Metrite: inflamação na parece uterina das vacas

A metrite é uma doença não muito conhecida pelos nossos pecuaristas. Mesmo ocorrendo com relação direta com a retenção de placenta. Os partos mais complicados e também quando a vaca gera mais de um animal por gestação são fatores de risco.

A doença é uma infecção do útero causada por bactérias. Pode prejudicar a fertilidade da vaca. E ainda causar sérios problemas na saúde do animal.

Outro ponto importante é o custo do tratamento e também o manejo direcionado aos cuidados exclusivos.

Se interessou pela dica? Continue aqui e saiba mais sobre como promover uma boa pecuária.

 

Diagnóstico da metrite

 

Os sintomas são físicos e aparentes. O produtor precisa conhecer seu gado e acompanhar, principalmente, as vacas recém-paridas. É nessa fase que a metrite também pode atacar.

A época de manifestação da doença é entre a primeira e terceira semanas após o parto. Se a vaca teve a placenta retida ou parto difícil, é preciso monitorá-la ainda mais. Acompanhe os movimentos do animal e caso ele apresente:

  • urina com odor forte e desagradável. A cor é marrom escuro.
  • febre alta;
  • apatia;
  • isolamento das demais matrizes, caso esteja no pasto-maternidade;
  • perda de peso;
  • queda na produção de leite;

Após o parto, é recomendado que a vaca seja examinada duas vezes ao dia.

 

metrite vacas - Metrite: inflamação na parece uterina das vacas
Manter a sanidade e suplementação em dia garante a prevenção da metrite. – Foto: @boyfotografo

Prevenção

 

Como a retenção de placenta é um dos fatores de risco, além de partos difíceis, a prevenção desses problemas pode ajudar. A placenta é considerada retida, quando não é expulsa pelo próprio útero da vaca até 12 horas após o parto. Além disso, outros fatores contribuem para a prevenção da metrite:

  • Ambiente higienizado;
  • Manejo adequado;
  • Dieta balanceada;
  • Manter a sanidade de todo o rebanho em dia;
  • E o principal, fornecer suplementos adequados de prevenção.

A suplementação é realmente importante, não só durante a gestação, mas em todas as fases da vida da matriz.

Sem contar que a alimentação é outro ponto essencial. Para conferir se o que você oferece no cocho atende todas as necessidades das vacas, confira: Ração para vaca de cria.

Manter o organismo do animal reforçado com todos os nutrientes necessários, mantém a fertilidade em alta. Outro ponto é proporcionar ao bezerro substâncias essenciais para o bom desenvolvimento.

É de conhecimento que o pasto sozinho não consegue nutrir suficientemente um animal. Por isso, manter a alimentação equilibrado com sal proteinado, sal mineral e virginiamicina, proporciona resultados satisfatórios.

Para saber o que e como oferecer, clique nas dicas:

 

E a produção de leite e recuperação após o parto são mais rápidos e saudáveis.

Caso tenha problemas com retenção de placenta na sua propriedade, saiba como agir com a dica: O que fazer quando há retenção de placenta em vacas. 

 

Tratamento

 

Quando tratada logo após apresentar os primeiros sinais da doença, as chances de cura são mais altas.

Geralmente é feito com antibióticos ou anti-inflamatórios, dependendo do grau da doença. Entre eles, a substância Ceftiofur proporciona bons resultados. Mas siga corretamente as orientações do seu veterinário.

 

Acesse também o canal de dicas da Boi Saúde no Youtube.

 
Ração para Gado de Leite - Metrite: inflamação na parece uterina das vacasRação para Gado de Leite mobile - Metrite: inflamação na parece uterina das vacas
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*