Hérnia umbilical em bezerro recém-nascido

Entre as diversas doenças que podem se manifestar em bezerro recém-nascido, está a hérnia umbilical.

Quando manifestada em estado grave, pode levar à morte do animal. Consequentemente, prejuízos para a produtividade.

Nesta dica, você aprenderá o que é a doença. Além disso, como poderá tratá-la. E mais ainda. A melhor forma de bem-estar animal: a prevenção.

 

Hérnia umbilical em bezerro recém-nascido

 

Para começar, o que é uma hérnia umbilical? 

A hérnia é uma protuberância que acontece em alguma cavidade do corpo. E entre essas partes, o umbigo é uma das regiões mais comuns.

Os que bezerros que nascem de gemelares são os mais suscetíveis. Assim como os que recebem manejo inadequado.

As mais simples podem variar entre 1cm e 10cm.

Alguma raça tem maior resistência? Não. No entanto, todas estão sujeitas a desenvolverem essa enfermidade.

Quais são os sintomas? 

Além da protuberância que é visível, existem outros sintomas. A perda de peso é um fator que deve ser considerado, consequentemente, pode afetar o desenvolvimento do animal.

Em casos mais graves, há desenvolvimento de infecções sistêmicas. Infelizmente, podem levar à morte do bezerro.

Na apresentação de dor, o animal pode ter comportamentos específicos. Entre eles, coçar o local com frequência. Lamber, caso o alcance. E apresentar inquietação. Porém, essas atitudes podem causar piora do quadro da hérnia.

Existe tratamento? 

Quando são pequenas, podem se curar sem nenhuma intervenção.

Quando está em volume grande, a cirurgia está entre as alternativas.

É sempre importante consultar o veterinário de confiança. Em primeiro lugar, ele é o profissional indicado para avaliar as condições. Em segundo lugar, a situação pode variar de animal a animal.

Acima de tudo, manter o bovino sem dor e em estado pleno de saúde é a base do bem-estar animal. E não importa a fase. Desde o nascimento, até a terminação.

Como prevenir? 

O corte e desinfecção do umbigo são ações necessárias para evitar esse tipo de problema.

 

bezerro recém nascido 819x1024 - Hérnia umbilical em bezerro recém-nascido
Cuidar do bezerro recém-nascido exige manejo adequado. – Foto: Alexandre Strang Ciasca

Cura do umbigo 

 

Existe um momento mais indicado para o procedimento. É após a primeira mamada. E também depois de ser lambido pela matriz.

A cura do umbigo é uma forma de prevenção da hérnia. Para isso, você vai precisar fazer uma aplicação. Os materiais são simples. Ou seja, não têm preços altos. Portanto, podem ser adquiridos em casas agropecuárias e veterinárias.

Confira os cuidados:

  • A solução a ser aplicada deve ser de tintura de iodo 10% ou álcool iodado a 70%;
  • Molhe o umbigo uma vez ao dia. Deixe o algodão molhado com a solução por um minuto no umbigo do bezerro recém-nascido;
  • O umbigo pode cair até o quinto dia após o nascimento;
  • Esse cuidado precisa ser feito desde o primeiro dia de vida até a queda do umbigo.

 

Bem-estar animal desde antes do nascimento 

 

Em primeiro lugar, uma das estratégias para a prevenção de doenças é o bem-estar animal. O conceito está presente cada vez mais na pecuária. E além de promover uma vida sem maus tratos, traumas e violência aos bovinos, aumenta a produtividade.

Isso pode começar antes mesmo do bezerro nascer. A construção de um pasto-maternidade não demanda estrutura física a ponto de modificar a propriedade. Acima de tudo, é um local seguro. Será ali onde matriz e cria terão o primeiro contato. Além disso, a higiene assegura que não haverá contaminação. Da mesma forma, evita infecções por agentes externos.

Em segundo lugar, outro ponto importante é a alimentação.  Oferecer alimentos nutridos que proporcionem engorda e bom desenvolvimento faz parte da boa pecuária. Isso já na fase da desmama.

Se está em dúvida sobre o que oferecer, não deixe de ler: Receita de ração para bezerros. 

Para mais cuidados, confira as dicas:

Quer ter acesso a mais dicas sobre pecuária? Visita nosso canal de vídeos: Boi Saúde no YouTube. 

 

Referência: 

Tratamento de hérnia umbilical em bovinos. Clínica médica e cirúrgica animal. Revista Ceres. Volume 59 n 1. Viçosa Jan/Fev 2012.

GARCIA, Célio Pires. Hérnia em Bezerros. Diário do Nordeste. Abril, 2010.

 
Ração para Bezerros - Hérnia umbilical em bezerro recém-nascidoRação para Bezerros mobile - Hérnia umbilical em bezerro recém-nascido
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*