Vacas paridas na seca: quais são os cuidados

Se o melhor momento para a estação de monta é nas águas, o nascimento dos bezerros, consequentemente, será na seca. Por ser um período crítico para a engorda devido a falta de pasto, como será a recuperação ideal das vacas paridas?

 

 

Existem alguns motivos para que a sua estação de monta seja programada para as águas:

  • Os bovinos estão recuperados da seca, com o organismo e a engorda funcionando a todo vapor;
  • As vacas estão com escore adequado para garantir um bom parto;
  • Os touros reprodutores estão em boas condições fisiológicas ao consumir os nutrientes ideais encontrados no pasto;
  • Por mais que a seca seja um período de falta de pasto, é o de menor incidência de doenças parasitárias devido a falta de chuvas. Com isso, os bezerros que nascem nesse período estão menos suscetíveis a sofrerem com os parasitas. O risco para esse novos animais que ainda não estão com a imunidade é menor para adquirir doenças.

Bom, agora que você já sabe o melhor período para a reprodução, vamos focar na saúde das matrizes. Confira mais informações na dica: Estação de monta: quais são os meses certos.

 

Prepara a sua vaca antes da monta 

 

Quando o assunto é reprodução, amigo produtor, um bom resultado só acontece quando a preparação começa antes da monta. Isso mesmo!

A primeira atitude a ser tomada é avaliar o escore vacas para saber se estão em condições ideais para a gestação. Você pode aprender na dica: Matrizes bovinas: como avaliar o escore corporal?.

Feito isso, é potencializar a saúde dessas matrizes. Manter com o que organismo esteja em condições adequadas para que a reprodução seja um sucesso. E não importa se o método será natural ou por inseminação artificial. O que pode ser oferecido no cocho para garantir bezerros com boa formação está aqui: Matriz bovina: a nutrição ideal a partir do escore corporal. O objetivo também é mais que produzir bezerros saudáveis, mas também evitar a retenção de placenta e a distocia bovina.

 

vacas paridas
Vacas paridas precisam de cuidados adequados na seca para boa recuperação. – Foto: Rubens Ferreira/@fotodeboi 

Cuidados com as vacas paridas na seca 

 

Bom, seguindo com o tema da nossa dica, aos primeiros sinais que a vaca está entrando em trabalho de parto, o produtor deve levá-la a um local tranquilo e limpo.

O ideal é que as propriedades que atuam com reprodução tenham um pasto-maternidade. Principalmente, se levar em conta que um único touro pode cobrir entre 25 e 30 vacas. É bezerro para mais da conta em uma única temporada. Ter esse espaço adequado para o parto, evita contato com demais e reduz o risco de infecções. O local precisa ser de fácil acesso, já que o produtor precisa fazer monitoramento sobre o estado das matrizes e recém-nascidos.

Após o nascimento e a expulsão da placenta, as vacas paridas já podem começar a recuperação do escore corporal. Ainda no pasto-maternidade, já pode ser oferecida a nutrição que dará condições para a preparação da próxima monta.

Não esqueça de oferecer água para uma boa produção de leite. Oferecer silagem de forrageira como alimentação é uma boa estratégia.

A ração própria para a vaca de cria está entre as melhores opções. Se você tem dúvida sobre os ingredientes e as devidas proporções.

 
banner banner
 

2 pensou em “Vacas paridas na seca: quais são os cuidados”

  1. Parabéns pela iniciativa e muito obrigado pela dica….é possível você dar também dica de venda para o boi gordo?sou pequeno produtor e acabo perdendo uma importante parcela de lucro total para especuladores desse mercado(por eu produzir em média 6 cabeças ao máximo na recria)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*