Crédito rural é alternativa para produtores de todos os portes


Como conseguir crédito rural.

Como o produtor de pequeno e médio porte pode adquirir crédito rural 

Por Andressa Gonzaga, consultora de crédito rural da Boi Saúde – Pecuária Inteligente* 

Muitos produtores deixam de adquirir créditos rurais devido à burocracia para aprovação desse serviço prestado por bancos e outras instituições financeiras. Esse crédito pode ser utilizado para sanar dívidas, mas também para investimento em maquinários, animais, modernização, aquisição de nova propriedade.

Para quitação de dívidas, a vantagem é que com o valor adquirido, o produtor pode eliminar os devedores, caso tenha mais de um e focar apenas em uma única dívida com juros mais vantajosos. Outro fator que também leva o produtor rural a buscar financiamentos, são os fenômenos climáticos, muitos estados brasileiros sofrem com chuvas intensas ou até mesmo com a seca, as quais podem destruir toda a safra que garantiria o sustento da propriedade nos meses seguintes.  Muitas vezes, o produtor depende 100% do que produz, seja por meio de plantação, seja na pecuária, e caso aconteça algum imprevisto, pode ficar sem matéria prima para recomeçar novamente todo o processo de produção e a solicitação de crédito pode ser uma alternativa, caso não tenha uma reserva ou poupança destinada a este fim.

Crédito rural auxilia nas finanças da propriedade
Crédito: Boi Saúde – Pecuária Inteligente

A expansão dos negócios da propriedade sempre deve estar entre as prioridades do produtor que deseja crescer cada vez mais. É preciso aproveitar que o agronegócio é um dos setores que sofreu poucos abalos com a crise econômica, mesmo com a repercussão negativa da Operação Carne Fraca, que causou embargo de toneladas de carne bovina por países que são grandes importadores do nosso produto.

Com um leve avanço de 0,2% do Produto Interno Bruto Brasileiro (PIB) no primeiro semestre do ano, a agropecuária foi responsável por 15% desse valor total. A porcentagem é a mais alta comparada com as demais, segundo dados divulgados pelo IBGE recentemente.

Com essa projeção de crescimento, até o Governo Federal mantém atenção especial: para 2017/2018, disponibiliza R$ 30 milhões pelo Plano Safra da Agricultura Familiar que garante crédito para investimento e custeio da produção. Os juros variam entre 2,5% a 5,5% ao ano.

Dicas sobre crédito rural

Antes de procurar onde buscar financiamentos, se pergunte por que precisa desse crédito e se o investimento vale a pena. Mantenha sempre seu nome limpo, uma das primeiras consultas feitas pelas instituições é a análise do seu nome na praça. Sempre consulte mais de um banco e instituição. A taxa de juros pode variar muito e todos devem ser reconhecidos e de sua confiança. Não tenha vergonha de perguntar qualquer dúvida desde o primeiro atendimento até mesmo durante o processo de aprovação de crédito.

Alguns bancos têm créditos direcionados exclusivamente para produtores rurais. As vantagens são exclusivas como taxas de juros de acordo com a safra. Sempre que possível, contrate um consultor que será um agente facilitador entre você e a instituição contratada. O papel deste profissional é pesquisar e indicar os melhores investimentos e taxas de juros. Assim você não perde dinheiro na transação.