Matriz bovina: a nutrição ideal a partir do escore corporal

Aqui mesmo no blog, já aprendemos como avaliar o escore corporal de uma matriz bovina. Se você ainda não acessou a dica, te indicamos antes da leitura desta. É só clicar no link: Matrizes bovinas: como avaliar o escore corporal?.

O escore corporal avalia as condições físicas das matrizes e se estão aptas a gerarem uma nova vida. Muitas vacas, quando emprenhadas sem estar com condições de saúde adequadas para a monta, podem ter graves consequências na saúde não só nelas, mas também nos fetos gerados. Isso reforça a importância da avaliação antes mesmo da reprodução. Caso não esteja apta para a monta naquele momento, oferecer cuidados necessários para a recuperação é uma boa saída.

E qual será a melhor nutrição para a matriz bovina em cada escore? Em algumas fases, será necessária oferecer um tratamento no cocho para que recupere as atividades reprodutivas e as que estão aptas para serem emprenhadas (seja por monta natural, seja por IATF).

Fêmea bem nutrida apresentam um bom escore corporal no parto. Agora que você já estudou nossa dica sobre escore corporal, a dica é que matriz bovina selecionada para a reprodução, deve estar com escore acima de 4. A indicação é que nessa condição, a vaca pode utilizar boa parte das reservas corporais para a produção de leite e para conceber o bezerro.

 

matriz bovina corte - Matriz bovina: a nutrição ideal a partir do escore corporal
Matriz bovina: a nutrição ideal a partir do escore corporal. – Foto: Pixabay

Nutrição para matriz bovina com escore abaixo de 4 

 

Quando a vaca é classificada com escore abaixo de 4, significa que ela não tem condições de dar cria daquele momento. Mas a recuperação pode acontecer. Tudo isso com um manejo específico.

A primeira ação é separar o grupo de matrizes com esse escore dos demais. O objetivo é oferecer uma estratégia nutricional específica que atendas as necessidades desse grupo.

Um suplementação baseada no pré-parto é uma saída, aliada a um bom pasto. Nesse período, o mais indicado é utilizar a virginiamicina, que auxilia no escore corporal na fase pré-parto e no pós-parto, facilita a recuperação e perda de peso.

Referência:
NOGUEIRA, E.OLIVEIRA, L. O. F. deNICACIO, A. C.GOMES, R. da C.MEDEIROS, S. R. de. Nutrição aplicada à reprodução de bovinos de corte. Capítulo 10. Embrapa Gado de Corte, 2015.

 
Ração para Vacas de Cria - Matriz bovina: a nutrição ideal a partir do escore corporalRação para Vacas de Cria mobile - Matriz bovina: a nutrição ideal a partir do escore corporal
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*