Administração rural: mantenha em dia as finanças da propriedade

Você faz tudo como mandar o figurino. Mantem o pasto sadio, ração balanceada no cocho, vacina o gado nos períodos certos, suplementação diária, mas quando te perguntam qual o custo de manter sua propriedade, a resposta não vem, porque ela não existe. Se esse é o caso, precisamos mudar essa realidade urgente. Por isso, a Boi Saúde te explica nesta dica a importância da administração rural.

Por que manter as finanças em dia?

Não basta juntar as notas daquilo que você compra no fundo da gaveta. Tudo precisa ser contabilizado para ao fim do mês, saber se o negócio realmente está dando lucro.

Por mais que a propriedade tenha um bom desempenho de venda de animais ou produtos como o leite, por exemplo, saber quanto custa manter todo o negócio em pleno funcionamento é necessário.

Você pode fazer isso de diversas formas, mas a primeira ação é construir um plano de negócios que te dará base do que seguir, o que é essencial no momento e o que pode ficar para depois: Como construir um plano de negócios: confira o passo a passo.

 

Dicas para administração rural 

 

Foque nas finanças! 

Ter um fluxo de caixa muito bem elaborado te ajuda em diversos aspectos:

  • Saber o lucro – ter uma base do quanto está ganhando te dará uma projeção de pagamento de salários, novos investimentos como aquisição de animais e maquinários, compra de suprimentos, ração e aditivos;
  • Conhecimento sobre o custo – o quanto custa a produção do gado? Tudo o que sai da conta da propriedade precisa estar ali. Desde detalhes como aquisição de vacinas até consultas de veterinários, contas de luz, água, combustível;
  • Auxilia a ter condições de fazer análise sobre como está a saúde financeira. Você pode estar pagando para trabalhar, sabia? A resposta estará na atualização do fluxo de caixa.

Caso a situação do negócio esteja no vermelho, faça um estudo sobre o que é possível cortar de gastos que são sejam essenciais e também quais são as contas prioritárias para pagamento.

Se tiver dívidas, dê preferência para pagamento das que têm juros mais altos.

E faça uma reserva! Emergências acontecem: uma cirurgia de emergência no veterinário, o conserto de um trator, uma conta esquecida com juros altos. Tudo isso pode impactar seu caixa da noite para o dia. Separar 10% de todo o lucro do mês é um começo rentável e seguro.

 

Mão de obra 

 

A administração rural também envolve a contratação e gerenciamento de profissionais que irão atuar na produção.

Tenha todos os processos bem estabelecidos e sempre cumpra o acordo que fizeram no momento de firmar o contrato.

Folha de pagamento, férias, bonificações e premiações devem constar tudo no fluxo de caixa e fazer parte da contabilidade.

Sabemos e entendemos da dificuldade de mão de obra no campo. Caso esse seja um problema enfrentado no momento, as dicas a seguir podem te ajudar:

 

administração rural 1024x756 - Administração rural: mantenha em dia as finanças da propriedade
Quando bem executada, a administração rural organiza as finanças e melhora a organização dos processos. – Foto: Rubens Ferreira/@fotodeboi

 

Saiba os impostos que a propriedade paga 

 

A emissão de nota fiscal por si só já gera pagamento de imposto. Além de outros, que dependendo do regime que sua propriedade como empresa se enquadra, precisam ser emitidos e pagos.

Na internet mesmo, existem conteúdos explicativos sobre o que é cada taxa e por que deve ser paga.

É sempre bom saber para onde o dinheiro está indo e porque seu negócio precisa pagá-lo.

 

Consulte profissionais especializados 

 

Caso o seu estudo por conta própria não seja suficiente, contrate bons profissionais.

Contador, zootecnista, médicos veterinários, consultores agropecuários. Todas essas profissões são mais que aliados na sua administração rural.

Cada um poderá contribuir com inteligência dentro da área de atuação.

O responsável pela contabilidade pode te orientar quanto às notas fiscais, impostos, normas e leis trabalhistas.

Os focados na saúde e desempenho animal irão orientar o que é realmente necessário para se ter uma produção de boa qualidade e com desempenho maior a cada safra.

 

Conheça as necessidades da sua produção

 

Não importa se a sua pecuária é de corte ou de leite, ou até as duas, por que não?

O que não pode faltar é conhecimento sobre o que tudo que é necessário para manter a produtividade em dia.

Além de um bom manejo, ter estrutura adequada para atender toda a demanda é essencial.

Cochos e bebedouros adequados, raça que tem boa adaptação ao seu clima e solo, ração que faz o efeito desejado, além de alimentar os animais… enfim, tudo o que é preciso para sua produção não parar e também ter melhores resultados.

Para a ração, você conferir receitas aqui mesmo no blog da Boi Saúde: receitas para bovinos.

 

Sucessão familiar não deve ser ignorada 

 

Caso a propriedade seja familiar, a sucessão deve ser discutida quando todos os envolvidos estão vivos e com boa saúde.

Infelizmente, é comum as pessoas pensarem no assunto apenas quando o dono falece ou é diagnosticado com uma doença grave. Mas pensar de forma preventiva é importante.

O que deverá ser seguido? Quem irá tocar o negócio? Quem terá direito?

Quanto mais bem planejado, menos impacto a propriedade irá sofrer e também os envolvidos no processo já que passar pelo luto de perder uma pessoa querida não é fácil.

Não deixe de ler:

Você gostou dessa dica?

Quais processos você executa na sua administração rural que não pode faltar na propriedade? Participe! Escreva nos comentários.

E se você gostou dessa dica, não esqueça de compartilhar com seus colegas!

Até a próxima!

 
Programa de Máxima Rentabilidade - Administração rural: mantenha em dia as finanças da propriedadePrograma de Máxima Rentabilidade mobile - Administração rural: mantenha em dia as finanças da propriedade
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*