5 dicas para criar gado confinado e melhorar a produtividade

Sistema de giro rápido e engorda sem pasto, o confinamento é um método que traz resultados positivos. Mesmo o pasto sendo o sistema mais adotado no Brasil, criar gado confinado está crescendo a cada ano.

Nesta dica, a Boi Saúde irá te orientar com cinco práticas fáceis de serem aplicadas. Acima de tudo, o objetivo é que você melhore a produtividade do seu manejo.

Então…vamos lá?
 

5 dicas para criar gado confinado

 

1.Tenha a estrutura adequada 

Ao decidir criar gado confinado, em primeiro lugar você precisará adequar a propriedade.

Ou seja, você precisará de baias que atendam o espaço, de acordo com o número de bovinos. Elas podem ser individuais ou coletivas. No caso da última, limite a 100 bovinos para cada uma.

Esse número facilita o manejo e o monitoramento, por exemplo.

Os cochos são mais que necessários. O local deve ser de fácil acesso não só para o gado, mas para abastecimento.

E não pense que apenas grandes fazendas podem adotar esse método. As propriedades com menores extensão de terra também estão aptas. Basta se preparar.

Para saber como se adequar, clique:

 

2. Mantenha um giro rápido 

Manter a engorda ativa e o gado entrar em terminação em menos tempo é possível.

Ainda mais no confinamento, no qual a base de engorda é no cocho e não depende apenas do pasto. Isso garante que na seca, o boi continua ganhando peso.

Além disso, a comercialização pode ser feita na entressafra. Esse período, quando há alta procura e baixa oferta, na transição entre seca e águas, pode te render lucratividade.

Entre as sugestões, está o método boi 777, por exemplo. A criação é baseada na conquista de sete arrobas na fase de cria. Mais sete de na recria. Por fim, sete na terminação.

Então, você já pensou em adotar essa estratégia?

Nas dicas abaixo ensinamos como implementá-la:

 

criar gado confinado 1024x768 - 5 dicas para criar gado confinado e melhorar a produtividade
Criar gado confinado tem boa rentabilidade ao seguir estratégias de engorda e sanidade animal. – Foto: VLF Brasil

3. Cocho abastecido com equilíbrio 

Já que o sistema não tem pasto, a ração é a base da alimentação e engorda.

No entanto, não abuse 100% dos concentrados. Os alimentos volumosos precisam estar presentes. A proporção mais indicada é 60% de concentrado. E os outros 40% de volumoso.

Portanto, esse equilíbrio permite proteger a saúde do animal. Como os grãos demandam muito da digestão, prevenir doenças é essencial.

A acidose ruminal e o timpanismo causam grande transtorno quando não evitados.

E além da ração equilibrada, os aditivos podem fazer a prevenção.

A virginiamicina, por exemplo, faz bem esse papel. Além disso, promove a absorção de tudo o que é consumido, incluindo os nutrientes, melhora a digestão.

Complemente:

 

4. Sombra e água fresca 

É comum os confinamentos não terem árvores. Por serem concentrados na região centro-oeste, um local que é muito quente, os animais ficam expostos ao sol durante todo o dia.

Ou seja, qual o resultado? Estresse térmico. No momento de adequar sua propriedade para o método, não esqueça de árvores para sombra. Ou implementar galpões.

Agora sobre a água, os cuidados não podem ser deixados para trás.

Por ser um elemento fundamental para a pecuária, mantenha sempre os bebedouros bem abastecidos.

Então, o local deve ser ser estratégico. O entorno não ter acúmulo de lama para não causar doenças do casco. E também evitar insetos e parasitas.

Além disso, a qualidade da água oferecida é outro ponto a ser observado. Não pode ter cor, cheiro e sabor.

Confira:

 

5. Previna doenças, principalmente as respiratórias 

Por fim, uma das desvantagens de se criar gado confinado é a rápida transmissão de doenças. Quando um boi adquire alguma doença contagiosa, por ficarem no mesmo espaço, o risco de contaminação é alto.

Mas é possível prevenir e evitar os prejuízos e sofrimento animal.

Sobre as doenças respiratórias, as mais comuns são tuberculose e pneumonia.

Para evitar ao máximo esses problemas, não deixe de ler:

Você gostou dessa dica, amigo produtor?

Então escreva nos comentários o que você achou e qual o sistema adotado hoje em dia na sua propriedade.

E se quiser adquirir mais dicas, que tal em formato de vídeo? Acesse nosso canal. Lá você encontra orientações sobre pecuária: Boi Saúde no YouTube.

 
Total Corte Premium - 5 dicas para criar gado confinado e melhorar a produtividadeTotal Corte Premium mobile - 5 dicas para criar gado confinado e melhorar a produtividade
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*