Descubra a importância da sombra na pecuária

O bem-estar animal está cada vez mais sendo discutido pelos especialistas em pecuária. Por meio de estudos, tem se comprovado que maus tratos só traz prejuízos para a produtividade. E quando citamos maus tratos, falamos não apenas sobre possíveis ações de violência que ferem os animais, mas também a falta de atitudes que podem levar os bovinos a qualquer tipo de sofrimento. E o excesso de calor é um deles. Com isso, vamos focar na importância da sombra na pecuária.

Ter uma propriedade com estrutura adequada e adaptada para atender as necessidades dos animais é uma obrigação do produtor.

Não importa o sistema adotado: pasto ou confinamento, o gado precisa ter conforto e condições ideias para o desenvolvimento saudável.

Pode parecer um mero detalhe, mas quando os bovinos passam por calor excessivo, o chamado estresse térmico, perdem produtividade, e consequentemente, sofrem impacto no ganho de peso, no caso do gado de corte e na produção e leite, no caso das vacas.

Caso a sua produção seja de leite, não perca a leitura:

Um bom exercício é conferir os locais onde os bovinos se abrigam do sol forte e se eles têm essa possibilidade. Algumas alternativas podem aliviar essa possível estresse.

 

A importância da sombra na pecuária 

 

A Embrapa, uma das principais entidades do agronegócio no país e que promove estudos e pesquisas na área, ressalta que vacas que têm acesso à sombra, rendem quatro vezes mais embriões do que as que ficam expostas ao sol.

Sem contar no aumento da produção de leite que pode chegar a 33%. Esse estudo foi feito com bovinos da raça Gir Leiteiro: Gir Leiteiro e Gir: dupla aptidão e resistência térmica.

Quando o bovino fica exposto a altas temperaturas, acaba ficando estressado. Isso proporciona alterações fisiológicas até na respiração e no aumento da temperatura corporal.

Saiba mais:

O resultado é um menor consumo de matéria seca, queda na produção e na qualidade do leite, impactos negativos na ruminação e no índice reprodutivo.

Então, amigo pecuarista, caso você atue com estação de monta, já pode se adequar para ter novos animais na propriedade: Estação de monta: quais são os meses certos. 

O gado de corte também sofre impactos não só na produtividade, mas também na reprodução. Existe a possibilidade de desidratação, sendo a água, um dos elementos principais da pecuária: Consumo de água na pecuária: saiba o impacto.

 

Como promover sombra para o gado 

 

ILPF

A Integração lavoura pecuária floresta é uma boa opção. No estudo da Embrapa citado anteriormente, as vacas ficaram 33 meses em sob a sombra de árvores de eucalipto. Já pensou em atuar em outra produção, além da pecuária. É uma boa forma de preservar o meio ambiente e amenizar o clima.

Para saber sobre o impacto do sistema no gado de corte, acesse: ILPF aumenta a arroba do gado? Descubra. 

 

sombra na pecuária
A ILPF é uma boa alternativa para sombra na pecuária. – Foto: Bruno Bueno

Corredores agroflorestais 

Segue a linha de plantio de árvores no pasto. Se for começar o zero, pode escolher árvores frutíferas para que as pessoas que atuam na propriedade possam usufruí-las. É uma outra alternativa para promover sombra na pecuária.

Para saber como construir um corredor agroflorestal, te damos orientações nas dicas:

 

Sombra na pecuária: galpões 

Construir galpões para abrigo do sol forte pode ser uma boa solução, caso sua propriedade não tenha estrutura para árvores. Caso essa opção seja a escolhida, fique atento nos materiais para que não seja um ambiente abafado. O ar deve circular e só o teto é suficiente.

Para saber quais são os tipos de instalação para gado de leite, confira: Tipos de confinamento de bovinos de leite.

Além do calor, o galpão também pode proteger do frio e chuvas: Controle de gado: como proteger do frio?

Quer receber mais dicas sobre produtividade na pecuária?

Acesse nosso canal no YouTube. Conteúdo prática, rápido e com informações que farão a diferença no seu negócio: Vídeos de pecuária da Boi Saúde.

Referência: 

Vacas que pastejam na sombra produzem quatro vezes mais embriões. Embrapa, 10/03/2020.

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Black Week