Manejo da bovinocultura de corte: dose de suplemento

Não basta oferecer suplemento no cocho, amigo produtor. É preciso saber na bovinocultura de corte o manejo dosagem correta para ter o resultado esperado e evitar desperdício de um investimento na propriedade. Nesta dica, você poderá conferir realmente se a dose de suplemento alimentar para gado de corte do seu negócio está correta, a ponto de corrigi-la e promover uma pecuária de alta produtividade. Vamos lá?

Os suplementos alimentares são indispensáveis em uma produção de gado de corte. Por mais que seu pasto seja abundante e a espécie da forrageira adequada com a sua região, o solo não oferece todos os nutrientes necessários para nutrir o gado e energia suficiente para a engorda.

Além disso, existem alguns problemas que impactam diretamente a digestão e o rúmen, como o PH ruminal e a acidose, que precisam ser controlados no cocho. É uma forma prática, efetiva e econômica. Nas próximas linhas, você saberá quais são os suplementos mais utilizados no Brasil e a dose ideal de cada um no cocho.

 

Dose de suplemento alimentar para gado de corte

 

Sal mineral 

O consumo diário deve ser entre 60 e 90 gramas por dia/cabeça. Para bezerros, entre 20 e 30 gramas por animal/dia. Ele repõe importante nutrientes por meio de mistura que fornece fósforo, cálcio, ferro, enxofre e muitos outros. É possível fazer adicional de sorgo e fubá.

Para oferecer a dosagem correta aos animais, siga a orientação: coloque uma quantidade de sal e após a ingestão, divida pelo número de animais e pelos dias de consumo. Por exemplo: Faça a divisão de 10kg/35animais/3 dias. Neste caso o consumo será próximo de 100 gramas/dia.

Sal proteinado 

Auxilia no aproveitamento dos nutrientes consumidos no pasto e na ração. Como o nome já diz, é rico em proteínas. Assim como o sal mineral também tem minerais e quando os dois são oferecidos, mais os dois suplementos citados abaixo, não há erro em uma engorda acima do esperado pelo mercado e ainda com bom rendimento de carcaça. Para saber mais sobre a mistura, acesse: Sal proteinado com sal mineral: posso misturar?.

Para bezerros, a dose é 1g/kg peso vivo. E a mesma dosagem segue para animais adultos: um grama por quilo vivo do animal.

Inclusive, você pode adquirir uma receita gratuita da Boi Saúde. Clique AQUI.

 

Bovinocultura de corte manejo: dose de suplemento
Suplemento alimentar para gado de corte é fundamental para manter a alta produtividade e rendimento dos bovinos. – Foto: Boy Fotógrafo

Bovinocultura de corte manejo da virginiamicina 

É um suplemento alimentar para o gado de corte essencial para manter a engorda. Principalmente, se o produtor for adepto do método Boi 777. Por ter giro rápido e promover o ganho de sete arrobas na cria, recria e terminação, é um sistema para produtores que desejam manter o boi pouco tempo na propriedade. E a virginiamicina é uma grande aliada.

Para saber mais do boi 777:

Todos os nutrientes consumidos no pasto e também pelos sais citados anteriormente podem não ser totalmente absorvidos pelo organismo. E aqui entra o papel da virginiamicina, que é responsável pelo controle do PH ruminal e do ácido láctico. Todo produtor que deseja ter um desempenho acima da média, adota o uso da virginiamicina para não só eliminar problemas de saúde como a acidose ruminal, mas também para ter uma engorda expressiva.

A dosagem correta é adicionar 0,5kg do produto em 25kg de sal mineral e fornecer o produto final após a mistura à vontade dos animais..

Para saber mais, acesse: Virginiamicina e acidose ruminal: qual a relação?.

 

Bovinocultura de corte manejo da ureia 

Algumas propriedades têm receio em utilizar a ureia devido a chances de intoxicação e ficam sem os benefícios que esse outro suplemento pode proporcionar na produtividade.

O uso da ureia é seguro e aprovado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Para evitar a intoxicação é necessário monitorar sempre a dose oferecida no cocho e também ter um cocho ideal que evite o acúmulo de água. Ah, não esqueça da cobertura no cocho (ela é fundamental).

A dosagem ideal e que garante segurança é 30 gramas a cada 100 kg do peso de animal. Isso por dia.

Alguns cuidados como não oferecer a ureia para animais famintos e fazer uma adaptação no início do fornecimento fazem parte do manejo.

Essas orientações, você aprende aqui: Ureia para bovinos: cuidados no uso e armazenamento. 

 

 

Com essas dicas a Boi Saúde espera proporcionar uma alta produtividade no seu negócio e muito sucesso!  E se quiser saber mais, acesse nossas dicas no nosso canal do YouTube.

 
banner banner
 

2 pensou em “Manejo da bovinocultura de corte: dose de suplemento”

  1. Bom dia sou novo no ramo de gado de leite e também estou engordando alguns bezerros. Sigo às orientações da boi saúde e gosto muito.

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Valdir, obrigado por nos acompanhar. Conte sempre com a Boi Saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Black Week