Sal mineral para boi deve suprir necessidade de cada região

Gostou? Compartilhe!

Que bom encontrar você aqui no blog, amigo produtor!

Nesta dica, você vai aprender a escolher um bom sal mineral para boi. No final do texto, não deixe de comentar o que achou das dicas. Caso tenha alguma dúvida, escreva pra gente também, combinado? Será um prazer te responder.

Então, vamos começar?
 

 

Os produtores têm dúvidas sobre qual o melhor sal mineral e como oferecê-lo de maneira adequada aos animais.

A extensão territorial do Brasil é grande com solos diferenciados e particularidades por região. Por isso, o produtor deve se atentar ao que falta naquele solo para investir em um sal mineral que supra a deficiência de determinado princípio ativo que inibe o crescimento e a engorda do seu rebanho. Afinal, o oferecimento desse tipo de sal é uma das práticas mais importantes na pecuária brasileira.

 

Sal mineral para boi deve suprir necessidade de cada região
Sal mineral para boi deve suprir necessidade de cada região – Foto: Reprodução Internet

Problemas no cio da vacada, retenção de placenta, má-formação dos bezerros, por exemplo, podem ser causados pela ausência de compostos como fósforo que o solo não está fornecendo e pode ser suplementado com sal mineral.

 

Análise do solo para melhor consumo do sal mineral para boi

 

Realizar a análise do solo é essencial para se ter conhecimento sobre a qualidade e quantidade de componentes oferecidos ao gado.

A análise é de custo acessível e existem diversos órgãos estaduais e federais que podem realizá-la. Contudo, é um procedimento fundamental para que você possa investir em um sal mineral adequado.

O objetivo é suprir todas as necessidades do gado que não estão no solo. Além de projetar bons negócios para sua propriedade.

Uma informação: o sal mais caro pode não ser o melhor para a sua produção, pois ele pode não suprir as reais necessidades do seu gado, sem o princípio ativo necessário. Além de não proporcionar um bom custo-benefício.

 

Cuidados do uso

 

Contudo, o produtor também deve ficar atento em alguns cuidados quando for oferecer o sal aos animais.

O cocho, por exemplo, não pode ficar molhado. Ou seja, deve ter cobertura para proteção de chuvas e excesso de água. Outro fator é o tamanho desse cocho que precisa estar de acordo com o número de animais da propriedade. Todos precisam se alimentar de maneira adequada e ao mesmo tempo, principalmente os bezerros.

Um mito muito praticado é a utilização apenas em épocas de seca, que inclusive demanda mais necessidade de proteína, mas o uso ao longo de todo o ano é essencial, principalmente na época das águas, quando a reprodução acontece.

Por fim, você ainda tem dúvidas sobre suplementação, amigo produtor? Acesse nossas dicas: Sal mineral ou ração: como evitar a rejeição.

 

Não pare seus conhecimentos aqui!

 

Se você quer saber mais informações, mas prefere o material em formato de vídeos, acesse nosso canal no YouTube.

Todo o conteúdo disponibilizado por lá é totalmente gratuito e atualizado a cada nova semana com dicas e orientações do nosso consultor, José Carlos Ribeiro. Acesse: Boi Saúde no YouTube.

Aproveite e se inscreva no canal e não perca nossas atualizações, combinado? Até a próxima!

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*