Como usar milheto na alimentação de bovinos?

Gostou? Compartilhe!

A alimentação dos bovinos é uma preocupação constante na pecuária. Mais que matar a fome do animal, o que é oferecido no cocho precisa nutrir e manter uma engorda expressiva de acordo com a fase daquele rebanho. Uma das opções é o milheto. Nesta dica, você vai saber desde as informações mais básicas até como utilizá-lo na sua propriedade. Vamos lá?

Já que a nossa intenção é promover informações para que você aumente cada vez mais sua produtividade, aqui vamos explicar desde o mais básico sobre o tema.

Para começar, o que é milheto? É uma forrageira, amigo produtor. Como é de clima tropical, tem boa adaptação ao clima brasileiro. Além da alimentação para o gado, é uma cultura utilizada como alternativa para cobrir o solo.

 

Conheça o milheto 

 

Como característica, tem boa adaptação a vários tipos de solo. E se no caso, aquela região for de baixa fertilidade, o milheto pode entrar na sua lista de opções. Principalmente, em casos onde há déficit hídrico. Ou seja, quando há falta de água no solo. Quando comparamos com o plantio de milho e sorgo, o milheto sai ganhando no quesito gasto de água. Tem habilidade de se desenvolver na época de chuvas.

O crescimento é rápido.Tem grande produção de biomassa. No pasto, pode ser utilizado como alternativa a capins que não têm boas porcentagens de carboidratos e proteína.

Por exemplo, a cultivar milheto BRS 501 produz grãos semiduros com 12% de teor de proteína. Existem outros tipos de cultivares. O importante é encontrar um que case muito bem com seu solo para produzir forrageira e grãos adequados.

Não só os bovinos, mas todos os animais da categoria de ruminantes podem fazer uso do milheto na alimentação.

 

Como usar milheto na alimentação de bovinos? 

 

Grãos 

Em torno de 95% da produção no Brasil é destinada ao consumo dos grãos. Utilizado em confinamento como alternativa ao milho e ao sorgo.  Entra na categoria de alimentos energéticos. Oferece os aminoácidos essenciais.

Pode ser servido com grão inteiro. Entretanto, a indicação é que o grão seja moído antes de ser oferecido no cocho. Quando feita em peneira fina, auxilia melhor a digestão dos animais. E também a conversão alimentar.

Se o preço do milho estiver alto aí na sua região, a substituição por milheto pode ser feita 100%.

O único fator que dificulta o oferecimento é o acesso. Não é um grão encontrado em todas as regiões como o milho e o sorgo. As plantações estão mais concentradas na região central do Brasil. Mas a expansão aumenta a cada ano.

Quer fazer um comparativo de nutrição entre esses grãos? Acesse as dicas sobre cada um deles:

 

milheto
Como usar milheto na alimentação de bovinos? – Foto: Agência de notícias Embrapa

Silagem 

O milheto é uma cultura de verão. Portanto, é uma forrageira com índice produtivo durante o período das águas. Como a seca é uma época de escassez de proteínas, é uma opção para servir essa cultivar durante a falta de pasto. Uma das formas é a silagem.

O ciclo vegetativo considerado curto acontece entre 60 e 90 dias de plantio. Dependendo das condições de cultivo e clima chega a render de 20 a 70 toneladas. E ainda pode render mais que o sorgo, com menos custo de produção.

O momento ideal de colheita para silagem é quando os grãos atingem o ponto de pastoso-farináceo.

Sobre o valor nutritivo, tem mais de 30% de matéria seca, mais de 9% de proteína bruta, mais de 8% de carboidratos solúveis. Além de minerais, cálcio e fósforo.

A silagem de milheto pode ser oferecida ao gado de corte e de leite. Inclusive, com bons resultados em novilhas leiteiras.

Aqui mesmo no blog da Boi Saúde, você tem acesso a outros tipos de silagem:

 

Plantio 

 

A forma de plantio é simples. Basta jogar as sementes a lanço. Ou até mesmo plantá-las e sulcos. A época de semeadura é entre setembro e fevereiro. Em algumas regiões, pode se estender até maio.

A semente tem tamanho pequeno. No plantio, deve ficar em contato com a umidade no caso de solo arenoso. A profundidade pode variar entre 2cm e 4cm, com espaçamento de 70 cm entre as linhas.

 

Não plante milheto se sua região for… 

Caso a sua região seja fria, com temperaturas abaixo de 10 graus, o milheto não passa a ser uma boa opção. Não suporta clima abaixo desse grau.

Em solos encharcados, evite a cultivar. O resultado não é o mesmo quando comparado às demais espécies.

 

Complemente sempre sua nutrição no cocho 

 

Não importa o formato da sua escolha de oferecimento do milho: grãos ou silagem. Manter o gado bem nutrido e repor os nutrientes não encontrados no pasto e grãos melhora o desempenho dos animais.

Sem contar que manter uma digestão saudável evita problemas graves de saúde como acidose e timpanismo.

Uma alternativa é o uso de suplementos. Muitos pecuaristas utilizam sal apenas na seca. Porém, para se ter um lucro que cubra as despesas, ter uma engorda todo o ano é o que vale.

Já pensou em checar na entressafra com o seu boi pronto para o abate? É possível. Com um plano nutricional, você consegue chegar lá e crescer a cada ano.

Por isso, não deixe aprender como fazer seu próprio sal proteinado. Você reduz custos e oferece ali mesmo na sua propriedade. Te ensinamos como aqui: Como fazer sal proteinado para o gado: a receita.

 

As informações sobre pecuária não param por aqui. Você pode adquirir muito mais conhecimento em nossas dicas em formato de vídeos. Toda semana, um novo conteúdo é divulgado, com informações práticas e de baixo custo para a sua propriedade. O acesso é gratuito: Boi Saúde no YouTube. 

Referência
Milheto é cultura alternativa para cobertura de solo. Embrapa.
Utilização do milheto para produção de silagem. Embrapa Cerrados.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*