Vacinas obrigatórias em bovinos no Brasil


Entenda quais são as vacinas em bovinos obrigatórias no Brasil.

O calendário de vacinas em bovinos deve estar em dia para que o produtor mantenha o rebanho saudável e evite prejuízos com consultas veterinárias, medicamentos e até perda dos animais, pois a maioria das doenças é contagiosa.

O produtor rural que possui gado de corte e leite deve ficar atento ao calendário de vacinas do Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA) e também das Secretarias Estaduais de Agricultura. Doenças que acometem animais, quando não prevenidas, causam grandes prejuízos ao proprietário desde consultas a veterinários, medicamentos e até mortes de todo rebanho, já que muitas são virais, transmitidas pela saliva, água e ar. Na dúvida, sempre consulte seu veterinário de confiança.

Sem título 15 300x204 - Vacinas obrigatórias em bovinos no Brasil
Fique atento ao calendário de vacinação

Confira as principais vacinas em bovinos: 

Aftosa: a mais conhecida no Brasil devido à alta incidência, causa grandes prejuízos econômicos por ser uma doença viral contagiosa. As feridas são sintoma primário, seguida de fraqueza e falta de apetite. Cada estado tem um calendário próprio de vacinação e cabe ao produtor ficar atento às indicações das datas de cada Secretaria Estadual de Agricultura. Na maioria dos estados, a vacinação é no mês de maio em animais adultos e no mês de novembro em animais abaixo de 24 meses. Dependendo da região, a vacinação acontece duas vezes ao ano.  A dosagem é 5 ml por animal com aplicação subcutânea ou intramuscular. O frasco da vacina, para ter eficiência, preciso ser armazenado em refrigeração entre 2ºC a 8ºC graus, que precisa ser mantido desde a compra até o uso no animal.

Brucelose: doença infecciosa nos animais que causa aborto. A vacina para prevenção da doença é a B19. Deve ser aplicada somente nas fêmeas entre três a oito meses. A dosagem é de 2 ml por animal, via subcutânea na tábua do pescoço.

Carbúnculo: conhecida como manqueira, é uma doença infecto-contagiosa que causa inflamação nos músculos, o que leva o animal a mancar.  A aplicação da vacina, que deve ser em todos os animais. Pode ser subcutânea e a dosagem pode ser de 5 ml por animal, a partir do terceiro mês de vida. Repeti-la a cada seis meses, até completar dois anos.

Raiva: doença viral que ataca o sistema neurológico do gado. Para a prevenção, todos os animais devem ser vacinados, a partir do terceiro mês de vida.  Essa vacina precisa também estar refrigerada, entre 2ºC a 8ºC graus, desde a compra até a aplicação. A dosagem é 2 ml por animal e a injeção é subcutânea.