fbpx

Moringa para gado é opção no período da seca

Cultive moringa para gado como alimentação no período de seca.

 

 

O grande desafio do produtor rural hoje em dia é a alimentação para gado, principalmente no período de seca. A maioria das propriedades brasileiras são em regime de pasto intensivo. No período da seca com a pastagem degradada, o produtor gasta muito com o animal tratado no cocho com sal mineral e proteinado.

O mercado oferece uma variedade grande de suplementos e alternativas para suprir as necessidades nutricionais ficando em carência com a falta de chuvas. Por isso, é importante sempre analisar o custo-benefício dessa alimentação suplementar.

Temos uma dica completa sobre alimentação para bovinos durante a seca. Leia: Bovinos: alimentação na seca pode evitar prejuízos?

 

Moringa para gado é opção no período da seca
Moringa para gado é opção no período da seca – Foto: Reprodução Internet

Moringa para gado é opção de baixo custo

 

Entre as alternativas está a planta moringa, originária do norte da Ásia, de alto teor nutritivo. Inclusive órgãos federais e estaduais têm comprovado por meio de pesquisas e estudos os nutrientes. É muito resistente às pragas e atinge o ponto de corte com seis meses de cultivo. O que significa uma boa lucratividade, principalmente nos gados de leite e de corte.

Para ser oferecida como alimentação para gado, a moringa deve ser triturada e armazenada em sacos.  Após desidratá-la, pode ser incluída no cocho em épocas de seca.

Além de um alto teor nutritivo, a economia será grande durante esse período, cujo cuidado com o plantel precisa ser redobrado.

 

Curiosidades sobre a moringa, a planta milagrosa

 

A folha da moringa tem mais cálcio que o próprio leite da vaca e mais ferro que a espinafre. Pelos componentes concentrados em uma única planta, a moringa é conhecida como planta milagrosa e apontada como uma salvação para a fome de países com populações subnutridas.

Componentes da moringa:

  • Vitaminas (A e C)
  • Sais minerais;
  • Proteínas;
  • Ferro;
  • Potássio;
  • Aminoácidos;
  • Tem ação anti-fúngica; anti-viral e anti-inflamatória;

Contudo, a moringa também é muito utilizada no consumo humano em forma de chá e em cápsulas.

 

Silagem de cana-de-açúcar

 

Outra opção para evitar prejuízos durante o período de seca é a cana, alimento que dá em qualquer solo brasileiro.

Proporciona boa energia para o gado por conter uma boa quantidade de açúcar. Sendo assim, um investimento benéfico que o produtor pode fazer para a alimentação e nutrição dos animais de sua propriedade.

 

Alimentação e demais insumos

 

Capriche na alimentação com boas taxas de proteína. Isso fará com que o gado não perca peso, vitaminas ou sinta fraqueza.

Ofereça sal proteinado, suplemento enriquecido com proteínas que além de tudo oferece minerais para manter ou repor a deficiência no organismo do animal como: cálcio, ferro, zinco, fósforo, vitaminas A e E, entre outros. Aqui no blog da Boi Saúde você tem um conteúdo completo sobre sal proteinado. Para acessar, clique: Sal proteinado: guia para ganho de peso + receita grátis

 

Boi Saúde no YouTube

 

Para continuar seus estudos sobre esse e outros assuntos, acesse nosso canal no YouTube. Lá você terá um encontro por semana ao vivo com nosso consultor, José Carlos Ribeiro, além de diversos vídeos disponíveis para acesso a qualquer hora do dia.

O foco é sempre melhorar sua produtividade com investimento de baixo custo. É só clicar: Boi Saúde no YouTube.

Nos vemos na próxima dica. Então, até lá!

 
banner banner
 

4 pensou em “Moringa para gado é opção no período da seca”

  1. Terezinha L.Gualdi disse:

    Qual é a época correta para plantar a planta Moringa?

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Terezinha, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

  2. Marcos Gomes da Silva Junior disse:

    Qual a porcentagem que devo usar de moringa para alimentar 1 bovino de 300kg de peso vivo durante a seca, em regime de manutenção? No caso em questão, trata-se de vaca (curralero pé duro, nativa da região do Piauí) no terço final de gestação, com o objetivo de manter um bom score corporal, onde estará recebendo sal mineral p80 (sem ureia), pasto seco nativo a vontade e a moringa no cocho! O objetivo é saber o quanto devo fornecer dessa leguminosa, sem causar problemas ao animal. Aguardo resposta!

    1. José Carlos Ribeiro disse:

      Olá Marcos, obrigado pela pergunta, sugiro que envie um e-mail para “contato@boisaude.com.br” para que possa obter uma resposta completa! Continue nos acompanhando, abraços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

×