Por que é necessário a mineralização de bovinos?

Provavelmente, você, como produtor rural, já ouvir falar sobre oferecer minerais aos bovinos, fazer a mineralização de bovinos. Existem diversas justificativas científicas e orientações de entidades renomadas para que o uso desse tipo de suplemento seja feito na pecuária. Aqui, você encontrará razões que podem mudar sua opinião quanto ao uso.

Segundo a Embrapa, fazer uma mineralização correta dos bovinos garante uma boa produção de carne e leite. E o melhor: evita a queda de produtividade. O produtor obtém esse resultado, ao oferecer micro e macro elementos no concentrado diretamente no cocho.

Será que aqui te demos motivos suficientes para ser mais um adepto desse tipo de suplemento? Já que está no nosso blog, vamos te oferecer as informações sobre o tema.

 

Mineralização de bovinos na seca e nas águas

 

Seguindo a lógica da Embrapa, a suplementação com minerais deve ser o ano todo. E principalmente no período das águas e não na seca, como muitos pensam. Alguns produtores fazem silagem de forrageiras ou sistema de pastejo rotacionado para uso na ausência de pasto. Mas não é suficiente. A ausência de proteínas é maior, por isso, oferecer sal proteinado, ureia e sal mineral é essencial. Para saber como oferecer uma mistura que trará resultados, acesse a dica: Como usar sal proteinado com ureia. 

Sobre o período das águas, que é a época de maior produtividade da nossa atividade, a necessidade de minerais é maior. A reprodução está ativa, os pastos verdes e engorda em processo de potência.

 

Existem diferentes sais minerais

 

Confira a formulação antes da compra

Para começar, o pasto sim é a principal fonte de engorda do gado. Porém, mesmo que sadio, não tem todos os nutrientes necessários para manter um gado com crescimento constante de peso. A forrageira da sua propriedade pode tem alto índice de cálcio, mas ser deficiente em fósforo, por exemplo. É importante conhecer a deficiência de nutrientes do seu solo para fazer uso de sal mineral específico com a formulação necessária para o gado. O sal mineral aliado à pastagem potencializa o aproveitamento produtivo da forrageira.

Entre os macrominerais que têm maior impacto na produtividade pecuária estão: Cálcio (Ca) Fósforo (P), Magnésio (Mg), Enxofre (S), Sódio (Na), Cloro (Cl) e Potássio (K).

Já os microminerais são: Ferro (Fe), Zinco (Zn), Cobre (Cu), Iodo (I), Manganês (Mn), Flúor (F), Molibdênio (Mo), Cobalto (Co), Selênio (Se), Cromo (Cr), Níquel (Ni), Vanádio (V) e Silício (Si).

 

Por que é necessário a mineralização de bovinos?
Por que é necessário a mineralização de bovinos? – Foto: Pixabay. 

Orientações sobre o oferecimento de sal mineral para bovinos 

 

  • O consumo diário por animal deve ser entre 80 gramas a 100 gramas. Essa quantidade é a indicada para bovinos saudáveis que estão com bom desempenho de engorda;
  • Cocho precisa ser espaço suficiente para que todos os bovinos se alimentem ao mesmo tempo;
  • Adquira produtos de empresas confiáveis e de qualidade;
  • Acompanhe o consumo diário para checar se há rejeição, principalmente quando há troca de produto (marca) ou início de oferecimento para um novo lote;
  • É possível evitar que o sal empedre no cocho. Basta seguir alguns cuidados para evitar prejuízos. Te orientamos na dica: Como evitar que o sal empedre no cocho.

 

Referência: Embrapa

 
banner banner
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*