Cerca elétrica para gado

Gostou? Compartilhe!

O uso da cerca elétrica para gado é comum, devido ao custo e facilidade. Os benefícios são vários e garante que processos, como o pastejo rotacionado funcione de forma garantida.

Muitos produtores a utiliza para evitar que animais fora da propriedade adentrem o local. Com o objeto de preservar as plantações e também contato do gado com esses animais, que podem ser até selvagens, como javalis, por exemplo.

Na pecuária, um dos usos mais efetivos é no pastejo rotacionado. O foco é preservar o gado naquele local estabelecido e que os bovinos não invadam as demais áreas que estão em recuperação e preservação para uso futuro.

Se você quer implementar esse tipo de pastejo na propriedade, mas não sabe como começar, a Boi Saúde te dá uma força na dica: Pastejo rotacionado atinge ápice nutricional do capim. 

Existem três tipos de cerca elétrica para gado:

  • Temporária: que pode ser mudada de lugar, sempre que necessário;
  • Permanente: instalada de forma fixa, sem possibilidade de mudança de local;
  • Sobreposição: que tem duas barreiras. A cerca convencional e a elétrica.

Qual a melhor para a sua propriedade? Só você poderá responder. Em primeiro lugar, leve em conta o custo. E segundo lugar, confira se o modelo irá atender as suas necessidades de produção.
 

Cerca elétrica para gado
Cerca elétrica para gado auxilia pastejo rotacionado. – Foto: Belgo Arames.

Cerca elétrica para gado X arame farpado

 

Conforme pontuamos anteriormente, a cerca elétrica tem uso positivo. Já o arame farpado, causa machucados e feridas, que poder atraírem moscas e outros insetos, podem propagar doenças que causam grandes transtornos aos bovinos e também ao produtor.

Se você está pensando que os choques da cerca elétrica também machucam, a frequência elétrica deve ser baixa, a ponto apenas de causar um susto no gado. E não ferimento.

Uma vez que o gado encosta e toma o choque, não irá mais forçar a passagem. Não exceda 70 pulsos por minuto.

Várias empresas são especializadas na instalação de cerca elétrica para gado. Basta checar a extensão do pasto, a partir de medição.

E solicite sempre referências. O trabalho precisa ser muito bem feito para ter os resultados esperados.

 

Estude seu caixa antes de fazer qualquer investimento 

 

O desejo de melhorias está sempre presente nos produtores que têm a intenção de expandir o rebanho e, consequentemente, o lucro.

Entretanto, faça com cuidado e antes de sair passando o cartão, verifique se o preço cabe dentro da sua realidade financeira do momento.

Fazer alguns esforços de economia vale bastante. Só não corte o essencial que realmente faz a diferença no negócio. Por exemplo, ração, vacinas e insumos.

Já pensou em colocar tudo em uma planilha para entender qual a sua receita e saída do mês? Dessa forma, fica mais seguro começar a investir em melhorias, como a cerca elétrica.

Confira nesta dica como fazer o preenchimento e ainda, adquira um modelo grátis para melhor controle financeiro: Como preencher uma planilha de controle de gado?

Para mais dicas sobre pecuária, acesse o nosso canal: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Quais os tipos de cerca elétrica para gado?

Existem três tipos mais utilizados: a temporária, a permanente e a sobreposição.

Qual o melhor tipo de cerca elétrica para o gado?

Depende das condições financeiras do produtor e também a que irá atender as necessidades naquele momento.

Qual a finalidade da cerca elétrica na pecuária?

Evitar que o gado ultrapasse a área da propriedade e também avance em pastos que estejam em fase de vedação e descanso.

Qual o melhor para o gado: cerca elétrica ou arame farpado?

Cada um tem seus prós e contras. Avalie qual deles mais se encaixa na sua produção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*