Taxa de lotação de pastagens: quantos animais por lote?

Preservar o pasto é a melhor forma que o produtor tem para manter a qualidade e condições de recuperação após a seca. Respeitar a taxa de lotação de pastagens é um dos tópicos mais importantes na pecuária. Vamos aprender os limites de animais por lote?

 

 

Não é só o gado que precisa de manejo, a pastagem também.

E quando o produtor insere um número de animais maior que o indicado por lote, impede que a pastagem tenha um desempenho abaixo do esperado.

Adubo, fertilizantes, calagem, vistoria para evitar parasitas, tudo isso faz parte. A taxa de lotação de pastagens é apenas uma parte de todo o processo.

 

Taxa de lotação de pastagens

 

Para que você implemente melhores ações na sua pecuária, vamos entender o que significa essa taxa.

A taxa de lotação de pastagens indica qual o número limite de animais por lote. Esse número limitado, além de garantir uma boa pastagem, também facilita o manejo dos peões envolvidos na lida.

Para dar conforto ao animal, o ideal é ter, no mínimo, 1 hectare por animal. Se você tem dúvidas a respeito dessa medida, fique tranquilo. Clique na dica: O que é hectare?.

 

taxa de lotação de pastagens - Taxa de lotação de pastagens: quantos animais por lote?
A taxa de lotação de pastagens precisa ser respeitada para se ter uma boa pecuária. – Foto: Fazenda Gramado

O cálculo de taxa de lotação é feito de acordo com o número de animais que a propriedade tem. Um número que deve ser levado em conta é o peso dos bovinos.

A nossa conta aqui, vai considerar que cada um pese em torno de 450 quilo/peso vivo, combinado?

Você vai dividir o total de hectare da área de pastejo com o número total de animais que você tem naquele momento.

Um exemplo: se você tem 25 hectares e 150 bovinos, a conta é 25 dividido por 150. O resultado é seis bovinos por hectare.

Fazendo esse cálculo, terá o número ideal. Além de evitar o sub pastejo e o super pastejo.

 

Sub pastejo e o super pastejo

 

O sub pastejo acontece quando há menos animais naquele lote. Os reflexos são pasto mau consumido. Acontece que há um desperdício de pastagem que poderia nutrir o gado de forma eficiente.

Já o super pastejo é o efeito ao contrário. Quando o produtor insere um número de animais maior que aquele pasto suporta. Os efeitos são piores do que imaginamos.

O gado passa a caminhar mais para buscar pasto em quantidade adequada e suficiente para se alimentar. Sem contar que pode haver competição por espaços e o consumo de vitaminas e nutrientes ficam abaixo do esperado.

O mais adequado é evitar que isso aconteça.

 

Mais que pastagem, fique atento ao cocho 

 

Sabemos de cor e salteado que a pastagem é a base alimentar do gado no Brasil.

Mas é preciso de um reforço para que todos os animais atinjam o peso adequado. E isso não importa a fase que esteja: cria, recria ou terminação.

Para entender qual fase seu gado está, acesse a tabela: Fase do boi de corte: saiba como classificá-la.

Inserir suplementos e aditivos é essencial para promover boas arrobas e oferecer nutrientes e vitaminas não encontrados no pasto.

Para adquirir mais sobre o assunto, indicamos a leitura: Quais são suplementos mais usados em bovinos?.

 

E se preferir nossas dicas em formato de vídeo, acesse nosso canal no YouTube. Lá, você encontra conteúdo rápido e prático que pode alavancar sua pecuária: Boi Saúde no YouTube.

 
Planilha Quantidade de Animais - Taxa de lotação de pastagens: quantos animais por lote?Planilha Quantidade de Animais mobile - Taxa de lotação de pastagens: quantos animais por lote?
 

8 pensou em “Taxa de lotação de pastagens: quantos animais por lote?”

  1. Márcia Abreu disse:

    Desculpe, mas não entendi a conta do exemplo, não seria 150 animais dividido por 25 hectares?

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Márcia, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

  2. Pecuária Ferreira disse:

    Obrigado amigo, muito importante essas informações , se me permitir compartilhar na pagina da Pecuária Ferreira e mencionar vc e seu site ficarei feliz em poder multiplicar suas informações

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Igor, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando!

  3. Quero agradecer a Boisaúde, pelas dicas tem me ajudado bastante na minha criação de bovinos.

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Adelani, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando!

  4. Ariângelo Medeiros de Araújo. disse:

    “Obrigado pela excelente orientação concernente à pastagem”. Um ótimo fim de semana!

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Ariângelo, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*