Qual a diferença do sal proteinado da seca e das águas?

O sal proteinado não pode faltar no cocho em nenhuma época do ano. Seja seca, seja período das águas, a nutrição por esse suplemento precisa estar presente para evitar a queda de produção e garantir a engorda.

Mas será que o sal proteinado usado na seca deve ser o mesmo utilizada nas águas? Se você está se preparando para enfrentar um desses períodos, continue com a Boi Saúde. Nesta dica, vamos explicar a diferença (se ela existe) e mais curiosidades sobre esse tipo de sal.

Mas o que será esse sal?

sal proteinado é um composto que deve ser oferecido ao gado durante todo o ano e não apenas em período de seca. Aperfeiçoa o aproveitamento dos nutrientes, reduz o tempo para o abate e promove excelentes resultados na pecuária de leite e corte, além de evitar queda na produtividade e o uso é necessário.

O pasto não supre todas as necessidades nutricionais desses animais e, do mesmo modo, o objetivo de corresponder o desempenho esperado pelo produtor.

Entre os elementos que compõem e que não são oferecidos naturalmente pela pastagem além do sódio, são:

  • cálcio
  • cobalto
  • enxofre
  • ferro
  • fósforo
  • flúor
  • magnésio
  • potássio.

Para produzir seu próprio sal e proporcionar economia, acesse o link: quero a receita!

 

sal proteinado
Nem só de pastagem vive o gado. Sal proteinado deve ser oferecido o ano todo. – Foto: Pixabay.

Sal proteinado na seca e nas águas: qual a diferença? 

 

A diferença, amigo produtor, é a necessidade do seu gado e a forma como está planejada a sua estratégia de nutrição e alimentação durante cada período.

Sabemos que no período das águas, temos a vantagem da pastagem verde e abundante. E mesmo em grande quantidade, o sal precisa ser oferecido no cocho. A diferença aqui é saber quais são os nutrientes que seu solo é deficiente. Uma análise solicitada por empresas que prestam esse serviço (a Vigilância Sanitária local pode oferecer) já garante uma precisão sobre quais nutrientes do sal precisam ser reforçados em maior e menor dose.

No período da seca, caso não tenha nenhum formato e armazenamento de forrageira para oferecer (seja pasto vedado, seja silagem), o reforço dos nutrientes do sal proteinado é maior. Pois além de suprir as necessidades comuns do pasto, terá que reforçar os demais para manutenção do peso.

Ou seja, a necessidade do sal em todas as fases do ano é ideal para o produtor bater as metas de produtividade.

Mais que oferecer o sal, é preciso estar atento ao manejo. Existem horários específicos que potencializam o consumo. Para saber mais, acesse: Sal proteinado no cocho: qual o melhor horário para fornecer?.

 
Boi Saúde Logo Preto - Qual a diferença do sal proteinado da seca e das águas?

Sal Proteinado:
Receba grátis uma receita de sal proteinado.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

whatsapp