Sucessão familiar na propriedade rural

A sucessão familiar na propriedade rural tem diversos desafios. A maioria dos pecuaristas deixa para lidar com a questão apenas em momentos de perdas ou doenças graves dos seus patriarcas ou matriarcas. Porém, o ideal é que as propriedades se preparem para a sucessão não apenas em momentos de dor. Um planejamento é fundamental para que o negócio não sofra impactos expressivos. Assim, toda a produção continuará em alta e não haverá riscos de parar totalmente, enquanto os herdeiros decidem sobre o sucessor.

Infelizmente, muitos pecuaristas passam a pensar na sucessão familiar quando estão idosos ou anunciam alguma doença grave. Em momentos de dor, é. mais difícil tomar decisões claras e objetivas. Quando a propriedade se preocupa em produzir um planejamento sucessório em tempos  mais tranquilos, a garantia de ter optado pela melhor decisão é certeira. Para se ter uma ideia do cenário, no Brasil, mais de 60% das empresas são familiares.

 

Planejamento de sucessão familiar na propriedade rural

 

O ideal é que o planejamento seja feito o quanto antes. Mas, o documento não deve ser feito apenas para cumprir metas. As orientações devem ser reais e seguidas fielmente pelos herdeiros. Quando feita antecipadamente, o patriarca ou matriarca podem participar da decisão e ninguém melhor que eles para estipular os passos que desejam continuar no negócio, após a saída deles. Afinal, todo o patrimônio foi construído por eles.

Algumas pessoas não gostam de tocar no assunto por parecer que estão lidando com a morte. A sucessão familiar em propriedade rural não precisa ser implementada apenas nesses casos. Em algumas fazendas, a aposentadoria do patriarca ou matriarca também conta. O planejamento também é aplicado em casos de divorcio, morte prematura e incapacidade civil. Situações que acontecem em todas as famílias.

Um dos objetivos do planejamento é evitar que negócio sofra qualquer tipo de impacto. Com certeza, amigo produtor, você conhece alguém que teve o negócio interrompido por problemas de sucessão e brigas de herdeiros. Com o planejamento realizado e assinado por todos os envolvidos, principalmente pelo patriarca, esse tipo de problema é evitado.

 

sucessao familiar rural - Sucessão familiar na propriedade rural
Sucessão familiar na propriedade rural precisa ser planejada para evitar riscos ao negócio. – Foto: Reprodução Internet

Inventário

 

O planejamento tem uma importância maior ainda quando os herdeiros não querem continuar o negócio, porém, já existe um gestor ou administrador indicado pelo patriarca que irá dar continuidade no negócio. Ainda, é possível incluir quem serão os responsáveis pela documentação em cartório e a forma do inventário. Por falar em inventário, ele consome 18% do patrimônio. Quando não há incoerência entre os herdeiros, o tempo médio de produção e emissão pela juiz é em torno de dois anos. Nesse tempo, quem ficará responsável pela propriedade e toda produção? O planejamento que irá responder.

Nossa dica é que você comece a pensar agora mesmo na sua sucessão. Dessa forma, todo o esforço daquele que iniciou o negocio e prosperou, não terá sido em vão e toda a lucratividade não será impactada.

Quer continuar a implementar a gestão da sua propriedade? Acesse o texto sobre crédito rural: Crédito rural é alternativa para produtores de todos os portes. 

 
Os 10 princípios do produtor de sucesso - Sucessão familiar na propriedade ruralOs 10 princípios do produtor de sucesso mobile - Sucessão familiar na propriedade rural
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*