Tudo sobre ureia para bovinos: confira os cuidados

A ureia para bovinos auxilia muito com o resultados na pecuária. O custo benefício é positivo, já que tem preço baixo. E também um manejo fácil e prático.

Muitos produtores temem o uso devido ao risco de intoxicação. Para você que ainda tem resistência para oferecer a ureia ao seus animais, a Boi Saúde listou os principais cuidados para te dar uma força na sua produtividade.

 

 

Os cuidados para evitar a intoxicação são simples. Confira as dicas:

 

Dicas de oferecimento da ureia para bovinos 

 

Faça uma adaptação no início do oferecimento 

Não sirva a dosagem máxima logo nos primeiros dias. Sirva dosagens menores. Porém, com o passar dos dias, pode ir aumentando até chegar ao limite adequado.

Essa adaptação garante que o organismo dos bovinos se acostume com esse novo suplemento.

 

Sirva a ureia em várias refeições 

É muito comum nas propriedades, o produtor servir a ureia para bovinos em uma única dosagem no dia. Essa atitude faz com que o animal não consiga absorver toda a quantidade necessária de nitrogênio.

Fracione a dosagem ideal em três, no máximo, até quatro porções do dia. O resultado será mais efetivo. Dessa forma, os riscos de intoxicação são menores.

Já que citamos o nitrogênio, para saber quais são os benefícios, confira a dica: Nitrogênio na pecuária: o que e para que serve.

 

Fique de olho na dosagem máxima 

Segundo recomendação da Embrapa, a dosagem máxima de ureia é 49 gramas para cada 100 quilos de peso vivo do animal.

Não ultrapasse essa margem, amigo produtor!

 

Faça uma mistura bem homogênea 

Ou seja, a ureia pode ficar quase imperceptível. Bem misturada, a segurança é mais eficaz.

 

Forneça a ureia sem interrupção 

O que isso significa? Que deve ser servida no cocho todos os dias. Claro que se for interrompida por um ou dois dias, não há problema.

Mas, caso haja necessidade de interromper por uma semana, é preciso começar toda a adaptação, já citada no começo desse texto.

Essa interrupção muito longa pode acontecer em épocas de chuvas intensas. Ou quando o produtor não se programa para a compra da quantidade necessária, de acordo com o número de bovinos da propriedade.

E não esqueça da cobertura no cocho. É um item importante e obrigatório para quem utiliza ureia: Vale a pena cobrir o cocho?.

 

ureia para bovinos - Tudo sobre ureia para bovinos: confira os cuidados
Quando utilizada com cuidados, a ureia para bovinos promove bom resultado. – Foto: José Luis Nazareth Rizzatti

 

Sirva a ureia para bovinos com suplementos minerais e aditivos 

O suplemento mineral é rico em cálcio, fósforo e demais micro e macro. Eles são elementos necessários para manter o organismo do animal em pleno funcionamento.

A ureia é fonte de nitrogênio. Dessa forma, proporciona proteína, mais que necessária na seca. mas também durante as águas.

Quando aliados ao uso de aditivos, como a virginiamicina, por exemplo, promove um resultado de sucesso.

Para entender como esse aditivo funciona, acesse: Virginiamicina e a eficiência na alimentação de gado de corte.

 

Dica complementar sobre ureia para bovinos 

 

Sirva a ureia com cana de açúcar mais aditivo melhorador de desempenho.

Para que você tenha mais segurança, ofereça uma mistura com a quantidade exata de cada ingrediente. A Boi Saúde disponbiliza uma receita completa.

Não se preocupe, pois o custo é baixo. Porém, os resultados são satisfatórios.

Para adquirir a receita gratuita, basta clicar no link: Receita volumoso.

 

Se quiser reforçar seus conhecimentos sobre a ureia, confira mais dicas sobre o tema:

 

A Boi Saúde espera que esse conteúdo possa auxiliar com o aumento da sua produtividade. E assim, garantir mais arrobas e lucratividade para seu negócio.

Prefere dicas em formato de vídeos? Acesse o nosso canal do YouTube: Dicas sobre pecuária em vídeo. 

 
Volumoso de Cana de Açúcar - Tudo sobre ureia para bovinos: confira os cuidadosVolumoso de Cana de Açúcar mobile - Tudo sobre ureia para bovinos: confira os cuidados
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*