Manejo de gado de corte para reagrupamento de lotes

O manejo de gado de corte é uma ação diária e com muitas tarefas atribuídas. Entre elas está o reagrupamento de lotes dos bovinos. Quando os animais ficam juntos, dentro de um mesmo padrão, o produtor tem maior precisão na pecuária exercida. Além de facilitar a distribuição da ração e nutrição, de acordo com as características de cada lote.

 

 

Nesta dica, vamos orientar sobre como fazer esse agrupamento de forma correta e quais características podem ser base para a formação de um lote. Vamos lá? Continue sua leitura e promova cada vez mais resultados positivos na sua propriedade.

Para começar, você sabe o número ideal de animais por lote? Pois é, existe um. Não é regra, claro, mas essa quantidade de animais evita alguns problemas. Entre eles, conflito e disputa pela liderança do grupo e território. A dica é não ultrapassar 100 animais.

 

Por que ter o manejo de gado de corte em lotes? 

 

Uma justificativa da Embrapa é facilitar o manejo. Cada lote pode ser separado, de acordo com a necessidade do grupo. Assim, a alimentação e nutrição oferecida por ser adequada de acordo com a fase daquele lote.

E a alimentação realmente deve ser focada de acordo com a fase:

Os produtores que têm um número de animais que impossibilita o controle individual, pode adotar o esquema de lotes para facilitar a observação, controle de peso e também de doenças.

 

manejo de gado de corte - Manejo de gado de corte para reagrupamento de lotes
Manejo de gado de corte para reagrupamento de lotes. – Foto: Reprodução da Internet

No manejo de animais para reagrupamento, separe os grupos: 

 

Existem alguns critérios que podem efetivar a engorda de acordo com cada grupo, a partir do oferecimento de cuidados específicos.

 

Sexo 

A primeira separação que deve ser feita é pelo sexo. Machos e fêmeas, separadamente, em grupos de até 100 animais. Com isso, as novilhas e vacas de cria terão uma alimentação específica direcionada à uma reprodução efetiva e com mínimo risco de problemas no parto.

Para saber quais são eles, indicamos a leitura da dica: Problemas mais comuns na gestação de vaca de cria.

E para as novilhas: Ração para novilhas: receita para engorda.

 

Raça 

Se a propriedade produzir mais de uma raça de bovino de corte, é necessário fazer esse agrupamento. Cada raça tem características de criação e até de adaptação. No Brasil, a Nelore é a disparada, mas existem muitas outras que também fazem parte da nossa pecuária com excelentes resultados.

Fases do gado de corte 

Aqui, amigo produtor, entramos em uma divisão muito importante. Separar o seu gado de acordo com a fase só te trará um ganho expressivo de arroba. Cada fase demanda de cuidados de manejo específicos. A cada idade, o organismo do animal necessita de suplementos que atendam as necessidades nutricionais. Isso inclui a dosagem e o que será suplementado de acordo com a época do ano.

A classificação da fase é feito pela idade e peso. A Boi Saúde disponibiliza uma tabela para que você possa fazer o reagrupamento de forma adequada: Fase do gado de corte: saiba como classificá-la.

 

O que monitorar em cada lote? 

 

Não basta inserir o gado no lote e oferecer alimentação no cocho. Monitorar o desempenho do grupo garante um estudo do lucro e se há necessidade de potencializar a estratégia nutricional oferecida.

Monitore:

  • Peso de entrada;
  • Peso de saída;
  • Rendimento de carcaça;
  • Acabamento;
  • Escore do cocho. Para saber como realizar a tarefa, clique na dica: Como medir o escore de cocho?.

Esse conteúdo contribuiu para seu negócio? Não esqueça de deixar seu comentário.

Quer saber mais? Acesse nosso canal e vídeos: Boi Saúde no YouTube.

 
SAL PROTEICO ENERGÉTICO - Manejo de gado de corte para reagrupamento de lotesSAL PROTEICO ENERGÉTICO MOBILE - Manejo de gado de corte para reagrupamento de lotes
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*