Como engordar bovinos de corte na propriedade?

Gostou? Compartilhe!

Um dos principais pilares da pecuária é a engorda dos bovinos de corte. Não tem como ter um rendimento esperado sem um gado que ganha arrobas a cada safra. Você concorda?

Caso esteja com dificuldade em manter um ganho de peso constante, vamos te orientar com dicas simples e que farão a diferença ao fim da temporada.

Por isso, antes de prosseguir é importante identificar o que está impedindo que seu gado não ganhe peso. Alguns detalhes que podem estar desorganizados são reflexos dessa perda de arroba.

Por exemplo, alimentação inadequada, falta de pasto de boa qualidade, condições de extremo calor ou frio. Enfim, são vários fatores que contribuem para que uma propriedade não tenha o desempenho esperado.

Portanto, continue a leitura para eliminar o problema que esteja afetando seus bovinos de corte. Vamos juntos fortalecer nosso agro e mudar a realidade da sua propriedade.

 

Como engordar bovinos de corte

 

Cuide do seu pasto 

Já parou para verificar quais são os minerais presentes no seu pasto?

Como a maioria das propriedades que criam gado no Brasil utilizam o sistema a pasto, fazer um monitoramento constante dos nutrientes é muito importante.

O primeiro passo é fazer a análise de solo. Um método simples e barato que te dará informações sobre o que falta na sua pastagem. Não sabe por onde começar? Te indicamos aqui: Como colher amostras para análise do solo. 

A análise é feita pela Embrapa, secretarias de agricultura e até empresas particulares. Portanto, pesquise na sua região o custo-benefício.

Com o resultado, você saberá o que repor no cocho com seu sal mineral e sal proteinado. Dessa forma, a nutrição ficará completa.

Feito isso, estude sobre a forrageira escolhida. Será que ela é a melhor opção para a sua região? Existem várias espécies consideradas excelentes para bovinos de corte.

Foque na facilidade de digestão e também em quais nutrientes são fornecidos.

Outra atividade é a manutenção para evitar a degradação. Aplique fertilizantes e adubos com frequência.

Os parasitas como cupins, cigarrinhas e até plantas invasoras precisam de controle o ano todo.

 

Fique de olho na ração no cocho 

 

Por mais que seu sistema seja a pasto, na seca não tem como fugir da ração no cocho. Existem várias opções de alimentação.

Sem contar que temos as silagens. Quando feitas durante as águas, facilitam e muito a lida durante o período sem chuvas.

A preparação inclui uma diversidade que dá ao produtor, condições de escolha. Alguns exemplos são milho, cana, sorgo e até silagem da própria forrageira. Além disso, também existe o feno.

O importante é não deixar o cocho vazio. Afinal, animais com fome vasculham a propriedade e os arredores.

Resultado? Consomem lixo e outros materiais que não são adequados. Com isso, podem ficar doentes e proporcionar mais prejuízos ainda. O botulismo ainda é muito presente na pecuária.

Então, a dica aqui é: tenha sempre um estoque de silagem. Deixe o cocho bem abastecido, de acordo com o número de bovinos.

 

bovinos de corte
Como engordar bovinos de corte na propriedade? – Foto: Fazenda Água Milagrosa

Facilite o acesso à ração e água

 

Todos precisam comer e ter fácil acesso ao local de alimentação. O bebedouro precisa estar próximo. A água é outro item básico da pecuária que sempre passa desapercebido.

A distância depende do que é oferecido como alimentação. Você consegue saber mais aqui: Qual a distância ideal do cocho ao bebedouro bovino?

Agora, mais que oferecer a ração em quantidade adequada é necessário checar diariamente se os bovinos de corte estão consumindo aquela alimentação.

Você já chegou a medir o escore do cocho? Esse dado te dá condições de entender o quanto o gado está comendo. E, consequentemente, entender o porquê a engorda não está acontecendo. Para aprender essa leitura, confira: Como medir o escore de cocho?

 

O que você oferece de ração para os bovinos de corte? 

 

Ainda sobre a ração, a formulação de ingredientes precisa acompanhar o desenvolvimento de cada fase do gado.

Ou seja, a alimentação de bezerros não é a mesma da fase de recria. Dessa forma, não é a mesma da terminação.

Por que isso?

Pois a cada idade, o bovino tem uma fase de desenvolvimento. Ao nascer, o colostro é fundamental para a imunidade. Passando pela introdução de alimentos sólidos.

A recria, fase mais longa da pecuária, exige outro formato de ração. E a fase de terminação, focada na carcaça e gordura outra.

Isso indica que os bezerros não podem comer o mesmo que as vacas de cria. Poder, na verdade, eles podem. Entretanto, não terão o desempenho esperado.

As receitas de ração não exigem um trabalho extra. Feitas na própria propriedade, economizam e garantem a qualidade dos alimentos oferecidos.

Se você estiver empenhado a preparar a ração para seus bovinos de corte, o passo a passo está nos links abaixo.

 

Vá além da ração 

 

O pasto está em dia, a ração também. Mesmo assim, seus bovinos de corte não ganham peso. Onde será que está o erro?

Já pensou se a conversão alimentar e absorção desses alimentos não está acontecendo de forma ideal?

Por mais que o animal coma, os nutrientes não são inseridos no organismo. Isso acontece quando o bovino desenvolve a acidose ruminal. Esse problema de saúde causa um desconforto ao animal. Além disso, impede que seja nutrido de forma eficiente.

E mais que tratar o problema, o ideal é evitá-lo. Sendo assim, uma das formas mais eficientes é direto no cocho, com a virginiamicina.

Esse aditivo promove uma engorda expressiva ao evitar essas doenças e também ao facilitar com que todos os nutrientes sejam absorvidos.

Ficou interessado em saber mais? Não deixe de ler esse conteúdo: Virginiamicina a pasto tem resultados rápidos na engorda.

 

Não esqueça do sal! 

 

Além disso, temos os tipos de sal para gado. Citamos no início do texto, mas sempre vale reforçar. O sal mineral é indicado para as águas, quando há mais deficiência desses nutrientes. E o sal proteinado na seca.

Se quiser, pode usar o ano todo. Mas não misture os dois no mesmo cocho. Afinal, cada um tem sua quantidade de oferecimento por dia. E elas são diferentes.

Aprenda o consumo por dia de cada um aqui: Sal para gado: qual a porcentagem na mistura?

 

Como engordar bovinos de corte na propriedade? – Foto: Boy Fotógrafo

Faça a manutenção das suas instalações 

 

Curral, cochos e bebedouros precisam sempre estar em condições adequadas de uso. E se você possui galpão na propriedade não esqueça dele.

Mantenha o espaço em boas condições. Utilize o local para abrigar os bovinos de corte do calor e do frio.

Afinal, essas temperaturas, quando extremas, afetam diretamente o desempenho do animal.

Caso a propriedade não tenha condições de construir um, plante árvores. Um corredor agroflorestal evita o estresse térmico.

Quando acometidos por altas temperaturas, os animais não comem. O estresse é tanto, que eles ficam sem fome. Então, não há engorda. Além disso, o frio pode trazer algumas doenças como a pneumonia.

Explicamos mais sobre o tema nesta dica: O calor pode afetar o peso do gado de corte?

Bom, pecuarista, pela leitura, você checou que a engorda dos bovinos de corte vai além de colocar o gado no pasto. Ou seja, é um conjunto de fatores. Isso, sem contar com a prevenção de doenças por meio de vacinas. E o monitoramento de parasitas.

Esperamos ter te ajudado e desejamos muito sucesso na sua pecuária.

Por fim, para mais dicas, acesse nosso canal: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*