fbpx

Sal branco para gado é eficiente para a engorda?

 
banner banner
 

O sal faz parte da pecuária. Muitos produtores negam isso e não o oferecem ao rebanho. Entretanto, os riscos são grandes como gado que não ganha peso, maior exposição à doenças e baixa produtividade. Todo o esforço da lida passa a não fazer tanto sentido. Por isso, amigo produtor, entenda neste conteúdo porque o sal branco para gado deve fazer parte da sua rotina. E indo além, será que todo sal é igual e o que você utiliza faz sentido para a sua pecuária?

A necessidade do sal é uma característica dos bovinos. Isso acontece porque alguns elementos são essenciais para o funcionamento do organismo e a reposição está no sal. O potássio e o sódio são alguns exemplos.

Se você serve o sal branco para gado está trilhando um caminho diferente daqueles que não servem nenhum tipo de suplementação. Porém, o sal branco comum não é o melhor para a sua produtividade. Possivelmente, você ficou com dúvidas quando leu esse trecho, certo? Mas nas próximas linhas, vamos justificar porque existem outras alternativas que são melhores e trazem mais ganhos ao seu negócio.

Ao oferecer o suplemento correto, seu tempo e dinheiro terão sentido e mais retorno ao fim de cada negociação.

 

 

Neste conteúdo, você terá acesso aos temas:

 

 

Para que serve o sal branco para gado

 

Para desempenhar as muitas funções, o organismo do gado precisa repor alguns elementos. Mesmo consumindo pasto e ração, esses principais elementos não são absorvidos pelo organismo. Mas aqui vamos fazer uma ressalva. O sal branco para gado, aquele comum, não é o melhor. Em primeiro lugar, oferece poucos elementos, pois não é completo. Em segundo lugar, se você já faz esse tipo de oferecimento, o que é um passo à frente de muitos outros produtores, troque o sal branco para gado para o sal mineral, o sal proteinado e o sal proteico energético.

Existem diversas justificativas para que esses tipos de sal estejam na rotina de uma propriedade. E você saberá quais são elas a partir de agora!

 

Diferença entre sal branco e sal mineral

 

Bom, mais que dizer que você precisa trocar o seu sal branco, precisamos justificar o porquê dessa troca.

Como já citamos, apenas o sal branco em si é bom, mas não é o suficiente. Então, a troca é muito simples. Você pode fazer o seguinte planejamento de oferecimento de sal na sua propriedade.

 

Sal mineral

O nome sal mineral é devido a composição. É basicamente o sal branco para gado, porém com os minerais que são necessários para que o organismo do animal funcione devidamente. Vai muito além do potássio e do sódio.

Muitos dos nutrientes que compõem esse tipo de sal possivelmente você já ouviu falar. Alguns deles são cálcio, fósforo, enxofre, magnésio, ferro e zinco. E reforçando que esses são apenas alguns deles. Já pensou o gado produzindo acima da média apenas ao substituir o sal branco para gado pelo sal mineral?

Todos esses componentes equilibram o peso do gado, evitando a queda, mesmo com a falta de pasto, como veremos no tópico a seguir. Quando mais nutrido de dentro para fora, menos doenças os atingem. Ou caso fiquem doentes, os danos são muito menores, quando comparado ao rebanho que não utiliza nenhum tipo de reposição de nutrientes.

Assim como o sal branco para gado, o sal mineral é um produto muito fácil de ser encontrado. Está disponível em casas agrícolas e pecuárias. No entanto, você pode produzir o seu próprio sal na propriedade. Isso significa que é um suplemento muito mais simples do que você já pensou, não é mesmo?

Você não precisa ir a outro site em busca da receita. Aqui mesmo você garante a sua e gratuita. Ou seja, sem pagar nada. Clique aqui e receba os ingredientes e modo de preparo passo a passo. 

Se você acredita que precisa de mais informações a respeito, leia os seguintes conteúdos:

 

sal branco para gado
Existem alternativas melhores que o sal branco para gado como o sal mineral. – Foto: Campo Fácil

Sal proteinado

O sal proteinado é outro item necessário. Se você está se perguntando qual a diferença do sal mineral e quando usar, vamos responder agora!

O ideal é usar o sal proteinado na época da seca. Nesse período, a falta de proteína devido a ausência de pasto é maior. E para que o peso dos animais não sofra uma queda muito brusca, o sal proteinado repõe o que não é consumido nas silagens ou ração.

A composição é sal branco com minerais mais proteínas. E já que esse tipo de sal é o mais indicado para a seca, você utiliza o sal mineral nas águas. Essa recomendação é da Embrapa, a principal referência de estudos e pesquisas de pecuária no Brasil.

Assim como o sal mineral, o proteinado também pode ser feito por você na propriedade. Com isso, você economiza e otimiza a sua pecuária.

Adquira a sua receita grátis aqui!

 

Proteico energético

Esse tipo de sal também tem uso mais satisfatório do que o simples sal branco para gado.

Sabe quando o gado precisa daquela força extra para consumir mais pasto? Então, se você está passando por essa situação no período das águas, essa é a indicação para sua pecuária.

O sal proteico energético aumenta o peso do gado ao estimular um maior consumo da pastagem. Portanto, mantenha sempre seu pasto saudável para que juntos (sal proteico energético mais o pasto) promovam uma qualidade de desempenho acima da que você tem hoje. E sim, aumentar resultados de forma progressiva é possível.

Basta ter uma rotina muito bem planejada e seguir com os princípios dos cuidados com o gado.

Aprenda a fazer esse tipo de sal: Sal Proteico Energético: receita. 

 

Tire mais dúvidas

 

Outras dúvidas muito frequentes na pecuária estão disponíveis aqui no blog da Boi Saúde. Se você é daqueles que preferem conteúdo em vídeo, assista aos nossos vídeos disponíveis no YouTube. Toda semana, uma orientação nova para que você aumente seu lucro e tenha muito sucesso na sua propriedade. Acesse, assista e inscreva-se no nosso canal clicando aqui.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

×