Mosca do chifre: evite a queda de peso e da produção de leite

Gostou? Compartilhe!

Entre todos os insetos que causam perda de peso e afetam a produção de leite dos bovinos está a mosca-do-chifre. Controlar, prevenir e combatê-la está entre os ideais de uma pecuária de sucesso. Para que sua propriedade fique livre desse problema tão comum, leia este conteúdo e melhore o desempenho do seu gado.

Milhões de dólares são desperdiçados a cada ano pelo prejuízo que essa espécie de mosca causa. Então, se você quer ter uma produtividade alta, implemente ações que poderão salvar seu negócio.

Nesta dica, você vai aprender um pouco mais sobre como fazer o controle desse parasita na sua produção.

 

Neste conteúdo, você terá acesso aos temas:

 

 

O que é a mosca do chifre?

 

É um parasita que causa prejuízos na produção ao atacar os bovinos. É considerada uma das maiores pragas da pecuária, principalmente nas regiões onde há uma infestação muito grande.

Pertence a mesma família de outra espécie também conhecida por quem cria gado: a mosca do estábulo.

Precisa ser evitada e quando atinge o rebanho, o diagnóstico deve ser rápido para evitar os danos que veremos mais a frente.

Chegou no Brasil, vinda a Ásia, de forma acidental e se espalhou a ponto de ser uma barreira para o produtor rural que deseja ter um lucro maior a cada temporada.

Quando infestado, o bovino fica desconfortável e com dor. E o sintoma mais grave: deixa de se alimentar. Gado que não come, não ganha peso e rendimento de carcaça. E no caso das vacas leiteiras, não produz o leite na quantidade e qualidade esperadas.

 

 

Características da mosca do chifre

 

Sobre o tamanho, a mosca do chifre tem entre 2 e 3 centímetros. Mesmo sendo muito pequena, a  tem uma picada muito dolorida. Além de ser com uma frequência alta. Tem cor castanha e cinza.

Animais de sangue zebu são menos atacados do que as raças europeias ou mestiças.

Revise as principais raças da pecuária brasileira com nosso material gratuito: e-book sobre com as características das raças bovinos criadas no Brasil.

 

Desconforto e dor nos animais

 

Para se ter ideia, cada mosca fêmea pode atacar um único bovino em torno de 38 vezes em um único dia. Imagine você, sendo picado por tantas vezes e de forma dolorosa?

Isso porque estamos falando de apenas uma única mosca. Agora pense em várias delas ao mesmo tempo.

A mosca do chifre é comum em todas as regiões do país. Isso significa que não importa o seu estado. Estar alerta para a prevenção e combate faz parte da rotina da pecuária.

Acomete ambos os sexos do gado, mas tem preferência pelos bovinos machos. Animais que têm pelagem escura também estão mais suscetíveis.

Os locais mais comuns do animal onde a mosca do chifre se hospeda são o barriga, perna, costas e paleta. Ou seja, áreas que ficam fora do alcance da cauda. Dessa forma, o animal não consegue afastar o inseto, espantando-o ao abanar o rabo.

 

Reprodução da mosca do chifre

 

Os insetos adultos ficam nos bovinos. Já as larvas são encontradas nas fezes frescas, assim como ovos. Uma única mosca do chifre fêmea é capaz de botar até 300 ovos.

Desenvolve-se em menor quantidade no período da seca devido a qualidade nutritiva das fezes dos bovinos ser menor. No começo das chuvas, o desenvolvimento é muito rápido.

Quando não identificado logo no começo, um único animal pode ser acometido por mais de 500 moscas do chifre.

Lembra-se do número de picadas em dia? Imagine o sofrimento de um bovino que é infestado por essa quantidade de moscas.

O acasalamento acontece no próprio bovino, geralmente nas partes mais altas. Por exemplo, nas costas e cupim.

As fêmeas esperam o hospedeiro defecar para, nas fezes, depositar os ovos. Após o depósito de ovos, retornam aos bovinos.

 

Pequeno inseto que traz grande prejuízo. Fique atento e faça o controle da mosca do chifre. – Foto: Daniel Medeiros/Embrapa

Como identificar a mosca do chifre?

 

Quando o produtor se deparar com insetos na cor cinza, posicionados de cabeça para baixa e asas abertas, pode suspeitar da mosca-do-chifre.

Então, caso veja um aglomerado de parasitas nesse formato nos seus animais, inicie o combate no mesmo dia.

 

Prejuízos que a mosca do chifre causa na pecuária

Entre as complicações que a mosca do chifre proporciona à saúde do gado estão o impedimento do ganho de peso.

No caso das matrizes, acontece a diminuição da fertilidade e da produção de leite que chega a cair em até 15%. Nos touros, apresenta uma queda na atividade sexual. Se a sua propriedade atua com reprodução, jamais descuide do controle da mosca do chifre.

Se a venda de couro faz parte da sua renda, é outro ponto de atenção. O produto final não tem a mesma qualidade. Como resultado, mais um prejuízo para a conta. Pensando nisso, aproveite e leia a dica: Cuidados para obter bom couro de gado.

 

Impactos na saúde do rebanho

Ao se sentir desconfortável, o gado não come e o ganho de peso não acontece. O animal não se alimenta por tentar espantar as moscas que podem chegar a mais de 500 em um único bovino.

Um bovino chega a perder mais de dois litros de sangue por ano e até 40 quilos nesse mesmo período quando vive em uma propriedade que não faz o controle desse tipo de inseto.

Reflita, amigo produtor, além do sofrimento, quanto de prejuízo uma propriedade tem, ao perder mais de 40 quilos por animal? É muito peso em vão e todo o trabalho árduo, vai por água abaixo.

Todo o investimento de tempo, ração, suplementos, vacinas, cuidado com o pasto, instalações, passa a ser em vão. Então, proteja sempre seu rebanho da mosca do chifre.

E já que falamos em investimentos, você mantém suas finanças controladas? Ter uma planilha de controle própria para a pecuária facilita e muito. Entenda: Como preencher uma planilha de controle de gado?

 

A importância em controlar a mosca do chifre
Mosca do chifre causam desconforto aos bovinos que não se alimentam. – Foto: Reprodução Internet

Controle da mosca do chifre

 

Para controlar a mosca-do-chifre, basta utilizar inseticida. No entanto, é preciso ter um cuidado extra quanto ao uso.

Como já é de conhecimento dos produtores rurais, o uso de inseticida sem controle causa danos ao meio ambiente.

Além de causar prejuízos para a saúde do homem, dos animais da propriedade e também na qualidade da carne e do leite.

Por isso, o período mais indicado para o uso do inseticida é o das águas. Se durante a seca, os animais apresentarem muito incômodo com as moscas, aplique entre maio e setembro.

Outro fator importante é que o uso seja apenas em propriedades que tenham acima de 200 moscas. Claro que você não precisa contar uma por uma. Só de bater o olho, é possível se ter uma ideia da moscaria.

Ao escolher um produto, pesquise bem. Se tiver dúvida, consulte sempre um veterinário ou zootecnista de confiança.

Não use sempre o mesmo produto para evitar a resistência ao princípio ativo.

A aplicação por meio da pulverização é uma das alternativas: Gado limpo com pulverização é a melhor forma?

 

Controle biológico

Existe também a possibilidade do controle biológico por meio de besouros. A espécie indicada é a do besouro coprófago. Cem casais por hectare é suficiente para impedir o desenvolvimento dos ovos da mosca.

Isso acontece pelos besouros se alimentarem de fezes, eles as enterram, ao cavar túneis. As larvas da mosca-do-chifre depositadas no solo não resistem quando entram em contato com o ar. Pois precisam de ambientes escuros e fechados para proliferação e desenvolvimento.

 

Óleo queimado

Existe outro método simples e caseiro, que é o uso do óleo queimado. Mesmos sem ter evidência científica, muitas propriedades aplicam esse tratamento e indicam que faz a diferença no controle.

O importante é seguir as orientações e sempre aplicar o óleo em temperatura adequada e não expor o animal ao sol.

Quer aprender como? Te explicamos os detalhes no link: Óleo queimado para o controle de mosca do chifre

 

Acompanhe o consumo da ração e suplementos do gado

 

Já que um dos principais sintomas de um bovino acometido pela mosca do chifre é a perda de peso por não comer, como identificar essa falta de alimentação?

Não espere o dia da pesagem para se dar conta de que todo o trabalho construído nos últimos meses foi em vão.

Em primeiro lugar, observando sempre o comportamento do gado. A ronda diária em toda a propriedade é muito importante por isso. Se os bovinos não estão indo até o cocho, ligue o sinal de alerta e passe a investigar.

O indicado é para cada 100 cabeças, um funcionário. É um número satisfatório e que não os deixa sobrecarregados. A organização da rotina da lida conta muito. Não basta abastecer o cocho e fechar o gado no dia da pesagem e da vacina.

A pecuária é uma tarefa que exige uma agenda diária, cumprida à risca. Assim, nenhum detalhe passará vão e o lucro será certo.

Em segundo lugar, monitore o cocho. No momento de abastecer, faça a leitura do escore. Aprenda aqui no blog da Boi Saúde mesmo: Como medir o escore de cocho?

 

Acompanhar o consumo do cocho ajuda a checar se o gado está com desconforto e não se alimentando devido às picadas da mosca de chifre. Foto: Campo Fácil

Consumo da ração e suplementos

A ração é outro ponto bem importante de uma pecuária de sucesso. Não basta ser qualquer ração. Precisa ser a ideal para a fase do rebanho e também que garanta alimentação, nutrição e engorda.

Os bezerros, depois do leite, precisam de uma força extra para o desenvolvimento saudável. E quando passam a se alimentar da ração mais indicada, resultam em um produto da mais alta qualidade.

Se a sua meta é ser o melhor produtor rural da sua região e faturar alto, ofereça sempre o melhor. Com isso, aprenda como preparar as melhores receitas de gado com a Boi Saúde: Receita de ração para bezerros.

Agora, se você quer aumentar seus resultados já na próxima safra, use o sal proteinado no cocho. O melhor de tudo é que você mesmo faz aí na sua propriedade.

Quer a receita? Nós te ensinamos passo a passo e o material é grátis! Não perca tempo e solicite a sua agora mesmo: quero a receita gratuita de sal proteinado.

Além da alimentação e nutrição, manter as vacinas em dia, higiene da propriedade e o pasto saudável reduz as chances de possíveis infestações da mosca do chifre.

 

Como fazer o controle de outras espécies de moscas?

 

Além das moscas que afetam direto a produtividade, existem aquela que realmente atrapalham a vida do peão que realiza o manejo .

Quando em grande quantidade, causa desconforto e até indica a necessidade de melhoria de higiene na propriedade.

Você não precisa implementar muitas ações. Basta seguir as orientações deste conteúdo: Como fazer o controle de mosca na pecuária?

O curral é um espaço onde as moscas costumam se instalar em grande quantidade. Já pensou como você vai reduzir essa população e proporcionar maior bem-estar para seu gado? Então, confira: Como eliminar moscas no curral do gado

O sistema ILPF – Integração Lavoura, Pecuária e Floresta é outro aliado no controle da mosca de chifre.

Por fim, quer saber sobre como combater parasitas? Acesse a dica: Controle parasitário em bovinos previne doenças graves. 

 

Não pare seus conhecimentos aqui!

 

Amigo produtor, essa dica trouxe mais conhecimento para a sua pecuária? Então compartilhe com a gente seu aprendizado! Sabe como? Deixando sua opinião aqui nos comentários!

Você sabia que a Boi Saúde tem um canal no YouTube com mais informações e diversos materiais em formato de vídeos? Pois é!

Todo o conteúdo disponibilizado por lá é totalmente gratuito e atualizado a cada nova semana com dicas e orientações do nosso consultor, José Carlos Ribeiro. Acesse:  Boi Saúde no YouTube.

Aproveite e se inscreva no canal e não perca nossas atualizações, combinado? Até a próxima!

 
banner banner
 
Referência 

Mosca dos chifres. Guia Técnico do Produtor Rural. Ano III. Número 13, 1998. Embrapa Cerrados.

HONER, M.R.; BIANCHIN, 1.; GOMES, A. Mosca-dos- -chifres: histórico, biologia e controle . Campo Grande, EMBRAPA-CNPGC, 1990. 34p. (EMBRAPA-CNPGC. Documentos, 45).

Mosca-dos-chifres: aspectos bio-ecológicos, importância econômica, interações parasito-hospedeiro e controle. Comunicado Técnico Embrapa 302. SSN 0103-9458 Setembro, 2005 Porto Velho, RO.

Moscas-dos-chifres: veja dicas para diminuir em até 70% as infestações. Canal Rural, 2021.

 

O que é mosca-do-chifre?

É um parasita comum em todas as regiões do país. No entanto, que causa prejuízos na produção. Por isso, seu diagnóstico deve ser rápido.

O que fazer para acabar com a mosca-do-chifre?

Basta utilizar inseticida. No entanto, é necessário ter um cuidado excessivo quanto ao uso. Existe também a possibilidade do controle biológico por meio de besouros.

Qual o período indicado para usar inseticida para acabar com a mosca-do-chifre?

O período mais indicado para o uso do inseticida é o das águas. Outro fator importante é o uso apenas acima de 200 moscas.

O que a mosca-do-chifre causa na saúde do gado?

Causa o impedimento do ganho de peso e, no caso das matrizes, diminuição da fertilidade e da produção de leite. Além disso, a picada causa bastante desconforto e dor na região.

10 pensou em “Mosca do chifre: evite a queda de peso e da produção de leite”

  1. Teresinha soares de Freitas disse:

    Obrigado pelas informações e normal o boi nessa epoca de brotos eles ficarem com as fezes mole ou ta faltando algumas proteinas no pasto

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Teresinha, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

  2. Aloízio Coelho disse:

    Boa noite . O inseticida seria um pouron ? No lombo do animal ? Tratamento no coco com Diflay é aconselhado ou é jogar dinheiro fora ? Aloízio

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Aloízio, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

  3. Vera Lúcia poquiviqui disse:

    Obrigada pela dica , eu já estou passando inseticida na minha criação .

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Vera, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando!

  4. Qual inseticida é indicado para combater a mosca do chifre?R

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Romeu, para tirar suas dúvidas contate-nos pelo WhatsApp, através do link a seguir: https://bit.ly/2z0RSdC

  5. Denise de Oliveira Melo disse:

    Parabéns por esse trabalho que vc e sua equipe desenvolvem. Sou estudante de agronomia e suas dicas já estão me ajudando a ampliar o conhecimento.

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Denise, obrigado por nos acompanhar. Conte sempre com a Boi Saúde!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*