Como prevenir e tratar cãibra na perna das vacas?

Gostou? Compartilhe!

Cãibra na perna das vacas não são graves. Essa distensão muscular acontece com a luxação da patela e provoca incômodo na locomoção e movimentos naturais do animal. A boa notícia é que existe tratamento e prevenção, veja como prevenir e tratar no cocho de gado.

Lembre-se: caso tenha alguma dúvida, basta deixar sua pergunta nos comentários. Assim que possível, iremos te responder. Além disso, não deixe de comentar o que achou das dicas.

Então, vamos começar!

 

Problemas que as cãibras na perna das vacas causam

 

Confira quais são os problemas e elimine de sua propriedade:

  • Dor;
  • Dificuldade de locomoção;
  • Desconforto;
  • Problemas no casco;
  • Falta de apetite;
  • Diminuição de leite, no caso de matrizes e gado leiteiro.

 

Cãibras: como prevenir e tratar no cocho de gado
Foto: Reprodução Internet

Prevenção 

 

Vamos evitar as dores e sofrimento animal? Por mais que cãibra na perda da vaca tenha solução, evitar cirurgia e todo o processo de recuperação é uma ótima ação. Além de economizar os custos. Ainda, a subnutrição pode ser uma das causas dessas cãibras em vacas.

É possível fortalecer a saúde do animal. Mas como proceder? É simples, amigo produtor. Da forma mais prática e fácil: no cocho. Assim como os humanos, os bovinos também precisam de cálcio para fortalecimento de ossos e músculos.

Além disso, os fósforos também são fundamentais para as vacas, principalmente as matrizes e produtoras de leite. Suplementos próprios para o gado leiteiro que não deixam resíduos químicos por serem naturais é uma ótima forma de prevenção.

O cálcio pode ser servido para o gado no cocho através da suplementação por meio de aditivos que ajudam, não só na melhora da saúde e longevidade do animal, mas também na qualidade do leite produzido, e assim como citado não deixam resíduos químicos por serem naturais.

Esses elementos são tão importantes que produzimos uma dica apenas sobre eles: Por que devo oferecer cálcio e fósforo para bovinos?

E não termine essa dica sem deixar seu comentário, amigo produtor. Afinal, a sua opinião é muito importante para o nosso trabalho.

 

Tratamento

 

A única de forma de tratamento é por meio cirúrgico. Claro que você irá escolher um bom profissional veterinário para o procedimento que é simples.

A recuperação leva em torno de dois dias para o animal voltar a vida normal.

Para promover a saúde das vacas, a mastite é uma doença que precisa ser monitorada com frequência. Acesse a dica: Mastite em vacas: o que é, como tratar e prevenir.

Talvez você também se interesse por esse conteúdo:

Mastite bovina: evite a queda na produção de leite

 

Conteúdo em vídeo

 

Por fim, para conferir mais orientações sobre pecuária e outros assuntos, te convidamos para conhecer o canal da Boi Saúde no YouTube.

Vídeos atualizados e de fácil compreensão te esperam com acesso gratuito.

Então, acesse agora e desfrute de todo o conteúdo já disponível por lá: Boi Saúde no YouTube.

Aproveite e se inscreva no canal e não perca nossas atualizações, combinado?

A Boi Saúde deseja muita prosperidade nos seus negócios. Nos vemos na próxima dica. Então, até lá!

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*