Semi confinamento: saiba tudo sobre o sistema

Os sistemas de semi-confinamento e confinamento estão em crescimento no Brasil. Por isso, a cada ano, produtores aderem a esses dois métodos para alavancar a produtividade e obter resultados mais rápidos na engorda.

Os produtores que estão iniciando a atividade na pecuária ficam em dúvida sobre qual o melhor para a propriedade.

Nesta dica de hoje, a Boi Saúde vai te explicar as vantagens do semi-confinamento para que você decida se é o melhor sistema pra seu negócio.

Então, vamos lá?!

 

Semi confinamento

 

Em primeiro lugar, o objetivo do semi-confinamento é aumentar o peso diário na fase de terminação e manter um bom rendimento da carcaça. Tem como característica, cochos bem posicionados no pasto.

Benefícios: aumento da arroba e redução da idade de abate.

Época: é mais utilizada no inverno, mas não há uma obrigatoriedade. O que significa que no período das águas também pode ser adotado. Os produtores que adotam esse sistema, o utilizam entre 75 e 90 dias, entre os meses de maio e julho.

Alimentação: tem como fonte principal, alimentos concentrados. Porém, de acordo com a época, é preciso seguir as orientações:

  • no período das águas: oferecer menor quantidade de concentrados;
  • no período da seca: oferecer menor quantidade de volumoso. Além disso, esse volumoso pode ser servido em forma de pastagem.

Dose e quantidade: a ração deve ser servida duas vezes ao dia, sempre nos mesmos horários. Por isso, uma dica: ofereça a primeira dose de ração, apenas após as 9h. Assim, os bovinos já terão usufruído do primeiro pastejo do dia. A quantidade de ração deve ser 1% do peso vivo do animal, por exemplo. Ao todo, para um lote de 100 animais, são necessários 450 quilos de ração por dia.

Os alimentos volumosos no semi-confinamento são basicamente as pastagens oferecidas.

 

semi-confinamento
Semi-confinamento é boa alternativa para o período da seca. – Foto: Reprodução Internet

E não para por aí… 

 

Ganho de peso: um semi-confinamento de sucesso obtém o ganho de 1 quilo por animal por dia. No entanto, esse número pode ser uma variável. Então, irá depender da raça, sexo, pasto e suplementação a serem oferecidos.

Quantidade de animais: lotes de 100 animais é o adequado. Ou seja, com esse número é possível ter um bom manejo e distribuir a quantidade de ração de forma eficaz.

Cochos: devem ser localizados de forma acessível. Sendo assim, para cada animal, é necessário 60 cm lineares de cocho. Para todos se alimentarem de uma vez só, 30 metros de cocho é o ideal, para um lote de 100 animais, por exemplo.

Suplementos: são fundamentais para manter a engorda em dia. Afinal, suplementos auxiliam não apenas na manutenção do peso, mas também na proteção de ectoparasitas que causam doenças com grandes prejuízos. Ou seja, o sal mineral e o proteinado devem fazer parte da dieta, sem restrições.

Por fim, para entender sobre a dieta adequada para o semi-confinamento, acesse a dica: Volumoso e concentrado: entenda a diferença.

 

Você sabia que a Boi Saúde tem um canal no YouTube com mais informações e diversos materiais em formato de vídeos? Pois é! Todo o conteúdo disponibilizado por lá é totalmente gratuito e atualizado a cada nova semana com dicas e orientações do nosso consultor, José Carlos Ribeiro. Então, acesse:  Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Qual o objetivo de um semi-confinamento?

É aumentar o peso diário na fase de terminação e manter um bom rendimento da carcaça.

Quantas cabeças de gado por hectare em semi-confinamento?

Lotes de 100 animais é o adequado. Com esse número é possível ter um bom manejo e distribuir a quantidade de ração de forma eficaz.

Qual a quantidade de ração ideal para um animal em confinamento?

A quantidade de ração deve ser 1% do peso vivo do animal. Ao todo, para um lote de 100 animais, são necessários 450 quilos de ração por dia.

Quantos quilos o animal pode ganhar por dia no semi-confinamento?

1 quilo por dia em um semi-confinamento de sucesso. No entanto, esse número pode ser uma variável. Então, irá depender da raça, sexo, pasto e suplementação a serem oferecidos.

6 pensou em “Semi confinamento: saiba tudo sobre o sistema”

  1. EDSON REGINALDO NARDELLI GONÇALVES disse:

    BOM DIA.
    PARABÉNS PELA MATÉRIA SEMI-CONFINAMENTO
    JÁ UTILIZO O SEMI-CONFINAMENTO EM MINHA PROPRIEDADE , NA RECRIA E ENGORDA. POIS GOSTARIA DE TIRAR UMA DÚVIDA. QUANDO FAÇO UM SEMI CONFINAMENTO COM CERTEZA TAMBÉM COMEÇA A DEIXAR NUTRIENTES NAQUELA PASTAGEM, AO INVÉS DE SÓ TIRAR. SABERIA ME INFORMAR QUANDO CONSIGO DEIXAR MAIS NUTRIENTES DO QUE TIRAR. SEM CONSIDERAR NENHUMA ADUBAÇÃO. SERÁ QUE UM SEMI, COM FORNECIMENTO DE 1,3 % DO PESO VIVO ANIMAL JÁ DEIXARIA MAIS NUTRIENTES (ADUBARIA O PASTO). OBS. OU QUAL PERCENTUAL DE RAÇÃO PVA , DEIXARIA RESÍDUOS ORGÂNICOS NESSA PASTAGEM.

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Edson, Obrigado pelo elogio e pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

  2. Douglas Ribeiro disse:

    Boa tarde. Gostaria que você falasse sobre a rentabilidade da recria.

  3. Ildo Gomes Diniz disse:

    Muito bom ter dicas de como alimentar o gado corretamente

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Ildo, obrigado pelo comentário, continue nos acompanhando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*