Como promover uma pecuária sustentável?

O termo sustentabilidade está cada vez mais em evidência. Como muitos elementos não são renováveis, quanto menos desperdiçados, melhor para as pessoas e animais que convivem naquele espaço. Você já pensou que é possível promover uma pecuária sustentável aí na sua propriedade?

Os consumidores mais exigentes e as novas gerações estão cada vez mais engajadas nas causas ambientais. Além desse mercado, a preservação do local onde nossa propriedade está garante que aquele ambiente não será esgotado. E como resultado, inutilizado.

 

Como promover uma pecuária sustentável?

 

A resposta é simples e direta: adotando medidas que não agridem o meio ambiente.

Em primeiro lugar, não fazer queimadas. Nem utilizar produtos químicos que contaminem o solo, pasto e água.

Em segundo lugar, preservar o ambiente faz parte de uma pecuária sustentável. E as vantagens são muitas. É possível se produzir mais, com menos intervenção.

Evitar a degradação das pastagens e mantê-las sempre adequadas faz parte.

Acima de tudo, estude bem os produtos e agentes químicos que irá utilizar no pasto, como fertilizantes, adubos e herbicidas.

No combate aos parasitas, consulte o veterinário para saber se o produto é tóxico aos animais e ao meio ambiente.

 

pecuária sustentável
Como promover uma pecuária sustentável? – Foto: opinioesilpf

Como preservar a fauna e flora da região? 

 

Uma sugestão é aderir a Integração Lavoura Pecuária Floresta. Conhecida pela ILPF, o sistema mantém toda a fauna, flora e nascentes na região, como parte de toda a produção.

A Embrapa mesmo já tem estudos que indicam resultados positivos em propriedades que já adotaram. Sem contar com a redução de custos e o bem-estar animal.

Quanto mais acesso à sombra as vacas de cria tiverem, mais férteis serão. Saiba mais: Descubra a importância da sombra na pecuária.

Plantando árvores, além da sombra, a propriedade será abrigo de pássaros e outras espécies. Inclusive, aqueles que podem estar em extinção.

Além disso, esse sistema aumenta a arroba do gado. Parece que não, mas quando fica exposto a altas temperaturas, o gado não produz bem.

Ou seja, preservando a área, mais proteção contra o calor os bovinos terão. Afinal, gado estressado não come. O resultado? Não ganha peso. Será que te convencemos?

Caso se interesse pelo tema, não deixe de ler: Integração Lavoura Pecuária.

 

E as nascentes? 

 

A água é essencial não só para a pecuária. Mas para toda e qualquer vida.

Caso tenha uma nascente na sua propriedade, preservá-la vai garantir que tenha acesso sempre a uma água pura e limpa. A nascente pode abastecer não só a sua propriedade, mas todas as que estão em torno dela.

Importante não deixar os bovinos terem acesso à nascente. Eles podem levar lama e outros dejetos que contaminam a água. Dessa forma, a vida aquática também será preservada.

Por fim, o acesso a água pelo gado deve ser feito diretamente no bebedouro. Além de facilitar, o produtor consegue ter a certeza do consumo de uma água de qualidade e adequada para a saúde dos animais.

Complemente a leitura: Preservação de nascentes das propriedades rurais.

 

Quer saber mais sobre pecuária? Então a Boi Saúde te convida para assistir nossas dicas em formato de vídeo.

No nosso canal, orientações sobre como promover uma alta produtividade estão disponíveis, com atualização toda semana. Confira: Boi Saúde no YouTube. 

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*