Saber quais são, te ajuda a prevenir e até tratar de forma rápida. Evitar o sofrimento animal está entre os princípios de uma pecuária de sucesso. Portanto, amigo produtor, fique atento ao comportamento dos seus animais.

 

Principais doenças em bovinos

 

Brucelose 

É uma doença infecto-contagiosa. O resultado é aborto nas vacas de cria.

A transmissão é feita pela bactéria B. abortus que se aloja no pasto consumido pelas matrizes. As vacas já doentes contaminam o pasto com a bactéria por meio de urina e fezes.

A prevenção é feita por meio de vacina. Entenda: Brucelose bovina: o que é e como evitar

 

Aftosa 

Muito conhecida na pecuária, a infecção com alto nível de contaminação tem vacina obrigatória em alguns estados. Gado de corte e de leite podem ser contaminados.

Não perca o calendário vacinal e verifique se eu estado ainda tem a obrigatoriedade da vacina.

 

Tuberculose 

Doença respiratória que atinge principalmente o gado confinado. Se a sua produção é baseada nesse sistema, redobre os cuidados. É outra doença transmitida por bactéria. Além do pulmão, causa lesão em outros órgãos.

Saiba mais: Tuberculose bovina: saiba tudo sobre a doença.

 

Mastite 

No caso do gado leiteiro, essa é a principal doença. Atinge as vacas e reduz a produção. A inflamação acomente 30% do gado leiteiro do Brasil. Além das vacas, o leite também pode ser contaminado. A febre é um dos primeiros sintomas.

Confira os demais: Mastite em vacas de leite: o que é, como prevenir.

 

Apetite depravado e as graves doenças em bovinos
Como prevenir as principais doenças em bovinos – Foto: Reprodução Internet

Dicas para prevenir as doenças em bovinos 

 
1 – Monitore que os animais sempre! 
Não basta jogar a ração e suplementos no cocho ou soltar o gado no pasto. Os animas precisam de acompanhamento diário. Se um único animal manifestar comportamento fora do comum, deve ser investigado na hora.

Isole-o e observe se o bovino apresenta algum sintoma. Na dúvida, consulte sempre o veterinário de confiança. Agir rápido em determinados casos pode salvar vidas.
2 – Siga o calendário de vacinas.
Além da aplicação ser feita nas datas indicadas, preste atenção aos detalhes. Os instrumentos adequados e vacinas bem conservadas garantem a eficácia do produto.

Feche o gado sem estresse. Faça vistoria do local antes de inserir os animais para checar a segurança e evitar acidentes.

Se precisar de orientação sobre a atividade, sugerimos a leitura: Vacinação de bovinos: você sabe o que é necessário?
3 – Mantenha a nutrição em dia
A ração adequada para cada fase e a nutrição como complemento garantem uma saúde de ferro.

Boi bem nutrido tem menos chances de adoecer. A imunidade em dia previne problemas de saúde.

Como resultado, sua produtividade sempre fica em alta. Os sais têm função essencial na manutenção do peso. Além dos aditivos como virginiamicina e monensina.

Ainda não sabe o que oferecer? Te orientamos aqui: Receitas de ração para bovinos.
4 – Higiene 
Como muitas doenças são transmitidas por vírus e bactérias, preservar o ambiente para evitar a contaminação faz parte da boa pecuária.

Elimine os dejetos em excesso. Lama, fezes, lixo. Tudo isso atrai insetos como moscas. Elas também são responsáveis pelas doenças. O controle, inclusive, ajuda na prevenção: Como eliminar moscas no curral do gado.

Os bebedouros e cochos também passam por limpeza. Toda essa rotina precisa estar na lista de tarefas de cada funcionário.

A distribuição ideal das atividades não sobrecarrega ninguém. Dessa forma, todos são contemplados. E ainda, o gado recebe o tratamento adequado. Administre bem as tarefas: Atividades e rotina do trabalhador rural.

 

Já que informação e conhecimento são importantes na pecuária, confira mais dicas no canal: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*