Bovinocultura de leite no Brasil é mais lucrativa que a pecuária de corte?

Quando uma pessoa toma a decisão de trabalhar na pecuária, a dúvida sobre em área de atuação deve investir: bovinocultura de leite no Brasil ou bovinocultura de corte? As duas tem manejo e produção bem diferentes, inclusive, até mercados. Nesta dica, vamos te ajudar a decidir qual escolher e por que não, optar pelas duas?

O que indicamos é que a pessoa estude cada item necessário antes de escolher qual pecuária irá atuar. E para isso, vários aspectos contam e que, com certeza, impactam na escolha.

Agora sobre o lucro. Esse fator depende muito da área que você tem em hectares e também do investimento em tecnologia e equipamentos que facilitará o manejo. Você tem estrutura para uma ordenha mecânica? No caso de corte, tem condições de adotar o confinamento para giro rápido de engorda? Parece que são detalhes, mas que na ponta do lápis, contam muito.

Um outro fator que não pode ser deixado de lado é o mercado. É ele que determina o valor pago aos produtores de leite e também de carne. Alguns períodos pode haver forte queda e desvalorização do produto devido a impactos econômicos nacionais, internacionais e demanda de procura e oferta.

 

Produção da pecuária de leite 

 

O primeiro passo é estudar a sua propriedade ou aquela que deseja comprar. Para a produção de leite, é preciso ter uma estrutura no mínimo adequada para atender toda a necessidade de produção.

Um curral, uma sala de ordenha e pasto adequados de acordo com o número de animais. Ainda, caso queira produzir produtos laticínios, é preciso um local adequado com todas as regras de higiene estabelecidas pelas vigilâncias sanitárias locais.

 

Bovinocultura de leite no Brasil: Prevenção de doenças 

O gado leiteiro tem doenças próprias que afetam drasticamente a produção. A vilão nesse caso é a mastite. Além de reduzir a produção, a qualidade do leite fica muito além do esperado. Para se informar, evitar prejuízos e sofrimento animal, acesse a dica: Mastite em vacas: o que é, como tratar e prevenir.

Outras doenças transmitidas por moscas e parasitas podem impactar diretamente a produtividade: Cuidados no manejo do gado de leite.

 

Bovinocultura de leite no Brasil: Higiene

As doenças citadas acima podem ficar bem longe da sua propriedade. Tenha em mente que no manejo da pecuária de leite, ter produtos e pessoal para a limpeza diária dos locais onde o gado transita são necessários.

E a higiene também faz parte da vida do ordenhador: Boas práticas leiteira: como garantir a saúde do ordenhador. 

 

Alimentação, suplementação e muita água 

Onde você vai comprar a ração? Já inseriu a compra de suplementos na sua conta? Eles são importantes não só para o ganho de peso, mas para proteção do organismo. Entenda mais aqui: Suplemento para gado leiteiro aumenta a produtividade. 

E um item muito, mas muito importante é a água. O consumo de água do gado leiteiro é maior do que o gado de corte. Por isso, tenha uma estrutura de bebedouros e abastecimento adequada para atender todos os animais.

 

Bovinocultura de leite no Brasil: Escolha da raça

O investimento inicial conta muito com a quantidade de animais, raça e qualidade genética. Não basta a vaca produzir leite, a qualidade e quantidade importam muito quando se trata da raça escolhida. Alguns fatores devem ser levados em conta como a aptidão e a região que você vai atuar. A adaptação ao clima é fundamental. Se tem dúvidas quanto a escolha, a Boi Saúde te dá uma força aqui: Principais raças de gado leiteiro. 

 

Bovinocultura de leite no Brasil: é mais lucrativa que a pecuária de corte?
Pecuária leiteira ou de corte? Confira o que é necessário para iniciar em cada uma. – Foto: Pixabay

Produção de gado de corte 

 

São manejos e estruturas diferenciados. No caso da pecuária de corte, não há necessidade de maquinário ou sala de ordenha. Mas focar 100% na engorda e evitar ao máximo a perda de peso, principalmente na seca.

A estrutura é baseada em pasto e/ou área para confinamento, caso esse sistema seja o adotado. A metragem varia de acordo com a quantidade de animais que irá iniciar o negócio e de acordo com as metas de expansão do negócio. Caso a propriedade tenha metragem maior que o número de animais que serão inseridos no primeiro momento, é possível adotar o ILP. Além de ter uma boa produção, o produtor gera economia em algumas atividades. Confira: ILP intensifica produção no campo. 

 

Pasto ou confinamento 

A produção a pasto é a maior no Brasil, porém, a cada ano, mais produtores adotam o confinamento. E não precisa ter grandes áreas para confinar. Pequenas propriedades também podem seguir esse método de engorda. Cada um tem suas vantagens e custos diferenciados. Para saber mais, acesse: Como iniciar o confinamento em pequenas propriedades. 

O custo depende do que é oferecido no cocho, além do pasto como base principal da alimentação  engorda. No caso do confinamento, a quantidade de grãos e ração precisa ser potencializada, já que é um sistema de engorda com giro rápido.

Existe ainda o método Boi 777, que proporcionar engorda de 7 arrobas em cada fase: cria, recria e terminação. É uma ótima opção para você começar. A qualidade do produto é alta e o valor de mercado é compensatório. Ainda mais se o abate for no período de entressafra, quando há maior procura e pouca demanda de carne. Sobre o tema, indicamos a leitura: Como alcançar o Boi 777.

 

Manejo diário

O manejo se dá no abastecimento do cocho, na aplicação de vacinas de acordo com o calendário e também no monitoramento. Essa última atividade é importante para identificar possíveis problemas de saúde e evitar que o gado todo seja impactado, caso haja alguma doença contagiosa.

Sobre o cocho, além da ração e pasto (que pode ser oferecido em forma de silagem na seca), a suplementação não pode ser deixada de fora. Sal mineral, sal proteinado e a virginiamicina são a base de sucesso de qualquer pecuária. Saiba mais: Uso da Virginiamicina na fase de engorda de bovinos de corte. 

E aí, amigo produtor, decidiu qual pecuária irá investir? É uma atividade que realmente demanda muita dedicação, porém, os resultados são bem satisfatórios. Pense que a economia do nosso país é baseada na agricultura e que somos o maior rebanho de gado do mundo e estamos em um dos maiores produtores de leite. Se continuar com dúvidas, insira nos comentários ou continue navegando no nosso blog: https://dicas.boisaude.com.br/.

 
banner banner
 

2 pensou em “Bovinocultura de leite no Brasil é mais lucrativa que a pecuária de corte?”

  1. José Flávio disse:

    Boa noite! Gostaria de saber se os srs tem alguma publicação Como começar na Pecuária Leiteira (passoa passo).
    Certo da atenção e no aguardo de resposta, desde já agradeço.
    Att
    J.Flávio

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá José Flávio, aqui no blog temos varias dicas que podem lhe ajudar bastante, porém para mais informações sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*