Brinco para gado: por que e como utilizar?

Gostou? Compartilhe!
 
banner banner
 

Um dos problemas que o produtor tem diariamente é o controle de gado. Não só na localização, mas no mapeamento e detalhes das informações individuais de cada bovino. E concordamos, é um desafio. Entretanto, existem instrumentos, como o brinco para gado, que facilitam o manejo.

 

Neste conteúdo, você terá acesso aos temas:

 

 

Neste conteúdo, você vai entender todos os pontos quanto ao uso desse tipo de identificação. E mais ainda, porque fazer o controle do gado.

 

Por que controlar o gado?

 

Em propriedades com grandes extensões de terra, o gado pode pastar à vontade e sair da área de monitoramento dos peões. Quando isso acontece, é exigido um esforço extra para que a equipe resgate e recupere esse animal.

Além disso, acompanhar o desempenho do gado garante que a sua propriedade elimine os erros. Em primeiro lugar, a partir da numeração individual, o pecuarista sabe o peso, o progresso da engorda, a data das vacinas, os reprodutores e demais informações que podem ser mapeadas.

Em segundo lugar, em caso de roubo e furto de gado, é possível rastrear aqueles que tem chip instalado. Ou ainda, facilitar a identificação no caso de localização das autoridades competentes.

Infelizmente, o abigeato, que trata-se de crime de furtos envolvendo animais do campo, ainda assusta muitos produtores em todas as regiões do país. E o brinco para gado é uma forma de recuperação.

Outra sugestão é o uso de drones que está cada vez mais frequente no campo. Por meio de um aparelho que sobrevoa a propriedade, é possível mapear a região e acompanhar a movimentação e localização do rebanho.

 

 

Para que serve o brinco para gado?

 

O brinco para gado tem a função de facilitar a identificação do animal. Por ser fixado na orelha, permite a visualização mais fácil.

Se você está se perguntando qual a diferença de marcação a ferro e o brinco para gado, explicamos agora.

O risco de infecção no momento da aplicação do brinco é menor e mais indolor para o gado, quando comparado com a marcação.

 

Como funciona?

 

Cada bovino tem um número. Mas, não basta fixar o brinco na orelha do animal. É preciso fazer uma atualização de todos os processos. Existem diversos formatos do controle por meio do brinco:

  • O manual, no qual é atualizado em um caderno ou no computador, a cada nova atividade da lida;
  • Por meio de sistemas eletrônicos que são atualizados de forma rápida e que trazem dados e métricas automatizadas;
  • Aplicativos próprios para essa finalidade.

Inclusive, a Embrapa já desenvolveu diversos programas que facilitam a rotina da produção bovina. Se a tecnologia ainda não chegou na sua propriedade, é importante rever e refletir o quanto sua lida seria mais ágil e ainda mais precisa.

 

brinco para gado
Brinco para gado facilita o monitoramento do gado. – Foto: Ricardo Beltrame

Quando atualizar as informações do brinco para gado?

 

  • No dia de aplicação de vacinas;
  • Dias de pesagem;
  • Caso alguma consulta veterinária seja necessária ou até mesmo cirurgia;
  • Aplicação de vermífugos;
  • Monitoramento da reprodução daqueles animais que participam da monta, como vacas de cria e touros;
  • Alguns exportadores europeus exigem brincos ou chips rastreáveis, tornando-se um passaporte internacional dos animais. Então, se você pretende se tornar um exportador de carne, coloque esse item na lista.

 

Quando colocar brincos em bezerros?

 

Alguns produtores colocam o brinco no dia do nascimento do bezerro. Porém, propriedades que atuam com o bem-estar animal, promovem o processo de identificação da seguinte forma: colocam um cordão com a mesma cor na matriz e no animal recém-nascido.

Dessa forma, os responsáveis pelos cuidados pós-parto saberão identificar quem é a matriz de determinado bezerro. Aplique o brinco no terceiro dia de nascimento. O animal já terá se alimentado do colostro, que é o leite com alto poder de imunidade, e estará mais protegido contra possíveis infecções.

Lembre-se de esterilizar os instrumentos a cada aplicação. Ainda, treine os peões que estarão a cargo da tarefa.

 

Por que monitorar o peso, além do brinco para gado?

 

O brinco para gado é um aliado quando se trata da produtividade.

Acompanhar o progresso da engorda indica se a propriedade está no caminho certo e oferecendo a ração e a nutrição adequadas.

Independentemente do sistema adotado, pasto ou confinamento, acompanhar os números da balança ajuda a reverter possíveis prejuízos a tempo.

Caso no dia da pesagem, o peso esteja abaixo da meta estipulada para aquele período, verifique o que está no cocho.

Comece pela quantidade de pasto disponível, caso esteja nas águas. A forrageira está em quantidade adequada para o número de animais? E a qualidade, a espécie se adequa à sua região e produção?

Feito isso, que tal fazer uma análise de solo e verificar quais são os elementos que faltam no pasto. A reposição direta no cocho por meio do sal mineral nas águas e proteinado na seca, com certeza, fará a diferença na próxima pesagem.

Não encare os suplementos como um custo, mas sim como investimento. Os produtores de sucesso são aqueles que investem em itens que realmente auxiliam a bater as metas de peso. Além de melhorar o rendimento de carcaça e o produto final, seja carne ou leite.

Com isso, faça seu próprio sal:

 

Além do brinco de gado, foque na suplementação animal. – Foto: Fazenda Uberaba

Ração

 

A ração precisa ser produzida de acordo com as necessidades nutricionais de cada fase do gado. Ou seja, você oferece uma ração para a cria, outra para a recria e uma diferente para a terminação.

São animais em fase de desenvolvimento diferentes. Portanto, abasteça o cocho com rações diferentes. Uma solução é dividir os animais em lotes. Assim, fica mais fácil para controle.

Entenda quais são os ingredientes e o preparo de cada uma delas:

 

A partir de agora você tem informações para superar os desafios da sua pecuária. Para mais conteúdo sobre lucro, aumento de arroba e produtividade na criação bovina, acompanhe nossos vídeos semanais. Inscreva-se grátis no nosso canal: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

×