Melhor acabamento de carcaça bovina

A carcaça bovina é parte importante da negociação pecuária. Para obter uma boa lucratividade, o produtor precisa seguir processos no manejo desde os primeiros dias do bovino. E quando se trata de melhor acabamento de carcaça bovina, oferecer o melhor produto ao mercado para que todo o trabalho seja recompensado com o lucro devido.

A carcaça representa o boi abatido, sem a cabeça, patas, rabo, mamas no caso das fêmeas, testículos no caso dos machos. Além do couro, ossos e gordura. E para que a carne em si seja de alta qualidade e bom peso considerável, o manejo adequado é obrigatório.

Segundo divulgação da Embrapa, apenas 15% de toda a carcaça enviada para abate estão de acordo com o padrão solicitado pelos

Alguns processos auxiliam para um melhor acabamento de carcaça bovina. Vamos aprender nas próximas linhas quais são:

 

Castração 

 

Alguns especialistas indicam que dois estresses muito grandes na vida de um bovino são a desmama e a castração. Por isso, a castração precisa ser feita antes da desmama. Assim, os efeitos negativos não irão coincidir com esse estresse.

O período certo de castração de bovinos é logo no início da atividade sexual do animal. Ainda, sempre realize esse processo na seca, quando há menos riscos de infecções e parasitas. Sobre a idade: a orientação é que seja feita até seis meses antes da ida ao abate. Porém, os animais reservados ao abate aos 24 meses, devem ser castrados aos 18 meses.

A forma mais adequada e indicada de castração de bovinos é a cirúrgica. Pois esse processo evita infecções e menor intervenção física no corpo do animal. Além de proporcionar um melhor bem-estar animal. Nessa cirurgia, é realizada a retirada dos testículos, responsável pela produção dos espermatozoides.

Esses hormônios perdidos nessa castração podem ser repostos com nutrição adequada no cocho. O que não trará nenhum prejuízo na engorda, assim como perda de nutrientes. Por mais que um boi castrado tenho peso de 10% inferior do que um boi inteiro, há vantagens.

 

Nutrição para o acabamento de carcaça bovina

 

A nutrição tem extrema importância no acabamento da carcaça. Mas não só na fase de terminação que o produtor deve dar atenção especial. Em toda as idades, desde o nascimento, a alimentação acompanhada de suplementos é a receita de sucesso para obter um melhor acabamento de carcaça. Caso não atue com reprodução na sua propriedade, ao adquirir novos animais, avalie sempre a genética e condição corporal antes de efetivar o negócio.

Desde a fase da desmama, o uso do sal mineral, do sal proteinado e da virginiamicina são essenciais e tem impacto direto na carcaça bovina.

Os suplementos reforçam, no organismo do animal, os componentes fundamentais para uma boa saúde e engorda que não são encontrados na pastagem e alimentação. Além de agirem como reforço contra doenças que impactam diretamente a produtividade. Animal saudável não fica doente e suscetível a perda de peso.

Para saber mais, acesse: Virginiamicina a pasto: como servir.

 

Terminação no acabamento de carcaça bovina

 

A última fase do gado de corte também chamada de engorda, acabamento ou terminação é a fase que o animal precisa de acúmulo de gordura. Mas, principalmente, de acúmulo de carcaça. Oferecer uma alimentação adequada para atingir o peso esperado pelo mercado, garante boas negociações. Aprenda com a Boi Saúde uma receita de ração para terminação de gado de corte.

Geralmente, o gado chega nessa última fase, pesando em torno de 330 quilos. Durante quatro meses, ou seja, 120 dias, o bovino deve atingir o peso de 480 ou 500 quilos, que é a pesagem máxima do animal.

Para essa última fase, você precisa servir uma ração com alto teor de proteína. A Boi Saúde oferece uma receita GRATUITA para que sua propriedade atinja essa meta de peso. Para adquirir a sua, clique AQUI.

 

carcaça bovina 1024x768 - Melhor acabamento de carcaça bovina
Melhor acabamento de carcaça bovina – Foto: Pixabay

Pastagem 

 

Não é qualquer pasto que pode efetivar sua produtividade. A escolha da espécie da forrageira precisa ser compatível com sua região e também com o seu solo.

Sabemos que no período das águas tudo é mais fácil quando o tema é pasto. Mas na seca, podemos minimizar os problemas nos programando uma temporada antes. Vedar o pasto e até mesmo produzir silagem de forrageira são ações que podem salvar muitos negócios quando feitas de forma adequada.

Lembre-se que seu gado não pode ficar sem pasto mesmo no inverno. Se for possível e tiver estrutura, a irrigação também pode ser uma boa alternativa. Te orientamos sobre o tema aqui: Irrigação de pastagem vale a pena no período da seca.

Após todas essas etapas cumpridas e o animal atingir entre 400 e 600 quilos entre 24 e 30 meses, chegou a fase de negociação. E claro que nossas orientações sobre carcaça bovina não param por aqui.

 

Dicas para vender gado

 

1- Tempo

Muitas vezes, o produtor liga para o frigorífico quando está chegando no tempo de abate. Mas o essencial é que o contato seja feito bem antes, com 60, 90 dias de antecedência. Nesse tempo, há possibilidade do produtor fazer cotações, negociar um melhor preço e se for preciso, cotar em outros frigoríficos. A escassez de tempo acaba eliminado boas negociações.

2- Relacionamento

Não importa o tamanho do frigorífico, a relação é sempre pessoal, ou seja, de pessoa para pessoa. Então é importante estreitar relações e criar empatia com essas pessoas. Até mesmo para o produtor entender o modo de visão dos compradores. Esses fatores favorecem um melhor clima para negociar o preço desejável.

Esse relacionamento também engloba os funcionários e motoristas do caminhão. Esse profissional irá embarcar um gado de qualidade da propriedade. Ao embarcar, chame o motorista, converse, crie vínculo com ele. Nesse meio tempo, os animais irão se ajeitando no caminhão, o que poderá evitar possíveis lesões.

É muito importante o produtor acompanhar todas as fases: momento de embarcar o animal, balanção, desembarque,  abate e pesagem da carcaça. Acompanhar todo esse processo, garante um bom cuidado com o produto que está sendo oferecido.

3- Transparência

muitos produtores que têm gado de fundo para vender ao frigorífico e avisam que é um gado de cabeceira no momento da negociação. Toda propriedade tem um gado de fundo para vender. Não importa o tamanho. E se o gado é de fundo, não notifique como se fosse gado de primeira. Esse elo de credibilidade é muito importante.

Unindo o relacionamento com a credibilidade, os negócios serão cada vez mais melhores com o passar do tempo.

 

Não pare seus conhecimentos aqui, amigo produtor! Confira a dica Ração para terminação de gado de corte: confira a receita

 
Ração para Terminação - Melhor acabamento de carcaça bovinaRação para Terminação mobile - Melhor acabamento de carcaça bovina
 

2 pensou em “Melhor acabamento de carcaça bovina”

  1. Renato soares de oliveia disse:

    muito bom as dica que recebemos porque ajuda a nos da outra visão obrigado

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Renato, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*