Vale a pena produzir sebo bovino?

A produção pecuária não se resume apenas a carne, quando se trata do gado de corte. Além do couro, o sebo bovino tem uma boa participação no mercado.

Nesta dica, vamos aprender em quais setores é utilizado e como produzir com boa qualidade.

A vantagem é que pode ser extraído de qualquer parte do bovino.

E a qualidade depende muito das condições do animal. Isso significa que o manejo adequado com foco na engorda tem impacto direto no sebo bovino, que assim como o couro não é comestível, mas tem bom uso na indústria.

Segundo a Embrapa, cerca de 1,560 milhão de toneladas de sebo bovino são produzidas no país a cada ano.

A utilização de sebo é baseada na produção de sabão desde os mais simples para limpeza até os para uso de higiene pessoal.

Alguns usos mais comuns no dia a dia também são como lubrificante de algumas peças e hidratante de couro.

Outro uso é para a produção de biodiesel. Esse combustível limpo tem como um dos ingredientes a gordura de procedência bovina. Cada quilo de sebo pode gerar em 800 ml de biodiesel, aproximadamente.

 

Como produzir sebo bovino 

 

O sebo é obtido a partir de resíduos de tecidos bovinos. Mais que garantir um boi com peso adequado no abate com foco na carne, o produtor pode aproveitar e atuar no mercado de biocombustível ao oferecer a matéria prima para o biodiesel. É mais uma sugestão para um renda extra.

E como citamos anteriormente, a qualidade do sebo depende da forma que todo a pecuária é produzida. Por isso, te propomos uma reflexão, amigo produtor. Como é a sua produtividade hoje?

O ganho de peso é o ideal, de acordo com a expectativa do seu negócio e também do mercado? Caso esteja com dificuldades para ter a engorda esperada, não se preocupe, que iremos te orientar. Sabemos que não é tarefa fácil, porém, com algumas orientações, é possível mudar sua realidade.

 

Vamos começar pela principal fonte de alimentação do gado, o pasto.

 

sebo bovino 1024x694 - Vale a pena produzir sebo bovino?
Sebo bovino com boa qualidade depende do manejo do dia a dia. – Foto: Pixabay

Manter o pasto saudável o ano todo é possível? 

 

É possível com técnicas de irrigação e também vedação. Existe também a possibilidade de preparar silagem de forrageira nas águas para ser oferecida na seca. Fique atento sempre a presença de parasitas que podem afetar a saúde a saúde dos animais, reduzir a engorda, e consequentemente, causar impacto na produção do sebo bovino.

Para aprender como vedar o pasto, acesse a dica: Como vedar pasto. Se interessou pela irrigação? A gente te conta mais aqui: Irrigação de pastagem vale a pena no período da seca.

E ainda existem outros cuidados:

 

Alimentação e suplementação ajudam no sebo bovino

 

A produção com bom ganho de peso, mais carcaça e gordura impactam diretamente na qualidade do sebo bovino. E como um está ligado a outro, o reflexo de todos eles é o que você oferece no pasto. Mais que uma ração com ingredientes de qualidade e bom energia adequada, a nutrição é parte importante de todo o processo.

Aqui mesmo no blog da Boi Saúde, você encontra diversas receitas para o gado, de acordo com a fase da sua pecuária. Para conhecê-las, acesse: página de receitas de ração para gado.

Sobre nutrição, além do sal mineral e do sal proteinado que repõem as deficiências do pasto, inserindo vitaminais e minerais para que o gado tenha uma boa saúde, o uso da virginiamicina auxilia na absorção de tudo o que é consumido. Outros benefícios são a prevenção da acidose ruminal e recuperação no período pós-parto.

Indicamos a leitura da dica Uso da Virginiamicina na fase de engorda de bovinos de corte para saber mais sobre o impacto desse aditivo na pecuária.

E ainda existem as silagens que têm papel importante em muitas propriedades durante a seca:

 

Manejo e sanidade 

 

A sua propriedade atua com todas as sugestões citadas acima? Se sim, ótimo, você está no caminho certo. Caso ainda não, vamos tratar de promover uma alta produtividade, certo?

Porém, a pecuária é muito mais que pasto e ração e nutrição no cocho. Costumamos dizer aqui que o sucesso de uma produção com qualidade acima do esperado no mercado. Manejo e a sanidade não podem ser deixados de lado em nenhum momento. E não esqueça do bem-estar animal e do controle de estresse. O transporte também é outro ponto que deve ser feito de forma adequada: Cuidados no transporte de gado de corte.

Água limpa, cocho adequado, lama e lixo fora da propriedade. Ainda, calendário sanitário muito bem executado, de acordo com as regras estipuladas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

As vacinas contribuem com o bem-estar animal ao prevenir doenças que podem levar a perda de todo um rebanho.

Para ampliar seus conhecimentos sobre vacina, clique: Posso dar todas as vacinas para o gado no mesmo dia?. 

Continue acompanhando as novas dicas da Boi Saúde. Além do blog, você pode adquirir mais conhecimento em vídeo: Canal da Boi Saúde no YouTube.

E se você gostou dessa dica, não deixe de comentar e compartilhar com seus amigos.

 
SAL PROTEICO ENERGÉTICO - Vale a pena produzir sebo bovino?SAL PROTEICO ENERGÉTICO MOBILE - Vale a pena produzir sebo bovino?
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*