fbpx

Reforma de pastagem: quando fazer?

Diversos fatores externos são responsáveis pela degradação das pastagens. Quando essa situação acontece, o risco do gado ficar sem alimento é grave. Sem ter o que comer, não engorda, e com gado magro, a venda não acontece. Por isso, a reforma de pastagem precisa ser realizada.

Mas você sabe o tempo ideal para trocar a pastagem da sua propriedade? Não importa a espécie de forrageira, seu gado necessita do melhor pasto para atender a demanda nutricional e ganhar o peso esperado por dia.
 

O que é reforma de pastagem? 

 
Entre os motivos para o desgaste da pastagem estão: solo pobre em fertilidade, erosão, pragas, plantas invasoras, lotação, compactação do solo. Todos esses fatores são causados por falta de um manejo adequado.

Não é só o gado que precisa de cuidados diários, o pasto necessita constantemente de manutenção. O clima tropical do Brasil auxilia com essa degradação.

Quando for adquirir uma nova propriedade, questione sobre os cuidados que o solo recebeu e quando foi a última troca. Essas informações podem contribuir para um melhor planejamento sobre a pastagem.

Entre os cuidados diários com o pasto estão: 
  • Limpeza e remoção de lixo, excesso de fezes e demais excrementos;
  • Aplicação de adubos e fertilizantes;
  • Remoção de ervas daninhas e plantas invasoras;
  • Retiradas de cupins que são muito comuns nos pastos do Brasil;
  • Entrada e saída do gado com monitoramento do tamanho do pasto para evitar consumo da rebrota e dar condições para recuperação.

 

reforma de pastagem
Saiba quando trocar a pastagem. – Foto: Reprodução Internet

Quando realizar a reforma de pastagem

 

Pastos com uma boa manutenção, que resume a irrigação adequada, limpeza de plantas invasoras, controle de pragas e fertilidade adequada, tem uma validade indefinida. Ou seja, não há um período que indique a necessidade de troca de pastagem.

Porém, algumas espécies demandam atenção especial. Mas não se preocupe. É uma troca que acontece a cada 20 anos, se bem cuidada.

Essa troca de pastagem neste período de 20 anos acontece no caso das decumbens (braquiarinha) e de humidícola. Outras que também tem uma longevidade alta são as xaraés, marandu e piatã, porém necessitam de adubo de boa qualidade.

Caso seja viável, troque a espécie da forrageira. Estude qual é a melhor não só para a região, mas a que traz mais resultado para a sua produção de gado: corte ou leite.

Esse tempo de 20 anos parece muito, não é mesmo? Para não esquecer, deixe sempre entre as suas tarefas um lembrete. A cada ano, você pode revisar o que precisa ser feito na propriedade quanto ao pasto, o que pode melhorar e muito a sua produtividade.
 

Deixe documentado os processos da propriedade rural 

 
Como muitas propriedades são de herança familiar, deixe bem documentado todos os processos que são feitos, assim a pessoa responsável saberá como proceder nos cuidados e quais foram as tarefas feitas nos anos anteriores.

Dessa forma, seu bem ficará com o manejo em dia e trará bons resultados hoje, amanhã e para as próximas gerações.

Continue no assunto de pastagem, acesse nossa dica sobre pastagem para terras pouco férteis: Qual a melhor pastagem para terras pouco férteis? 

E para aumentar sua produtividade, confira nossos vídeos gratuitos: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

×