Como criar cabeça de gado com lucro no Brasil

Gostou? Compartilhe!

Cada país tem clima, solo e vegetação diferentes. Isso faz com que a pecuária seja única em cada um deles. Não tem como negar que o Brasil é um dos destaques no agronegócio mundial. A criação de cabeça de gado tem algumas estratégias que auxiliam no ganho de arroba. E também evitam prejuízos.

Para a pecuária ter uma rentabilidade que cubra os custos, é preciso planejamento.

Estar antecipado a possíveis problemas é outra indicação. Por exemplo, por que esperar o gado adoecer, se você pode vaciná-los?

Sendo assim, o ideal é iniciar com uma administração bem planejada. Portanto, as finanças precisam estar em dia. As atividades da lida bem distribuídas. Além disso, as instalações em condições adequadas.

Abaixo, você encontrará indicações sobre como ter uma pecuária eficiente e de sucesso.

 

Como criar cabeça de gado no Brasil 

 

Comece pela compra 

 

Em primeiro lugar, não compre qualquer gado. Por mais que o preço da cabeça pareça tentador, reflita muito antes. Peça referências do animal.

E ainda, informações sobre os reprodutores. Lembre-se que os novos animais que nascerão na sua propriedade serão resultados da sua primeira compra de cabeça de gado. Assim como o desempenho de cada um deles.

Em segundo lugar, analise as características físicas. Peça o registro genealógico que comprova a procedência e a ancestralidade daquele bovino.

 

Escolha seu método de criação 

 

O regime a pasto é o mais adotado no Brasil. Entretanto, o confinamento cresce cada vez mais.

Os dois sistemas têm vantagens.

Além disso, exigem uma lida para que a engorda e o desempenho da cabeça de gado aconteça de forma esperada.

 

Pasto 

Aqui, tudo começa pela qualidade da sua pastagem. Ou seja, escolha a espécie adequada para sua região. As que têm índice de proteína diferenciado e tolerância a parasitas são algumas sugestões.

Feito isso, cuide bem muito da forrageira. No período das águas, as chuvas mantêm um crescimento adequado.

Como resultado, o gado tem uma projeção de engorda mais rápida e melhor. Inclusive, é nessa época que é indicada a estação de monta. Há pasto à vontade e os bovinos estão bem nutridos.

Na seca, algumas alternativas facilitam a alimentação que passa a ser no cocho.

A primeira delas é a silagem. Produzir esse tipo de alimento ainda nas águas te dá mais segurança em ter o que oferecer. A preparação pode ser, por exemplo, a base de milho, sorgo, cana e até feno mesmo.

O pastejo rotacionado é outra alternativa. Você insere o gado por lotes e reserva alguns deles para a seca.

E também tem a opção de ração. Acima de tudo, não esqueça dos suplementos.

Na seca ou nas águas, os sais auxiliam na reposição de nutrientes não encontrados na pastagem. E o melhor, você pode preparar seu próprio sal. Então, aprenda agora: Receita de Sal Proteinado.

 

Confinamento 

Como é um regime sem pasto, a engorda é feita no cocho. Muitos produtores utilizam ração que tem grãos como principais ingredientes.

A justificativa é a energia que esses alimentos proporcionam, resultando em uma engorda mais rápida.

Mesmo não tendo pastagem, as instalações precisam ser adequadas e confortáveis para os animais. Por isso, foque na higiene e no espaço de acordo com o número de cabeça de gado.

Outro fator muito importante é a prevenção de doenças. Quando o índice e concentrado é bem maior que o de volumoso, o gado pode desenvolver alguns problemas de saúde. Entre eles, a acidose e o timpanismo.

Além de adoecer o animal, causa prejuízo para a propriedade. Portanto, a melhor medida é evitar ao máximo essas causas que atingem muito as produções de confinamento.

Sendo assim, existem duas medidas. Em primeiro lugar, faça um balanço entre os alimentos concentrados e os volumosos. Em segundo lugar, use aditivos que previnem essas doenças e ainda, ajudam na engorda ao facilitarem o rúmen e a absorção de nutrientes.

Um exemplo é a virginiamicina. De uso fácil, direto no cocho, é um aliado do produtor. Se você ainda não utiliza esse suplemento, te convidamos para ler o seguinte conteúdo: Uso da Virginiamicina na fase de engorda de bovinos de corte.

E já que cada fase do bovino demanda uma ração diferente. Cria, recria e terminação necessitam de nutrientes a partir do desenvolvimento da idade.

Então, se você quer mais lucro e resultados, aprenda como fazer a ração ideal:

 

cabeça de gado
Como criar cabeça de gado com lucro no Brasil – Foto: Focusfarming

Tenha uma mão de obra efetiva 

 

Contrate profissionais experientes e faça a distribuição das tarefas sem sobrecarregar ninguém. Oriente o que cada um precisa fazer e o prazo para o término daquela atividade.

Sabemos que a contratação da mão de obra rural está a cada ano mais difícil. No entanto, os profissionais que já fazem parte do seu quadro de funcionários precisam ser motivados.

Por isso, estabeleça prêmios na conquista de arrobas e também pelos litros de leite produzidos.

Acompanhe o trabalho e verifique o tratamento dos animais. Afinal, bem-estar animal em primeiro lugar sempre. Além disso, pague os salários em dia. E caso ofereça acomodações, não esqueça da manutenção.

Essas dicas te ajudarão a promover uma criação de cabeça de gado mais lucrativa. Com organização, é possível ter uma propriedade de sucesso.

Por fim, quer mais dicas sobre produtividade na pecuária? Acesse nosso canal de vídeos. Da mesma forma que você encontra dicas aqui no blog, lá tem conteúdo fácil e prático. É só clicar: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*