Curraleiro pé-duro é a primeira raça de boi brasileira?

Gostou? Compartilhe!

As raças bem estabelecidas aqui no Brasil são muitas. Algumas delas têm origem em nosso país e outras têm origem em outros países, mas que se dão muito bem por aqui. Uma das raças que tem um bom desempenho no Brasil é a curraleiro pé-duro. Será que a origem é brasileira ou importada?

É considerada uma raça de dupla aptidão, o que significa que pode ser produzida para carne e leite.

E caso você esteja pesquisando sobre raças, desde já, indicamos a leitura: A melhor raça de gado para corte para você: e-book grátis.

 

Qual a origem do Curraleiro pé-duro?

 

Em primeiro lugar, a origem do Curraleiro pé-duro não é brasileira, amigo produtor. É uma raça europeia e assim como outras, se deu muito bem por aqui.

Muitas pessoas têm a ideia de que é uma raça brasileira porque chegou aqui bem no começo da colonização por Portugal. Aos poucos, com a vinda de mais pessoas para o Brasil, outras raças foram introduzidas. Principalmente, as zebuínas. Para saber mais, confira: Raças zebuinas leiteiras.

 

Características da raça

 

As fêmeas são longevas, podendo chegar aos 20 anos de idade. Além disso, produzem um bezerro por ano;

São animais de porte pequeno a médio, com peso médio entre 360 kg e 420 kg na fase adulta;

O cruzamento industrial proporciona a melhoria na produção de carne. Quando a produção leiteira, o cruzamento com as raças holandesa e Jersey são boas opções para a qualidade e quantidade de leite.

A produção se dá bem em locais onde a disponibilidade de forrageira é baixa;

Atualmente, estão concentrados na região Nordeste, Centro-Oeste e norte de Minas Gerais.

 

curraleiro pé-duro
Curraleiro pé-duro. – Foto: Maria Eugênia Ribeiro

Cuidados além da raça 

 

Mais que escolher uma raça que se adapte e tenha boa rentabilidade no clima e solo da região, manter uma produtividade em alta se resume a um conjunto de fatores. Por exemplo: pasto adequado, ração balanceada no cocho, suplementos e aditivos, prevenção de doenças, bem-estar animal.

Quando bem planejada, a lida consegue proporcionar um rendimento acima da média. Portanto, amigo produtor, tenha suas ações diárias bem estipuladas.

Faça um calendário. Não perca nenhuma vacina. Evite parasitas e bactérias que causam doenças. Construa galpões para proteção do sol e do frio. Deixe a violência do lado de fora da sua propriedade. E, acima de tudo, não deixe de focar na higiene.

Lendo assim parece uma tarefa árdua. Mas quando bem estruturada e dividida entre seus funcionários, tudo funciona muito bem. Clique: Contrato de prestação de serviços de mão de obra rural

A administração da propriedade deve ser sempre pensada em primeiro lugar. Dali, começa a distribuição de tarefas, possibilidade de contratação de mão de obra, compra de insumos e investimento em tecnologia.

Desde já, te desejamos muito sucesso na sua pecuária. E para qualquer dúvida, conte sempre com a Boi Saúde.

Não pare seus conhecimentos por aqui. Confira mais conteúdos disponíveis aqui no blog:

Além das dicas desta página, a Boi Saúde também oferece conteúdo em formato de vídeo, com acesso gratuito. O objetivo é promover ações práticas que promovam uma maior lucratividade nas propriedades rurais do Brasil. Confira: Boi Saúde no YouTube.

 

Referência:

Associação Brasileira de Criadores de Bovinos Curraleiro Pé-Duro (ABCPD)

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*