Como manter o pasto para gado de corte?

Gostou? Compartilhe!

Já que o pasto é a principal fonte de alimento do gado aqui no Brasil, manter a qualidade e a quantidade é o ideal para se ter uma engorda expressiva. Sabemos que a lida exige muita dedicação por si só. Entretanto, o pasto para gado também. Com organização, é possível ter um equilíbrio e ter sempre capim na sua propriedade.

 

Como manter o pasto para gado de corte?

 

Escolha a espécie mais adequada para sua região 

Saber qual espécie se dá melhor na sua região é o mais adequado. Sendo assim, resistência ao frio ou ao calor já são boas indicações que podem auxiliar na hora da escolha.

Alguns capins têm alto teor de proteína, outros menos. Há cultivares resistentes à parasitas e as que são mais suscetíveis.

Avalie a necessidade de sombreamento, a quantidade de produção por hectare e se sobrevive a regiões alagadas.

Não deixe de pesquisar sobre o consórcio de pastagem, caso sua área esteja degradada. Existem cultivares que têm a função não só de alimentar o gado, mas também de atuar na recuperação.

Outro ponto a ser checado é a necessidade de adubo, calagem e demais preparações antes de inserir as sementes. Verifique a melhor época para a introdução dessa nova espécie na sua propriedade. A forma como é plantada indica o índice de nutrição e engorda dos seus animais.

Está em dúvida sobre qual escolher? A Boi Saúde te dá uma força: dicas sobre espécies de forrageiras.

Feita a escolha certa, vamos partir para o dia a dia…

 

Controle de plantas invasoras 

Nos primeiros sinais de vida da nossa forrageira, já comece a evitar esse problemão. Sim, as plantas invasoras são um prato cheio do pasto para gado. No entanto, pelo lado negativo.

Elas roubam os nutrientes, luz e água que seriam para manter o capim no melhor estado nutricional possível para os seus animais.

As ervas daninhas são apenas um exemplo. Ainda, esse tipo de planta pode ser tóxica ao gado. Um exemplo é a samambaia.

Portanto, faça rondas periódicas e ao menor sinal, arranque o mal pela raiz, literalmente.

Se esse é o problema atual do seu pasto, não se preocupe. Aqui mesmo, você vai aprender a resolvê-lo: Como realizar a limpeza de pastagem?

 

pasto para gado
Como manter o pasto para gado de corte? – Foto: Fazenda Santa Nice

 

Evite e combata os parasitas 

Além das plantas, temos outro inimigo. Esses são ainda mais cruéis. Isso porque não causam impacto só na pastagem. A maioria atinge os animais, por exemplo.

Existem os parasitas como as cigarrinhas. E também os carrapatos. Ou seja, alguns são característicos da pastagem, outros já utilizam o gado e animais domésticos como hospedeiro.

O resultado é uma queda na produtividade. Afinal, gado doente fica desconfortável e não come. Gado que não come, não engorda. Esperamos que essa informação seja uma boa justificativa para evitar os parasitas.

A prevenção e o tratamento são feitos de diversas formas. Até produtos naturais têm indicação de uso. Ficou interessado? Acesse agora mesmo: dicas para evitar e combater os parasitas no pasto.

 

Já pensou em instalar a irrigação no pasto para gado? 

O período da seca é realmente um desafio. Para passar esse tempo sem transtorno e pensando todos os dias no que oferecer para o gado, planeje a produção de silagem ainda durante as águas.

Mas caso não tenha tempo suficiente, pesquise sobre a irrigação. É um método que garante pasto para gado durante o ano todo. Dessa forma, água para mantê-lo em crescimento todos os meses.

O mercado oferece diversos tipos de sistema. Com certeza, um deles é o ideal para a sua propriedade. Se o seu fluxo de caixa ainda não tem condições de arcar com esse investimento, estude alternativas de crédito rural.

E sobre irrigação, te explicamos melhor aqui mesmo no blog: dicas sobre irrigação para pasto.

Continua com dúvida? Consulte sempre um zootecnista aí da sua região. Ao avaliar a sua necessidade de produção, ele poderá indicar não só a escolha da espécie, assim como a manutenção.

Por fim, para mais dicas com foco na sua produtividade, confira nossas orientações em formato de vídeo. É só clicar: Boi Saúde no YouTube.

 
banner banner
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*