Ração para boi em confinamento

O boi em confinamento precisa de uma ração específica para que o investimento tenha o retorno esperado. Além da estrutura física com baías e cochos de tamanhos adequados, a ração para boi confinado precisa atender a todas as necessidades de nutrição e que dê realmente condições de engorda.

Mas qual será a melhor opção? Existem as dietas de alto grão, baseadas em ingredientes que podem ser até cultivados na propriedade. A concentração de energia precisa ser equilibrada junto às fibras para que a alimentação não desenvolva problemas de saúde e proporcione realmente bons quilos na balança.

 

Ração para boi em confinamento

 

Nesse quesito, amigo produtor, o equilíbrio é fundamental. A ração para boi em confinamento não pode ser totalmente baseada em concentrados, que são os ingredientes com energia e pobres em fibras. Por mais que a ansiedade em ter uma engorda diária expressiva seja alta, quando há excesso de grãos com alto teor de energia, o animal pode até não resistir devido a problemas como acidose ruminal.

Por isso, ao elaborar sua ração para boi em confinamento, foque nos seguintes cuidados:

  • Proporção mais indicada é: 60% de concentrado e 40% de volumoso;
  • Os ingredientes mais utilizados podem ser milho, sorgo e cana, como base de volumoso. As silagens são uma boa opção e até as forrageiras podem ser oferecidas no cocho;
  • Não deixar de oferecer suplementos e aditivos. O gado confinamento tem necessidades específicas devido a dieta ser focada em alto grão. Por isso, a ração para boi inserido nesse método, precisa conter além de sal mineral e proteinado, a virginiamicina. Nesta dica, você encontra mais orientações: Dieta para bovinos concentrada com Virginiamicina.

 

ração de boi
Ração para boi confinado precisa ser equilibrada. – Foto: Confinamentos Grupo Mantiqueira. 

Sobre a estrutura 

 

Os animais devem ser separados por lotes de até 100 animais. O monitoramento é mais fácil e a disputa por território é menor.

Para as baias coletivas, o tamanho ideal é 15 metros por animal. Assim, cada bovino terá espaço suficiente para se locomover e não ficar muito próximo aos demais.

Não esqueça de cobertura para sombras e abrigo de tempestades e raios.

Os cochos precisam ter espaço suficiente para que todos os animais se alimentem juntos, na mesma hora. Assim não há concorrência, evita conflitos e todos os animais são alimentados de forma adequada.

E a limpeza é fundamental. Evitar parasitas e bactérias nos locais de alimentação é mais que necessário. Cochos e bebedouros podem ser lavados sempre que necessário. Para saber como proceder, clique na dica: Como limpar o cocho e bebedouro de bovinos. 

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Black Week